Futebol de luto por Tito Vilanova
Tito Vilanova morreu ontem na sequência de um cancro detectado o ano passado (Foto: Telegraph)

Futebol de luto por Tito Vilanova

O Mundo do Futebol está de luto. Tito Vilanova morreu ontem depois de uma operação para a remoção do cancro que o afectava desde 2011. O sucessor de Pep Guardiola ficou conhecido pela sua teimosia, pelo seu trabalho e pela sua luta, em vão, contra o cancro que acabou por lhe tirar a vida. O Vavel Portugal faz agora a merecida homenagem aquele que foi um dos Grandes Senhores do Futebol.

mariana-cordeiro-ferreira
Mariana Cordeiro Ferreira

A luta foi travada, a batalha foi perdida. Tito Vilanova morreu ontem aos 45 anos vitíma de cancro da garganta. O «El Marquês» ou o «Míster da Liga dos 100 Pontos» deixou para trás uma vida dedicada ao Futebol, mais que isso, uma vida onde só se via Barcelona, onde só se respirava Barcelona e onde só se sonhava em ser Barcelona. 

Tito Vilanova era o génio na técnica, o atento na defesa e o analista nos lances de ataque. No campeonato espanhol, que conquistou no único ano em que esteve à frente da equipa, Tito ficará marcado, para sempre, como o treinador que fez com o Barcelona chegasse aos 100 pontos. Um feito inédito para a história do Clube e para a História da competição. Agora é ele, Tito Vilanova, que fica na História para contar um dia aos nossos netos, numa luta que sofreu a travar, mas que acabou perdida.

A cadeira de sonho 

Pep Guardiola ia sair e era preciso arranjar alguém à altura e capaz de segurar a equipa. No mesmo dia em que Guardiola oficializou a sua saída do Clube Espanhol, Tito Vilanova, foi chamado para o comando da equipa. Conhecia os cantos à casa, era adjunto de Guardiola e sempre respirou Barcelona desde que se lembrava de existir. Estava então na altura de fazer valer todos os 24 anos passados no Mundo do Futebol. 

Tito chegou, convenceu e venceu. O «Marquês» como ficou conhecido nas equipas onde jogou, fez o que quis da equipa e venceu o campeonato espanhol, mas engane-se quem acha que isto ficou por aqui. Tito não só venceu como ficará para sempre na História do Clube como o treinador que mais pontos conquistou numa temporada à frente do Clube: nada mais, nada menos que 100 pontos. 

Tito Vilanova ergueu o título com a equipa depois do primeiro ano como treinador principal (Foto: Reuters)

E quando tudo parecia correr bem. Eis que chegam as más noticias: o cancro da garganta que Tito havia descoberto um ano antes, voltou a dar sinais de si ainda antes da época 2013/2014 começar. Por questões óbvias, o treinador da equipa Catalã foi obrigado a abandonar o cargo e o lugar foi dado a Gerardo Martino. Contudo, Tito continuava sempre a acreditar que quando melhorasse, tudo voltaria ao nornal e o lugar, no banco de uplentes, lá estaria à sua espera. 

Na carta de despedida ao Clube, Tito deixou as palavras emocionadas de quem se despede do sonho que chegou a concretizar, mas que a doença acabou por obrigar a afastar. Mostrou também a sua paixão pelo Clube e deixou ainda palavras de incentivo aos jogadores que treinou, agradecendo ainda a todos os adeptos do «melhor clube do Mundo, por todo o apoio demonstrado e prestado a mim e à minha família». 

Foto: ADNradio.cl

Acreditar até não poder mais 

Se há coisa que Tito Vilanova desvalorizava era o cancro. O ex-treinador catalão sempre foi positivo em relação os tratamentos e à evolução da doença, chegando até mesmo a dizer que não ia para as sessões de quimioterapia, mas sim para «o escritório». Lutar e acreditar sempre foram as palavras de ordem de Tito Vilanova e mesmo confrontado com o final triste que poderia enfrentar, nunca deixou de ter esperança, nem e acreditar que acabaria por vencer a batalha contra o cancro. 

Tito Vilanova deu entrada no Hospital Quirón, em Barcelona, na quinta-feira, onde iria ser operado ao estomâgo por estar com dificuldades na alimentação. Depois de muitas horas sem notícias, a família deu o veredicto: Tito morreu no bloco operatário e os médicos nada poderam fazer para salvá-lo. Foi a própria familia a tornar o falecimento do ex-treinador público, onde foi pedido respeito e compreensão por parte da imprensa para o momento de dor que atravessam. 

A notícia, foi um murro no estomâgo no Mundo do Futebol e muitas já foram as personalidades conhecidas que mostraram o apoio à família de Tito Vilanova. José Mourinho foi um deles. Mesmo estando agora à frente do Chelsea, o treinado português cruzou-se com Vilanova no campeonato espanhol e em declarações à imprensa disse que «o Mundo do Futebol perdeu um grande homem. O Mundo do Futebol está de luta e fica agora mais triste».Nas redes sociais, é visivel a homenagem de todos os apaixonados do Futebol, aquele que foi, é e será sempre Um Grande Senhor do Futebol. 

VAVEL Logo