Voará alto a águia ou chegará ao topo o leão?

Voará alto a águia ou chegará ao topo o leão?

Este Domingo, Benfica e Sporting defrontam-se no Estádio da Luz para mais um grande jogo, decisivo para o Campeonato. Apitado por Marco Ferreira, o derby será disputado às 18:00h, prometendo emoção e luta até ao último minuto, já que os dois clubes procuram a liderança e prevalecer um sobre o outro.

beatriz-goncalves
Beatriz Gonçalves

Após uma última jornada que ficou aquém das expectativas para ambos os clubes, Benfica e Sporting preparam agora um confronto que poderá alterar o rumo dos acontecimentos – em caso de vitória dos encarnados, a liderança fica mais consolidada, com o Sporting com menos cinco pontos; em caso de vitória dos leões, o Benfica perde a sua liderança e desce para a segunda posição da tabela; se o resultado final for um empate, a situação não se alterará, mas o Porto poderá ter hipótese de vencer e ultrapassar o Sporting, tirando-lhe o segundo lugar.

Motivação é o que não falta a ambos os lados, cuja vitória é o objectivo em que naturalmente se focam e que ambos pretendem. Com os ténues dois pontos que os separam, este último «derby» da época vai ser repleto de expectativas e decisões por parte de ambos os clubes, que têm nas suas mãos o seu destino. O Benfica quer a todo o custo manter a liderança e o Sporting deseja com toda a força alcançá-la, pelo que certamente ambas as equipas contarão com os seus melhores jogadores e tácticas. A pressão está perante ambas as equipas já que, como o técnico benfiquista referiu, «têm ambas pressão de ganhar».

Depois de o empate frente ao Gil Vicente, em que poderia ter ganho mais dois pontos do que aqueles que efectivamente conquistou, o Benfica tem maior pressão sobre si para ser capaz de preservar o primeiro lugar. Se um «derby» por si só já é motivo de pressão, este ainda mais pressão apresenta para as águias, que têm à sua frente a hipótese de aumentar a sua vantagem de forma a atingir um primeiro lugar mais folgado e confortável. Sobre mais pressão está, também, o Sporting, após o empate da 17ª jornada frente à Académica, que também tirou a breve hipótese de liderança com que os leões se viram. Se em qualquer «derby» se pretende roubar pontos ao rival, neste o Sporting deseja mais que isso, ao avistar a sua hipótese de liderança próxima de novo, caso consiga manter o marcador a seu favor até à conclusão dos 90 minutos. Caso o faça, terá um ponto de vantagem sobre as águias e passará, oficialmente, a líder da Liga Zon Sagres.

Benfica com o onze desejado, aparte a ausência de Salvio

Depois de avanços e recuos, o plantel das águias está finalmente na sua melhor forma e pronto para enfrentar o difícil desafio que se apresenta neste grande jogo. Salvio apresenta-se como a única ausência significativa, já registada há alguns jogos, mas todo o restante plantel parece estar ao dispor de Jorge Jesus: após cumprir o castigo da expulsão frente ao Gil Vicente, Siqueira poderá voltar a integrar o onze inicial na nova jornada; Cardozo poderá também fazer parte da equipa, mesmo que não de início, após recuperação total da sua lesão. O técnico do Benfica tem ao seu dispor, por isso, os habituais titulares, prevendo-se a utilização dos mesmos para uma forte entrada do Benfica na partida. Destaque ainda para a dupla de Lima e Rodrigo, que deverá ser a escolhida por Jesus para o começo do jogo – Cardozo poderá, eventualmente, ficar de fora, visto que só um jogo passou após a sua reintegração na equipa e que ainda procura atingir o seu melhor estado físico, de forma a desempenhar as suas funções em pleno. Prevê-se, assim, que o técnico opte pelo mais comum e recente onze inicial, com uma formação de 4-2-4 com vista à vitória.

Duas ausências leoninas preocupantes

No que diz respeito à táctica adotada pelo clube de Alvalade, o treinador sportinguista afirmou que não efectuará grandes mudanças. Apesar disso, como resultado da última jornada, o Sporting defronta-se com duas ausências complicadas: William de Carvalho e Jefferson, dois titulares recorrentes com que Leonardo Jardim não poderá contar. William de Carvalho foi expulso na passada jornada, pelo que cumprirá castigo, enquanto que Jefferson ficará de fora após o traumatismo sofrido no mesmo jogo que o deverá afastar dos relvados durante um mês, obrigando o técnico leonino a proceder a uma alteração mais prolongada relativamente ao ocupante da lateral esquerda. É uma baixa preocupante para o Sporting, visto que Jefferson tem desempenhado uma excelente temporada. Ivan Píris deverá ser a escolha de Jardim para contornar a ausência em causa. Dier, por sua vez, deverá voltar a titular face à situação de Wilson, regressando à posição de médio. Heldon, o mais recente reforço do Sporting, poderá também jogar no «derby», estreando-se. Face ao seu recente lugar na equipa, contudo, não integrará, muito provavelmente, a equipa inicial do Sporting.

Leonardo Jardim quer vencer Jorge Jesus

Jardim não esconde o seu desejo de atingir a primeira vitória frente ao treinador benfiquista, pretendendo «conseguir um objectivo que não foi conseguido anteriormente». Objetivo que não tem sido conseguido é o de Sporting de vencer o rival o que, segundo Jardim, poderá servir como fator extra de motivação para o «derby», acrescido pela conquista da liderança leonina em caso de vitória. O técnico do Sporting afirmou, contudo, que o Sporting não se focará unicamente nisso: «Vamos com o único intuito de disputar os três pontos e dar continuidade ao bom campeonato que temos feito», afirmou o treinador.

 

Onze Inicial Provável

                      

VAVEL Logo