Sevilha x Porto,
Live LoaderVAVEL Live SmallLive Match

E assim termina o sonho europeu do FC Porto. Os dragões deram meia-hora de avanço ao Sevilha e acabaram por pagar caro essa ousadia. Demorou trinta minutos para que os portistas entrassem realmente em jogo, a equipa de Luís Castro foi incapaz de travar a avalanche ofensiva inicial do Sevilha; os andaluzes entraram muito fortes e pressionantes, acercando-se rapidamente da área de Fabiano à procura do golo que empatasse a eliminatória. Unay Emery tinha pedido paciência na procura desse golo, mas a verdade é que o mesmo não demorou muito a chegar; uma entrada fora de tempo de Danilo sobre Bacca e é assinalada grande penalidade. Rakitic, sem grandes dificuldades, fez o primeiro da partida; aquilo que o Porto mais temia demorara apenas 5 minutos a acontecer.

A partir daí, e já sem a ansiedade de empatar a eliminatória, o Sevilha partiu em busca de mais golos, já o FC Porto tentava encontrar-se em campo, mas sem nunca ameaçar a zona defensiva sevilhana; Quaresma, através de lances individuais, era dos poucos que procurava empurrar a equipa para a frente.

Parecia que só o Sevilha estava em campo e os andaluzes conseguiam aproveitar muito bem o total desnorte da defesa portista para semear o pânico perto da baliza de Fabiano. Foi precisamente no guardião brasileiro que nasceu o segundo golo do Sevilha; a reposição em jogo do guarda-redes, encontrou Danilo que perde a bola em zona proibida, Bacca assiste Vitolo que, na cara de Fabiano, fez o segundo dos espanhóis.

Antes que os dragões pudessem reagir a este golpe, eis que outro surge apenas três minutos depois; confusão na área portista, ninguém a conseguir despachar a bola daquela zona e Carlos Bacca, com tempo para receber, rodar e chutar, a fazer o terceiro do Sevilha e a eliminatória ganhava contornos irreversíveis. Só no último quarto-de-hora é que o Porto decidiu jogar futebol; Quaresma, Defour e Herrera criaram boas oportunidades de golo, e davam ideia de um Porto diferente na segunda metade.

Ao intervalo Luís Castro deixou Carlos Eduardo e Varela no balneário, fazendo entrar Quintero e Ricardo. Os dois jogadores trouxeram outro fulgor ao jogo ofensivo dos dragões, um fulgor que parecia crescer com a expulsão de Coke, aos 54 minutos. A partir daí o jogo decorreu por inteiro no meio-campo sevilhano; com mais confiança, o Porto criou ocasiões de golo, mas nessa altura Beto mostrou-se intransponível com duas grandes defesas.

Luís Castro, já na bancada após ter sido expulso, fez entrar Kelvin, a última opção de ataque no seu banco, mas o ataque do Porto continuava desinspirado. O passar dos minutos e algum desgaste físico dos portistas permitiu ao Sevilha passar mais tempo longe da sua baliza, de tal modo que os andaluzes chegaram mesmo ao quarto golo; 79 minutos e nova perda de bola em zona defensiva, a Kevin Gameiro, após primeira defesa de Fabiano, fazer o 4-0, selando ali o destino dos dragões. Quaresma, o mais inconformado dos azuis-e-brancos, acabou por fechar o marcador com o belo remate à entrada da área, um golo que serviu apenas para tentar disfarçar o descalabro da exibição portista.

O FC Porto sai assim da Liga Europa com uma exibição que não reflecte, de modo algum, o trajecto dos dragões nesta prova. Depois de duas eliminatórias vencidas com muito querer e garra, estas parecem ter-se esgotado e o Porto sai de Sevilha vergado a uma goleada e com uma exibição letárgica.

ACABA A PARTIDA NO SÁNCHEZ PIZJUÁN! O PORTO ESTÁ FORA DA LIGA EUROPA!


90+1´GOOOOLO DO PORTO! QUARESMA, (QUEM MAIS?), A REMATAR À ENTRADA DA ÁREA, A BOLA A ENTRAR FORTE E AO ÂNGULO SUPERIOR DIREITO!

Quatro minutos de desconto

86´SUBSTITUIÇÃO NO SEVILHA. SAI RAKITIC, ENTRA TROCHOWSKI


79´GOOOLO DO SEVILHA!! BOLA GANHA NA ESQUERDA, CRUZAMENTO DE VITOLO, FABIANO A DEFENDER Á PRIMEIRA MAS KEVIN GAMEIRO A NA PERDOAR NA RECARGA!

O Porto parece ter baixado de intensidade; o cansaço e a inconsequência prática dos minutos que passam parecem estar a fazer mossa na equipa

75´CARTÃO AMARELO PARA RICARDO POR FALTA SOBRE MBIA

69´SUBSTITUIÇÃO NO SEVILHA! GAMEIRO ENTRA PARA O LUGAR DE BACCA

66´CARTÃO AMARELO PARA BACCA POR SIMULAÇÃO

64´SUBSTITUIÇÃO NO PORTO! KELVIN ENTRA PARA O LUGAR DE DANILO

61´Novamente a baliza de Beto em perigo! Cruzamento da direita, a bola sobra para Quaresma no lado oposto; o extremo remata de primeira e a bola passa a milímetros do poste da baliza sevilhana

As entradas de Ricardo e Quintero vieram animar o jogo dos dragões, que já podiam ter marcado por mais do que uma ocasião. A expulsão de Coke dá total iniciativa de jogo aos azuis-e-brancos, que procuram os dois golos que lhe permitam chegar às meias finais da Liga Europa

56´SUBSTITUIÇÃO NO SEVILHA! ENTRA DIOGO FIGUEIRAS PARA O LUGAR DE REYES

55´Quase o golo do Porto! Remate de Herrera, a bola a sofrer um desvio e Beto a esticar-se e a defender! Grandes reflexos do guardião português

54´COKE FAZ FALTA SOBRE QUARESMA E VÊ O SEGUNDO AMARELO! SEVILHA COM DEZ!

52´Quase o golo do Porto! Quaresma bateu um livre da esquerda, a bola já viajava para o canto superior esquerdo da baliza sevilhana quando Beto a desviou para a barra!

49´O treinador Luís Castro é expulso pelo árbitro Gianluca Rocchi devido a protestos

Começa a segunda parte!!

Dupla substituição ao intervalo no FC Porto. Quintero e Ricardo entram para os lugares de Varela e Carlos Eduardo

Um início de jogo totalmente desastroso coloca o FC Porto em maus lençóis ao intervalo. Tal como era espectável, o Sevilha entrou forte e muito pressionante; apesar disso os portistas pareciam conseguir contrariar essa entrada, contudo, uma entrada fora de tempo de Danilo permitiu ao Sevilha chegar ao tão desejado primeiro golo, igualando assim a eliminatória. Daí para a frente foram os espanhóis a dominarem totalmente a partida, fazendo os dragões passar por um mau bocado. Os andaluzes pressionavam alto e o Porto não conseguia jogar; para além disso os homens de Luís Castro mostravam grandes fragilidades na defesa, tremendo por todos os lados. Em três minutos o Sevilha faz dois golos; uma perda de bola em zona defensiva e passividade na grande área de Fabiano levaram os sevilhanos para uma vantagem de três golos. Foi preciso sofrer três tentos para os dragões se dignarem a atacar; Quaresma, Herrera e Defour foram tentando, e parecem mostrar um FC Porto diferente na segunda parte. Os dragões terão de ser totalmente diferentes se quiser chegar às meias finais!

INTERVALO NO SÁNCHEZ PIZJUÁN!

45+1´Livre em posição perigosa a favor do Porto. Quaresma remata rasteiro e torto

44´Remate de Quaresma que, mesmo pressionado, consegue rematar. A bola saiu um pouco por cima

42´Livre batido por Quaresma, a bola sobra para Defour que, à entrada da área, remata forte mas ao lado

39´Quase o golo do Porto! Livre de Quaresma, a bola a sobrar para Herrera que remata, com a bola a ser desviada ligeiramente por cima da barra

32´QUARESMA E COKE VÊM AMBOS AMARELO APÓS ALGUMA CONFUSÃO APÓS A FALTA DE VARELA

31´CARTÃO AMARELO PARA VARELA POR FALTA SOBRE NAVARRO


Sevilla 3-0 FC Porto Carlos Bacca Goal 10/04/14

29´GOOOOLO DO SEVILHA!! LIVRE BATIDO PARA A ÁREA PORTISTA, MUITA CONFUSÃO E A BOLA A SOBRAR PARA BACCA QUE, COM TEMPO PARA TUDO, FEZ O TERCEIRO!!

28´CARTÃO AMARELO PARA MANGALA POR FALTA SOBRE MBIA


26´GOOOOOLO DO SEVILHA!! PERDA DE BOLA DO PORTO EM ZONA DEFENSIVA, BACCA A ASSITIR VITOLO QUE ENTROU NA ÁREA E FEZ O 2-0!

24´Primeiro lance de perigo na baliza do Sevilha. Quaresma na esquerda a vir para dentro e a rematar forte com Beto a sacudir

Tal como se esperava o Sevilha entrou forte na partida; apesar disso o FC Porto foi conseguindo contrariar esse ímpeto. Todavia, uma imprudência de Danilo levou ao penalty que, neste momento, empata a eliminatória. O jogo parece ter abrandado de ritmo neste momento, contudo o Sevilha continua com a iniciativa de jogo; já o Porto vai tentando suster o ataque andaluz, não se livrando de alguns momentos de aperto.

17´Perigo na bailiza portista! Remate de J.Reyes com Fabiano a voar para uma grande defesa

12´Quase o segundo do Sevilha! Cruzamento da direita e Vittolo a chegar um nada atrasado


Sevilla 1-0 FC Porto (Goal pen. Ivan Rakitic)

5´GOOOOOLO DO SEVILHA! RAKITIC A CONVERTER O PENLATY SEM PROBLEMAS, O SEVILHA EMPATA A ELIMINATÓRIA!

5´Penalty para o Sevilha! Falta de Danilo sobre Bacca!

4´Quase o golo do Sevilha! Bacca ganhou posição sobre Reyes e atirou para defesa de Fabiano!

COMEÇA A PARTIDA! SAIU O PORTO!

20:03. Cerca de 2 mil adeptos portistas nas bancadas

20:02. Equipas já estão no relvado!

19:30. Agora é a vez do Sevilha dar início aos exercícios de aquecimento

19:25. Os dragões já aquecem no relvado do Sánchez Pizjuán

FC Porto: Fabiano, Danilo, Reyes, Mangala e Alex Sandro, Herrera, Carlos Eduardo e Defour, Quaresma, Varela e Ghilas

19:21. Sevilha: Beto, Fazio, Fernando Navarro, Pareja e Carriço, Coke, Mbia e Rakitic, Vitolo, Bacca e J.Reyes

19:20. Já temos os onzes!

19:15.Unay Emery (foto: dn.pt) sublinha a necessidade da sua equipa ter paciência quando procurar dar a volta à eliminatória. «Temos de ser pacientes e trabalhar durante os 90 minutos. Temos de saber dar respostas a tudo o que vier a acontecer. Seria bom para nós se o jogo se prolongasse e tivéssemos oportunidades para ganhar.». O treinador dos sevilhanos enfatizou ainda o forte espírto colectivo necessário para que a sua equipa seja bem sucedida. «A forma como jogamos é mais importante do que tácticas e jogadores. Temos de ser fortes enquanto equipa, criar jogadas de ataque e ter planos defensivos para quando perdermos a bola.».

19:00. No lançamento da partida desta noite, o treinador Luís Castro (foto: uefa.com) afirmou esperar um jogo muito complicado, mas onde a sua equipa não se limitará a defender a vantagem na eliminatória. «É um jogo difícil para as duas equipas. Numa eliminatória, um 1-0 dá esperança às duas equipas. Espero um Sevilha a querer ganhar o jogo e o que eles podem esperar de nós é uma equipa determinada e corajosa. Vamos procurar o golo desde o 1.º minuto.». Em relação ao adversário, e quando questionado acerca de que jogador do Sevilha tiraria de campo para facilitar a tarefa dos dragões, Luís Castro ironizou. «Se pudesse, tirava da equipa do Sevilha de campo e passava já à meia-final. É uma equipa que vale pelo seu todo. Não vou destacar ninguém porque é uma equipa ofensiva e defensivamente muito forte. Estarão em campo duas equipas muito determinadas na conquista da passagem às meias-finais».

18:40. Nos andaluzes, e para além das ausências de Cheryshev e Cristóforo, ambos devido a lesão, a grande ausência é o lateral Alberto Moreno, impedido de jogar por motivos disciplinares. O provável regresso de Fazio ao eixo defensivo deverá levar Fernando Navarro a ocupar a vaga deixada por Moreno na lateral esquerda.

18:30. No que toca a ausências, o FC Porto apresenta duas baixas de peso. O primeiro é Fernando, o médio brasileiro viu dois amarelos no espaço de segundos e acabou expulso da partida da primeira mão. Para o seu lugar, Luís Castro conta com Herrera ou Josué, sendo provável que o técnico portista opte pela utilização do mexicano. A segunda ausência, é a de Jackson Martínez (foto: fcporto.pt), o avançado colombiano viu na primeira-mão o amarelo que o impede de dar o seu contributo à equipa no jogo de hoje. Para o seu lugar irá certamente o argelino Ghilas.

18.10. Durante esta época o FC Porto apenas conta com uma derrota fora de casa; ainda na fase de grupos da Liga dos Campeões, os dragões perderam diante do Atlético de Madrid por 2-0, selando aí o seu destino na competição. Já o Sevilha tem apenas uma derrota em casa na Liga Europa; foi precisamente na eliminatória anterior que a equipa de Unay Emery perdeu por 2-0 diante do rival Bétis de Sevilha, tendo conseguido empatar a elimnatória na segunda mão e vencer nas grandes penalidades. (foto:dailymail.co.uk)

18:00. Mais emblemática ainda foi a história vivida em Sevilha na temporada de 2002/2003. No Estádio Olímpico, o Porto de Mourinho venceu o Celtic de Glasgow por 3-2. O golo de Alenitchev e o bis de Derlei garantiram assim a primeira Taça UEFA do palmarés portista.

17:45. Apesar da escassa vantagem na eliminatória, os portistas têm motivos para estarem confiantes. A história recente de sucesso do FC Porto nas competições europeias passa muito por esta cidade. Na temporada 2010/2011, o FC Porto de André Villas-Boas veio vencer ao Sanchéz Pizjuán por 2-1, na primeira mão dos 16avos de final da Liga Europa. Os golos de Rolando e Guarín deram foram fundamentais para a passagem à ronda seguinte e, consecutivamente, à vitória na competição. (foto:uefa.com)

17:30. Tal como referimos anteriormente, a primeira mão desta eliminatória resultou num triunfo portista por 1-0. O golo solitário de Mangala dá assim uma magra vantagem aos dragões para o encontro desta noite.

17:20. Ao contrário do jogo da primeira mão, ambas as equipas chegam a esta partida oriundas de triunfos nos respectivos campeonatos. O FC Porto recebeu e venceu a Académica por 3-1, enquanto que o Sevilha bateu o Espanhol de Barcelona por claros 4-1.

VAVEL Logo