18ª jornada:  dérbi de emoções cimenta liderança das águias

O histórico dérbi lisboeta despoletou todas as atenções nesta 18ª jornada e, depois das peripécias de Domingo, a partida realizou-se, esta terça-feira e, num jogo de sentido único, os encarnados bateram os leões por 2-0. Neste encontro, destaque para Enzo Pérez e Gaitán que ampliaram a vantagem das águias para o 2º classificado, que é agora o FC Porto que, sem convencer, triunfou diante do Paços de Ferreira por 3-0, com relevo para o primeiro golo de Quaresma no campeonato. Decorridas 18 jornadas, a classificação dita a liderança do Benfica com 43 pontos, o 2º lugar do Porto com 39 e, a fechar o pódio, encontra-se o Sporting com 38.

Águia voou sem que o leão tivesse “aterrado” na Luz

No estádio da Luz jogou-se a liderança da Liga e, para um dérbi que prometia muito, ficou claramente aquém das expectativas. Esta partida foi totalmente controlada pelos benfiquistas e, desde os primeiros minutos, era notório quem iria vencer. Na primeira parte, Gaitán, pleno de oportunidade, deu vida ao marcador com um cabeceamento, após assistência de Maxi Pereira. No segundo tempo, perante a inoperância leonina, Jorge Jesus manteve a pressão sobre o adversário e Enzo Pérez chegou mesmo ao 2-0, colorindo assim, uma exibição digna de um dérbi.

Do lado leonino, a “invenção” de Leonardo Jardim não resultou e a inclusão de Montero e Slimani no onze, em nada incomodou a sólida dupla de centrais, Luisão e Garay. A adaptação de Dier a 6 foi um desastre e em nada equilibrou a saída dos leões para o ataque. Na partida em que William Carvalho fez muita falta ao miolo sportinguista, destaque apenas para a única oportunidade de golo dos de Alvalade, protagonizada pelo estreante Heldon que, juntamente com Adrien Silva, foram as únicas unidades que tentaram evitar o que se viria a tornar inevitável. Os comandados de Jorge Jesus têm agora 43 pontos e remeteram os leões para a 3ª posição do campeonato com 38 pontos. O fosso entre os dois rivais começa a ser cada vez maior.

A assistir de poltrona ao dérbi esteve o FC Porto que venceu o Paços de Ferreira por enganadores 3-0. Com o regresso de Fernando ao onze, a apatia no meio-campo manteve-se e os dragões não conseguiram pressionar o adversário, acentuando uma tremenda falta de ligação entre os sectores. Na partida, destaque para o golo de Quaresma de grande penalidade que desatou o nulo. O avançado Jackson Martínez e o português Ricardo fecharam a contagem no Dragão e o colombiano fez o seu 14º tento na Liga e é agora o melhor marcador da prova. O Porto subiu ao 2º lugar e soma agora 39 pontos, a 4 do líder.

O Paços de Ferreira até entrou desinibido no jogo mas, perante a visível ineficácia de Bebé, nada conseguiu fazer, diante da superioridade dos azuis e brancos. Os castores ficam na última posição do campeonato com 13 pontos e a despromoção começa a ser uma realidade. Porto e Sporting vêm agora o Benfica destacado na frente e as próximas jornadas prometem definir quem será o próximo campeão da Liga Zon Sagres.

Nacional e Estoril não desarmam na luta pela Liga Europa

Na disputa pelo 4º lugar, o Nacional da Madeira recebeu e venceu, nesta jornada, a equipa do Belenenses por 2-0. Neste jogo sobressaiu a irreverência de dois jovens avançados, Djaniny e Saleh Gomaa que, com habilidade e técnica, deram os 3 pontos aos alvinegros. É de realçar que Saleh Gomaa se transferiu recentemente para os madeirenses com grande expectativa para os adeptos e a jovem pérola balanceou, pela primeira vez, a rede em palcos portugueses, podendo vir a ser um caso sério no nosso campeonato. O Nacional, com esta vitória, mantém o 4º lugar com 31 pontos e é um forte candidato a chegar à Liga Europa. Por seu lado, o Belenenses mantém uma posição crítica na tabela classificativa, ocupando o 14º lugar com 15 pontos. O Estoril Praia regressou este fim de semana às vitórias e bateu a formação da Académica de Coimbra. Numa partida bem disputada, destaque para a falta de eficácia das duas equipas que apenas foi contrariada pelo tiro certeiro do extremo Balboa que, com este tento apontado, leva agora 4 golos na prova, deixando o marcador em 1-0. Os canarinhos mantêm a perseguição ao 4º classificado e estão, neste momento, em 5º com 30 pontos. Os estudantes encontram-se a meio da tabela num confortável 10º lugar, com 22 pontos.

A equipa de Jesualdo Ferreira alcançou a goleada da jornada ao derrubar a equipa do Gil Vicente por expressivos 4-1. Com esta vitória, o Braga mantém a aspiração de chegar às competições europeias e, nem mesmo o golo de Diogo Viana pelos galos, evitou os 2 golos de Pardo e os 2 de Rafa. O jovem Rafa leva agora 3 golos no campeonato e, no caso de Pardo, trata-se do melhor artilheiro dos arsenalistas, com 6 tiros certeiros. Os bracarenses subiram até ao 6º lugar com 26 pontos somados encontrando-se a 4 de chegar aos lugares europeus. O Gil Vicente mantém a série negativa de 9 jogos sem vencer e ocupa o 12º lugar da competição com 19 pontos.

A equipa do Vitória de Guimarães deslocou-se até ao estádio do Bonfim para defrontar o Setúbal, acabando por sair derrotada por 3-2. Neste embate de “vitórias”, os sadinos chegaram aos 3-0 por intermédio de Horta, Ramón Cardozo e Rafael Martins. Ramón Cardozo e Rafael Martins dividem agora a lista de melhores marcadores da equipa com 6 golos e acentuaram a veia goleadora da equipa de José Couceiro. Com apenas duas vagas para chegar à Liga Europa, encontramos 5 candidatos mas, até ao momento, Nacional e Estoril mantêm a boa campanha na Liga Zon Sagres e estão, respectivamente, no 4º e 5º lugar da classificação.

Olhanense dá “paços” largos para a descida

Na luta pela permanência, Rio Ave e Arouca encontraram-se no estádio dos Arcos e no final dos 90 minutos desenhou-se um empate a uma bola. O ala Ukra inaugurou o marcador e, quando todos pensavam na vitória, eis que Lassad distribuiu os pontos no encontro. O Rio Ave está bem acima da linha de água, no 8º lugar, com 22 pontos conquistados. Por seu lado, o Arouca mantém o objectivo de permanecer no principal escalão do futebol português, encontrando-se no 13º lugar com 17 pontos.

Para tentar fugir da cauda da classificação, o Olhanense recebeu o Marítimo mas não foi além de um empate a um golo. Numa partida em que os maritimistas foram superiores, destaque para o 11º golo de Derley no campeonato e, para o empate já perto do fim, do atleta algarvio Diakhite. A classificação dita que o Marítimo mantém a perseguição aos lugares europeus, com um 11º lugar com 21 pontos, apesar do fosso estar cada vez maior. Por seu lado, o recém promovido Arouca continua a difícil tarefa da manutenção e, com este ponto conquistado, está no 13º lugar do campeonato com 17 pontos.

Como já foi referido, o Paços de Ferreira perdeu a sua partida e reparte agora a última posição do campeonato com o Olhanense. A luta pela permanência continua intensa e temos, neste momento, Paços de Ferreira em igualdade pontual com o Olhanense, ambos com 13 pontos. Arouca (17 p.) e Belenenses (15 p.) estão perto dos lanternas-vermelha e deverá ser entre estas quatro equipas, a disputa pela permanência na 1ª Liga portuguesa.

Figura da jornada: Enzo Pérez brilha na Luz

O internacional argentino Enzo Pérez, que chegou à Luz há duas épocas, tem sido absolutamente decisivo no desenho táctico de Jorge Jesus. Relembrar que o médio chegou altamente recomendado da Argentina e, depois de alguma intermitência no plantel, passou de extremo a médio organizador de jogo, tendo feito uma parelha de sucesso com Matic e, mais recentemente, com Fejsa. Na jornada 18, Enzo Pérez dominou o meio campo leonino e brindou os apaixonados do desporto rei com um golo pleno de classe.

Outras figuras que se destacaram nesta jornada foram os estreantes a marcar, Quaresma (Futebol Clube do Porto) e Saleh Gomaa (Nacional da Madeira) que ajudaram as suas respectivas equipas nos triunfos alcançados. Na goleada do Braga frente ao Gil Vicente, relevo para os cada vez mais decisivos, Pardo e Rafa, que marcaram dois golos cada e são duas das maiores surpresas do campeonato português.

Golo da jornada: Enzo Pérez “perfuma” o dérbi com um golo de classe

O golo decisivo do dérbi foi apontado pelo jovem médio Enzo Pérez que desenhou um lance de génio, repleto de magia, ao driblar um desamparado Dier que nada pôde fazer para evitar o tiro certeiro do magnifíco pé esquerdo do argentino que, assim, fechou as contas do clássico em 2-0, frente ao Sporting, cimentando a liderança do SL Benfica nesta 18ª jornada da Liga Zon Sagres.

VAVEL Logo