Sporting quer golos para seguir na Taça da Liga
Montero (à esquerda), deverá ser a aposta dos leões para produzir os vários golos que poderão dar o apuramento à equipa.

Os Leões de Leonardo Jardim visitam este sábado o Penafiel (20h45), no derradeiro assalto à fase final da Taça da Liga 2013/2014. Dividindo o primeiro lugar do Grupo B com o FC Porto – ambos com quatro pontos −, tanto os homens de Alvalade como os homens da Invicta procuram vencer e golear nos respectivos jogos, já que os critérios de desempate na prova são, primeiramente, a diferença entre os golos marcados e sofridos e, em seguida, o número de golos concretizados. Ao cabo de dois jogos, nem Sporting nem Porto sofreram golos, mas os Dragões marcaram quatro, enquanto que os lisboetas somam três.

Para o Sporting, a missão é golear

Para a deslocação a Penafiel, Jardim não contará com Slimani, a contas com problemas físicos, mas confirmou em conferência de imprensa a convocação de Ricardo Esgaio e Rúben Semedo, além de ter frisado que Eric Dier entrará de início, devendo assim substituir o castigado Marcos Rojo, dado que o inglês está mais rotinado que Semedo e não é provável que Jardim mude os dois homens do centro da defesa. O brasileiro Boeck, como habitualmente nas Taças, permanecerá na baliza. Jardim afirmou ainda que entrará em campo com a equipa na máxima força, fazendo as alterações habituais nesta competição, «mas sem descaracterizar a equipa. (…) Queremos vencer pelo máximo número de golos, para aumentarmos as nossas chances de passar.»

A motivação do embate

Do lado do Penafiel, o treinador Miguel Leal convocou 18 jogadores, e deverá apresentar um onze muito próximo da formação titular, ainda que tenha perdido, nos últimos dias, o seu melhor goleador, Rafael Lopes (nove golos), transferido para a Académica. Nos últimos dez encontros, o Penafiel perdeu apenas um, tendo inclusive vencido, já em 2014, Benfica B, Porto B e Sporting B na Liga de Honra, onde de momento ocupa o segundo lugar, a três pontos do líder Moreirense. Como diagnosticou o técnico leonino, o Penafiel é uma equipa unida, defendendo geralmente com dez jogadores atrás da linha da bola, que depois sai bem em transições, através da velocidade dos seus alas. Embora sem qualquer possibilidade de seguir na prova, o Penafiel deverá apresentar-se muito motivado e procurando assim garantir uma boa exibição frente a um grande.

Onzes prováveis

VAVEL Logo