Julen Lopetegui apresentado como novo técnico do FC Porto

A confirmação foi dada às 13 horas, altura em que o presidente do FC Porto, Pinto da Costa, surgiu na sala de conferências acompanhado do treinador basco Julen Lopetegui, de 47 anos. O antigo guarda-redes e seleccionador das camadas sub-19, sub-20 e sub-21 foi apresentado como novo técnico portista, esfumando-se assim as dúvidas sobre a sucessão de Paulo Fonseca (despedido a meio da temporada) e do presente técnico, Luis Castro. O clube portista define assim o seu técnico, afastando a hipótese de contratar Marco Silva e optando por um treinador experimentado na vertente da formação: Lopetegui foi duas vezes campeão europeu com a Selecção Espanhola (sub-19 e sub-21).

Como avançou ontem Vavel.com, Lopetegui estava prestes a assinar pelos «dragões» e assim sucedeu: o FC Porto não tinha um técnico de nacionalidade espanhola desde a contratação de Víctor Fernández, na época 2004/2005. Lopetegui quererá, certamente, superar a «performance» do compatriota: à data, o clube nortenho terminou a época na terceira posição e Fernandez foi demitido a várias jornadas do fim da prova. O desafio do basco será o de reestruturar a equipa, dando-lhe a competitividade e poderio táctico que lhe faltaram durante a presente época. O contrato firmado será de três anos.

Perspectiva de ligação duradoura

«Máxima confiança»: foi assim que Pinto da Costa caracterizou a aposta em Lopetegui. «Tem um contrato de três anos porque queremos construir uma equipa sólida, com garantias para os próximos anos», afirmou o carismático líder do Porto, que revelou ainda que Rui Barros integrará a estrutura técnica, enquanto que Luis Castro voltará a capitanear a formação B: «Vai ser colaborador directo como responsável da equipa B, onde fez um bom trabalho».

O recém-chegado treinador afirmou a vontade de triunfar, relevando a prestigiante oportunidade de treinar um clube da alta roda do futebol: «Estar aqui é um prazer, um orgulho e uma grande responsabilidade. É um desafio fantástico, poder defender parte da história deste clube (...) Este clube está habituado a ganhar, exige-se ganhar, e vamos fazer tudo para voltar a ganhar», declarou, agradecendo ao presidente e a Antero Henriques pela aposta nas suas valências.

Rayo, Castilla e dois títulos de campeão europeu

O antigo guarda-redes basco começou a sua carreira de futebolista profissional no Real Sociedad, em 1983/1984. Militou três épocas no Real Madrid B, entremeando o regresso a Madrid (desta feita para a formação principal) com uma passagem curta pelo Las Palmas, em 1988/1989. Seguiram-se Logroñés, Barcelona (onde esteve três épocas) e Rayo Vallecano - no clube de Vallecas, Lopetegui encerrou a sua carreira, depois de cinco temporadas ao serviço, precisamente no ano em que o clube foi despromovido.

O ex-guarda-redes, que brilhou no Logroñés e no Rayo, iniciou a sua carreira de treinador em 2003, orientando os destinos do Rayo, onde criara ligações afectivas fortes. A aventura correu mal e a demissão chegou dez jogos depois. Com uma breve passagem pelo Real Madrid Castilla (2008/2009), Lopetegui ingressou na Selecção espanhola, onde triunfou - sagrou-se campeão europeu sub-19 e sub-21. A contratação do basco poderá, logicamente, indiciar uma nova direcção na política desportiva do clube portista, mais centrada no fomento das pontecialidades da academia.

* Video: direitos reservados ao Porto Canal

VAVEL Logo