Luís Castro: do Porto B ao Porto A
Luis Castro é o treinador interino escolhido para liderar o FC Porto (Foto: ASF)

Luís Manuel Ribeiro de Castro foi, na passado dia 5, eleito treinador da equipa principal do Futebol Clube do Porto, substituindo o demissionário Paulo Fonseca. Pinto da Costa deu preferência a um nome da casa que tem apresentado resultados positivos na formação, e que deixa a equipa B no primeiro lugar da tabela da Liga 2. O novo técnico do Futebol Clube do Porto nasceu na Vieira de Leiria a 3 de Setembro de 1961. Com 52 anos, foi responsável pelos escalões de formação do Porto desde 2006 e era actualmente o treinador da equipa B desde o início da presente época.Como jogador de futebol, Luís Castro actuou em diversos clubes portugueses mas nunca chegou a vestir as camisolas de nenhum dos grandes.

Aposta da casa

Após representar o Vieirense, o União de Leiria, o Vitória de Guimarães, O Elvas e foi no Águeda que terminou a sua carreira de atleta e iniciou o seu percurso como técnico. Até chegar aos escalões de formação do clube da invicta, Castro já tinha uma carreira de treinador bem sucedida. Iniciou a sua carreira no Águeda, deu o salto de jogador para técnico, começou a treinar as camadas jovens e só mais tarde os seniores, subiu à II Divisão mas mesmo assim não se manteve no lugar de treinador, tendo sido despedido. Castro treinou no Mealhada, depois seguiu-se o Estarreja, onde foi campeão da III Divisão, mais tarde o Sanjoanense e o Penafiel, um dos maiores desafios da sua carreira.


Foto: Pedro Correia | Global Imagens

Luís Castro relembra a doença que enfrentou na infância como uma força interior para ultrapassar os problemas. «A doença ajudou-me a não vacilar em certos momentos», afirmou o treinador. Castro frequentou a licenciatura de Física na Universidade de Coimbra. Pinto da Costa preferiu uma aposta segura dentro do clube (como fizera com Vitor Pereira também) e Luís Castro parece uma solução fiável tendo em conta os resultados positivos que tem apresentado nas equipas da formação. Após ter sido o escolhido para o lugar de Paulo Fonseca, o treinador frisou que a equipa vai lutar para «ganhar os títulos em disputa».

Luís Castro dirigiu-se também aos adeptos portistas, que têm mostrado muito descontentamento com os resultados do clube e que chegaram mesmo a mostrar lenços brancos ao antigo treinador. O técnico portista colocou os adeptos como uma parte integrante do percurso do Porto. E dirigiu-se aos mesmos desta forma: «o apelo é para uma grande dedicação por parte da massa associativa e vamos retribuir com boas exibições, futebol de qualidade e garantimos o empenho de todos, como sempre aconteceu até aqui».

Interino sem definição temporal

Luís Castro atinge neste momento o topo da sua carreira e numa altura em que o Porto precisa de algumas mudanças a nível técnico de forma a pôr fim ao percurso descendente que tem desenhado nos últimos tempos. O novo treinador portista orientou ontem o primeiro treino no Olival, na companhia dos seus auxiliares técnicos, Tavares e Folha. O futuro do treinador não é claro, não estando definido, contratualmente, nenhum parâmetro temporal que deixe antever a duração das suas funções. Seja por alguns dias ou até ao final da época, Luis Castro será o sucessor de Fonseca - a «solução Marco Silva» será trunfo guardado, provavelmente, para o fim da temporada, anulado apenas caso o desempenho de Castro exceda as expectativas.

VAVEL Logo