Grupo A da Taça da Liga: três galos para um poleiro
Apuramento ainda por decidir no grupo A da Taça da Liga (Foto: Lusa)

Rio Ave só depende de si, mas a vitória pode não garantir o apuramento

A equipa de Vila do Conde é quem parte em melhores condições de seguir em frente para as meias-finais. Lidera com quatro pontos, e têm melhor goal average, somando três golos marcados e um sofrido. Além disso joga diante de um Sporting da Covilhã, que já não tem hipóteses de lutar pelo apuramento. Por outro lado a equipa do distrito de Castelo Branco irá jogar sem pressão e como tal, se jogar o jogo pelo jogo poderá criar dificuldades ao Rio Ave. Os comandados de Nuno Espirito Santo precisam de vencer e de preferência por vários golos, para evitar uma surpresa desagrádavel. É que o Vitória de Setúbal só tem menos um golo marcado e em caso de triunfo por números superiores aos vilacondenses, são eles a continuar em prova. 
 
No Rio Ave, Ronny, Tiago Pinto, Filipe Augusto e Joeano não treinaram esta sexta-feira, estando por isso em dúvida, enquanto no lado do Sporting da Covilhã o plantel está todo à disposição do treinador Francisco Chaló.
 

Em Paços de Ferreira a jogar e de ouvidos na Covilhã a escutar

Paços de Ferreira e Vitória de Setúbal jogam entre si sabendo que um triunfo pode não chegar para se qualificarem para as meias-finais. Os sadinos somam tal como o Rio Ave quatro pontos e só consentiram também um golo, porém marcaram menos um tento que os vilacondenses, precisando por isso de vencer ou empatar e aguardar que a turma de Vila do Conde seja derrotada. Se ambas equipas ficarem com o mesmo número de pontos, será o goal average, a decidir quem segue em frente. No caso ainda de a diferença entre golos marcados e sofridos ser idêntica entre ambas, então aí o desempate dá-se pela formação que tiver a média de idades mais jovem entre os jogadores utilizados nos três jogos desta fase de grupos.
 
A formação da Mata Real tem o factor casa a seu favor e sabe que para ter aspirações de prosseguir na competição tem de ganhar, esperando que o Rio Ave não faça o mesmo na Covilhã. O Paços vem moralizado pelo empate conseguido para o campeonato diante do Sporting de Braga, tendo na Taça da Liga a última esperança de dar brilho a uma época desportiva que tem sido decepcionante. A 23 de Setembro de 2013, Paços de Ferreira e Vitória de Setúbal encontraram-se para a Liga, verificando-se na altura um empate a zero. Para o jogo de domingo, Henrique Calisto já pode ter ao seu dispôr o mais recente reforço da equipa, o médio-ofensivo Minhoca que veio do Santa Clara. Do lado setubalense, José Couceiro, caso assim o entenda poderá contar com o central brasileiro Ozéia, reforço no mercado de transferências, enquanto Paulo Tavares e Pedro Coronas, lesionados não estarão disponíveis para o encontro.
VAVEL Logo