Castelo de Alvalade posto à prova

Este será o 69º jogo disputado entre as duas equipas no Estádio de Alvalade, e os números dão clara vantagem aos verde e brancos. Cinquenta e cinco vitórias contra onze empates e somente sete derrotas, com a particularidade de na temporada transacta a equipa do Minho, ter somado duas igualdades, nos desafios contra os leões. Esta temporada no jogo da primeira volta a equipa de Leonardo Jardim foi a Guimarães ganhar por 0-1, com um golo de Slimani ao minuto 90’, algo que já não acontecia há três anos e curiosamente pelo mesmo resultado, tendo sido o espanhol Diego Capel o autor do tento solitário. Na última temporada as duas equipas empataram a um golo.

«Guimarães é um adversário de qualidade»

Na antevisão da partida, Leonardo Jardim teceu os mais variados elogios à equipa minhota, mas que o objectivo leonino passa única e exclusivamente pela vitória. «É mais um jogo importante contra um adversário de qualidade. Nos jogos da Luz e do Dragão criou sempre dificuldades e com certeza virá a Alvalade da mesma forma». O técnico madeirense sabe que para derrotar o Vitória Guimarães será necessário desmontar a sua defesa. «É uma equipa com uma grande organização defensiva e que sai em contra-ataque sempre que possível. Nós sabemos dessa qualidade e em casa temos de ter capacidade para desmontar essa organização, para atingir o nosso objectivo, que é vencer».

«Faltam golos»

Rui Vitória acredita que os seus jogadores vão apresentar-se a um bom nível na partida diante do Sporting. «Este será mais um jogo difícil contra um adversário bem orientado. No entanto o Vitória tem dado uma resposta positiva quando joga com equipas mais poderosas». O técnico realçou que o grande problema está na falta de eficácia. «No último jogo fizemos 60 ataques, 28 remates e não marcámos. Tem faltado dar o toque final e marcar golos». Rui Vitória não receia os leões até porque frisa que,«esta época nenhuma equipa nos encostou às cordas ou massacrou».

André Martins é a grande novidade nos convocados do Sporting, depois de ter falhado por lesão o desafio da última jornada contra o Marítimo, devendo regressar ao meio-campo leonino. O onze mais provável passará por Rui Patrício na baliza, com o habitual quarteto defensivo formado por Cédric e Jefferson nas laterais, com Marcos Rojo e Maurício ao meio. No centro do terreno William deve ter a companhia de Adrien Silva e André Martins, com o trio da frente a ser composto por Slimani, que terá nas alas Diego Capel e Carlos Mané.

No lado do Vitória Guimarães, destaque para os regressos de Maazou e Addy e para as ausências por lesão de João Amorim e Pedro Correia. Assim o onze inicial terá Douglas entre os postes, a defesa composta por Addy, Moreno, Paulo Oliveira e Luís Rocha. No meio-campo, André André, Crivellaro e André Santos com o ataque entregue a Barrientos, Maazou e Marco Matias.

Onzes Prováveis

VAVEL Logo