Arouca 2013: um desejo que se concretizou
Os jogadores do Arouca festejam a passagem à primeira divisão do campeonato (Foto:AFP)

Arouca 2013: um desejo que se concretizou

No ano que agora acaba, relembramos os doze meses do do Arouca Futebol Clube. Um pequeno clube, mas que conseguiu concretizar o sonho de chegar à primeira liga. Um ano de concretizações, de desejos e de conquistas.

mariana-cordeiro-ferreira
Mariana Cordeiro Ferreira

O ano de 2013 foi um ano de emoções fortes para o Arouca. A subida à primeira divisão foi a concretização de muito trabalho e muitos sonhos. Uma equipa unida, forte e com capacidade de chegar muito longe.

Pedro Emanuel é o  actual mestre de armas destes soldados do norte. Um treinador com provas dadas e com uma capacidade de transformação de fazer inveja a muitos. Relembremos agora a chegada à mais nobre categoria do Futebol Nacional.

A concretização de um sonho

Desde o mês de Janeiro que o Arouca mostrava resultados monstruosos na segunda liga. Jogadores e equipa técnica começaram a acreditar que a primeira presença no principal escalão do Futebol Português podia tornar-se realidade. Depois de uma época de sonho na segunda divisão, a 12 de Maio ficou garantida a presença junto dos grandes clubes.  Depois de uma vitória sobre o União da Madeira por 3-0, a equipa treinada por Vitor Oliveira conseguiu a concretização de um sonho  há muito desejado.

Apesar de o Leixões, terceiro classificado, também ter vencido. A equipa de Vitor Oliveira contava com 5 pontos a mais do que o seu adversário, acabando por se juntar assim ao Belenenses no seu regresso ao escalão principal.

A surpresa da primeira liga

O Arouca chegou e convenceu na chegada à primeira liga. Apesar de ter perdido com o Sporting no primeiro jogo por 5-1, na recepção ao Estoril, a equipa agora treinada por Pedro Emanuel mostrou as garras ao perder por 2-1. Com o Rio Ave, em finais de Agosto, a história foi outra, as vitórias começaram a aparecer e para surpresa de todos, em Outubro conseguiu marcar na baliza defendida por Helton.

Já este mês, o Arouca conseguiu roubar 2 pontos à equipa de Jorge Jesus depois de um empate a duas bolas. Um jogo que mostrou que a humildade e o bom futebol valem mais do que muitos milhões.

No último jogo, o Arouca foi jogar a casa do Gil Vicente e alcançou três pontos com três golos. Apesar de ter apenas 12 pontos e estar em 14º lugar, a equipa presidida por Carlos Pinho mostrou que com força de vontade, com trabalho e com uma equipa unida, os sonhos acabam mesmo por se concretizar. 

VAVEL Logo