Benfica enfrenta o colosso Juventus
Benfica enfrente maior desafio da época (Foto montagem: JAFAR)

Benfica enfrenta o colosso Juventus

O Benfica terá de continuar a responder com a qualidade que tem apresentado nos momentos de maior dificuldade para levar de vencida a favorita Juventus.

rafaelreis
Rafael Reis

Resolvido que está o título nacional com a conquista da Liga ZON Sagres, eis que a prioridade para o Benfica será a afirmação internacional que certamente se conseguiria com uma eventual conquista da Liga Europa precisamente um ano depois de este título tão perto ter ficado da bem apetrechada vitrine do Museu Cosme Damião, no qual reside todo o ‘ouro’ alcançado pelas águias na sua história.

Benfica ainda não falhou nos momentos de maiores exigências

Mais do que nunca esta época parece propícia a somar conquistas visto que parece ter sido criado uma equipa para os grandes momentos, verificando-se que em todas as grandes decisões da época até ao momento o conjunto comandado por Jorge Jesus não soçobrou em nenhuma delas.



«Se fôssemos prever o jogo tendo em conta o momento de Benfica e FC Porto, então seria um descalabro. Não devemos fazer isso, o jogo vai ser completamente diferente e as equipas também,» assim declarava o ex-futebolista Manuel Fernandes antes da eliminatória que opôs a equipa lisboeta ao FC Porto pela Taça de Portugal, mais uma grande decisão à qual a equipa respondeu com rotundo sucesso.

Desta vez as águias terão de contrariar o favoritismo que se aponta à Juventus

Desta feita, porém, na eliminatória perante a Juventus a grande diferença residirá no facto de os encarnados não partirem como favoritos, o que não deve ser necessariamente encarado como um factor negativo, uma vez que direcciona grande parte da pressão adjacente aos dois encontros para o colosso italiano que optou mesmo por anunciar o seu favoritismo.

A favor do Benfica joga o facto de terem finalmente terminado as poupanças na Liga Europa uma vez que a Liga se encontra conquistada e a Taça da Liga, cuja semifinal se disputa no próximo Domingo, deverá ser vista como secundária. Assim sendo, deverá esperar-se a melhor equipa possível no que diz respeito ao onze titular na Luz.

Alinhamento titular apresenta como principal dúvida o nome do parceiro de Enzo Perez

Na baliza, como habitual titular Jan Oblak deverá assumir a sua posição, sendo escudado por uma defesa preenchida pelos ‘óbvios’ Maxi Pereira, Luisão e Ezequiel Garay, sendo que na ala canhota se deverá assistir ao retorno de Guilherme Siqueira após ter cumprido castigo na Liga frente ao Olhanense, guardando assim André Almeida para a Taça da Liga e uma muito provável titularidade ante o FC Porto.

No que concerne à intermediária, com a ausência praticamente garantida de Ljubomir Fejsa, o regresso de Rúben Amorim às opções e o bom momento de André Gomes, fica a dúvida sobre quem será o ocupante de uma das posições centrais sabendo-se que o outro lugar estará reservado para Enzo Perez; já nas alas, e com a lesão de Eduardo Salvio, não parecem persistir dúvidas de que Lazar Markovic e Sulejmani serão os escolhidos, já que Nico Gaitán parece estar lesionado.

Para estabelecer contacto com o sérvio e o argentino, tudo indica que a frente de ataque benfiquista conte com a dupla que mais tem feito agitar as redes adversárias, os goleadores Lima e Rodrigo Moreno, ambos a atravessar um momento de forma bastante promissor. Contra as melhores águias colocar-se-á uma vecchia signora de respeito.

Juventus orbitará à volta de planeta Pirlo

Com a tremenda capacidade de desempenhar inigualavelmente o papel de médio defensivo construtor de jogo, Pirlo deverá ser o centro gravitacional da equipa que lidera a Serie A italiana. O italiano experiente terá a função de manipular a visão do jogo, distribuindo a bola para o meio-campo de 5 jogadores, que se encaixam na defesa de três centrais habitualmente apresentada por Conte. Vidal, estrela da companhia, não poderá jogar devido a lesão, ocupando Marchisio o lugar, ao lado de Pogba

A dúvida reside na composição do ataque de Turim: jogará Tévez junto ao possante Llorente, ou Conte preferirá dar velocidade e repentismo ao jogo, colocando o pequeno virtusoso Giovinco perto do antigo jogador do Bilbao?

Onzes prováveis

VAVEL Logo