1-0, Djaniny, min. 26 2-0, Gomaa, min. 66
Nacional não pára de impressionar

Nacional não pára de impressionar

A equipa de Manuel Machado continua a senda dos bons resultados, depois de esta tarde ter batido o Belenenses na Choupana, por 2-0. O clube madeirense soma 31 pontos na Liga, estando tranquilamente instalado na 4ª posição. Djaniny foi peça chave na vitória diante dos azuis do Restelo, Gomaa estreou-se a marcar pela equipa alvinegra. (Foto: Lusa)

vavel
VAVEL
NacionalGottardi, Mexer, Zainadine, Marçal, Claudemir, Diego Barcellos, Miguel Rodrigues, Ghazal, Candeias, João Aurélio, Djaniny
BelenensesMatt Jones, Duarte Machado, Kay, João Afonso, Fredy, Filipe Ferreira, Rudy, Eggert, Danielsson, Miguel Rosa, Rambé
ÁRBITROArtur Soares Dias (A. F. Porto) Admoestados: Duarte Machado, min. 28
INCIDENCIAS18.ª Jornada Estádio da Madeira

Mais um jogo e mais uma vitória alvinegra: na Choupana, o Nacional da Madeira voltou a ganhar para a Liga Zon Sagres, arrumando com qualidade a equipa do Belenenses a um canto, com golos do avançado Djaniny e do egípcio Saleh Gomaa, recente contratação de Inverno do clube dirigido por Rui Alves. A equipa da Madeira foi uma justa vencedora, tendo-se adiantado no marcador ao minuto 26, após permissividade defensiva dos homens do Restelo, que permitiram, com passividade, a corrida do avançado cabo-verdiano, que de pé esquerdo acabou por desfeitear Matt Jones. Gomaa, que entrou no jogo aos 56 minutos (para o lugar de Ghazal), apenas precisou de 10 minutos para celebrar um golo: nova jogada de Djaniny pelo corredor direito, assistência primorosa para o toque oportuno do egípcio. 

Quarto lugar e forma inolvidável

Este triunfo permitiu ao Nacional consolidar o seu quarto lugar no campeonato: 31 pontos, 27 golos (quarto melhor ataque da Liga, à condição) marcados e 18 golos sofridos. A excelente série de resultados positivos possibilitou ao clube orientado por Manuel Machado ultrapassar o Estoril, anterior dono da posição, que esta jornada se desloca ao território da Académica de Coimbra. A incrível forma do Nacional não é de agora, já que, excepção feita ao Benfica, o clube alvinegro não perdeu para nenhum dos opositores nos últimos três meses e meio em jogos da Liga portuguesa. A última derrota a contar para a Liga deu-se na Luz, diante do líder Benfica, 2-0 com golos de Siqueira e Cardozo, no dia 27 de Outubro de 2013.  

O Nacional não mais perdeu para a Liga desde então, averbando apenas uma derrota no total das competições domésticas, desaire contra o Benfica, também, mas desta feita para a Taça da Liga, 0-1 na Choupana. De resto, apenas empates e vitórias: nem Sporting nem FC Porto foram capazes de ganhar os 3 pontos no duelo contra os madeirenses, que empataram no Dragão 1-1 e voltaram a empatar contra um grande, em Alvalade, por 0-0. Esta nova vitória ante o Belenenses, antecedida por um triunfo forasteiro em Guimarães, premeia a série longa de boas exibições do Nacional, que se posiciona como uma dos mais fortes candidatos à Europa.

VAVEL Logo