Penafiel quer agigantar-se às «águias»

Ditou a sorte que seria o Penafiel a receber o Benfica, finalista vencido da Taça de Portugal, edição 2012/2013. Depois de um terem arrancado uma vitória estóica frente ao Marítimo, nos Barreiros, os penafidelenses enfrentam os encarnados sem terem nada a perder: vencer será feito histórico memorável, perder será ocorrência expectável. Já o Benfica vive situação diferente, tendo que gerir um jogo que se adivinha espinhoso, a dias do grande «derby» na Luz, diante da armada leonina do Sporting.

Benfica cauteloso não entra em poupanças

Alertado para os perigos que podem advir de um relaxamento na abordagem ao jogo, o Benfica não deverá entrar em poupanças, mesmo sabendo que se aproxima o «derby» lisboeta, que se joga no Domingo, dia 9 de Fevereiro. Jorge Jesus deixará Oblak de fora dos convocados, dando ao brasileiro Artur a oportunidade de guardar as redes encarnadas, ele que tem sido opção secundária nas contas do treinador benfiquista. Siqueira também ficará de fora das escolhas, já que foi expulso na partida em Barcelos, na sequência de um duplo amarelo. O lugar de lateral esquerdo deverá ficar entregue a Sílvio, que nem sequer constou nas escolhas de Jesus para o embate diante do Gil, que terminou empatado 1-1.

Tirando Oblak e Siqueira, todos os habituais titulares estão presentes na convocatória, facto que traduz o respeito que o treinador encarnado demonstra pelo adversário, que leva 50 pontos na segunda liga portuguesa, sendo actualmente dono do segundo lugar. Rúben Amorim deverá ser titular, vendo Jesus uma oportunidade para rodar o médio português, que tem sido escolha regular fora do âmbito da Liga Zon Sagres. Novidade total na convocatória é a inclusão do lateral versátil João Cancelo, que tem uma oportunidade de ouro para se estrear na titularidade encarnada.

Cardozo titular com o Sporting na mente

O ponta-de-lança paraguaio deverá saltar do banco para o onze titular, ao lado, ou de Lima ou de Rodrigo. A intenção de Jesus é a de dar andamento ao Tacuara, de modo a tê-lo preparado para o lugar reservado que o paraguaio parece ter no onze encarnado. Visto como o terror de Rui Patrício, Cardozo afigura-se no ideário benfiquista como a grande arma para abater os «leões», restando agora saber quem sairá para dar lugar ao goleador guarani.

Penafiel sem nada a perder

O Penafiel, que tem dado boa conta de si nas provas a eliminar, terá hoje nova chance de passear a sua qualidade, agora frente ao líder do campeonato nacional e finalista vencido da Taça de Portugal anterior. Os penafidelenses, orientados por Miguel Leal, eliminaram o Marítimo na ronda anterior, por 2-3, e deram uma excelente réplica ao Sporting, em jogo a contar para a fase de grupos da Taça da Liga, começando a vencer (golo de Aldair) mas acabando por perder 1-3, não sem antes dar luta até final.

Onzes prováveis

VAVEL Logo