Raio-x sobre os possíveis novos campeões
Bernardo Silva poderá ser um dos novos campeões frente ao Porto

Com as contas do título nacional há muito resolvidas, com um encontro frente ao FC Porto sem qualquer interesse competitivo para além de concluir uma quase imaculada temporada de Liga ZON Sagres e acima de tudo com uma final europeia pela frente três dias depois, o Benfica desloca-se ao terreno do seu grande rival, o FC Porto, com uma equipa bem distante daquela que assegurou o título nacional.

Como bónus, a convocatória de Jorge Jesus revela que a águia vai poder mesmo oferecer a algumas das esperanças da sua equipa B a possibilidade de também acrescentarem a conquista da Liga aos seus currículos, ao juntarem-se a um onze inédito no qual pontificarão jogadores menos utilizados como Paulo Lopes, Steven Vitória, Filip Djuricic ou Rogelio Funes Mori.

Jorge Jesus deverá oferecer a vários jovens a possibilidade de se sagrarem campeões

A estes nomes juntar-se-ão alguns dos elementos de confiança de Jorge Jesus como Jardel, Ivan Cavaleiro, André Gomes e André Almeida, tal como os nucleares Lazar Markovic, Enzo Perez e Eduardo Salvio, que não poderão disputar a final da Liga Europa em Turim. Visto que alguns elementos não possuem ainda grande mediatismo junto dos adeptos, passemos à apresentação dos sete jovens que para já se conhecem como ‘possíveis novos campeões’:

Bruno Varela - Possui poucas esperanças de ser um dos escolhidos face à posição que ocupa em campo, guarda-redes, até porque o escolhido para assumir as redes deverá ser o veterano Paulo Lopes. No entanto, pode mesmo dizer-se que o jovem internacional sub-20 por Portugal merecia a oportunidade por se tratar de uma das grandes esperanças do clube encarnado, apontando-se a este jovem o estatuto de principal concorrente para Jan Oblak nos próximos anos.

João Cancelo – Olhando para a convocatória de Jorge Jesus, o talentoso lateral direito não só se sagrará campeão como inclusivamente o fará como titular, com o acréscimo de encontrar Ricardo Quaresma como adversário directo. Desafio difícil? Certamente, mas não impossível para esta jovem promessa que desde idade júnior é apontada à primeira equipa e que terá já gerado o interesse de conjuntos de nomeada como o Borussia de Dortmund ou o Manchester City.

Rui Fonte – Face à posição que ocupa em campo, este jogador formado no Sporting que chegou ao Arsenal em idade juvenil e que na época passada chegou à Luz para pouco depois contrair uma grave lesão terá muitas hipóteses de entrar em campo como suplente utilizado e assim também assegurar a sua faixa de campeão nacional, uma vez que alinha como ponta-de-lança e apenas encontra Funes Mori, que será previsivelmente o escolhido para alinhar como titular, como concorrente na convocatória.

Victor Lindelof – Também este jovem internacional sub-19 pela Suécia reserva para si muitas expectativas de vir a alinhar e assim conquistar o seu primeiro título sénior visto ser muito provavelmente o mais polivalente atleta do Benfica B. Lindelof é capaz de alinhar com semelhante eficácia nas posições de médio defensivo e lateral direito, as posições que tem ocupado com maior regularidade na sua carreira, mas também como defesa central ou até em último caso como médio-ala direito, o que o torna uma arma útil para qualquer fase do encontro.

Rúben Pinto – À imagem de Varela e Cancelo, este médio versátil que pode alinhar como médio mais ofensivo, como 10, 8, adaptável à posição 6 e inclusivamente a ambas as alas ofensivas, também se trata de um produto das escolas benfiquistas, no entanto dois anos mais velho que esses dois companheiros. Todavia, o centrocampista apresenta como justificação para esse adiamento da sua ‘explosão’ uma grave lesão que lhe retirou quase por completo qualquer competição na época passada depois de enquanto júnior ter impressionado e feito mesmo parte de uma digressão realizada pela equipa principal benfiquista na América do Norte.

Bernardo Silva – Visto por muitos como a mais saliente esperança de futuro dentro do plantel do Benfica B, este jovem médio ofensivo que poderá também alinhar mais recuado em posições de transição ou também imiscuir-se, se necessário, numa das alas, será com praticamente toda a certeza um dos escolhidos para alinhar junto da primeira equipa, encontrando-se mesmo em dúvida para alinhar como titular pelo facto de não ser ainda conhecida a escolha de Jesus para o lugar de médio defensivo. Existe mesmo a probabilidade de vir a formar uma dupla de meio-campo com Enzo Perez, que por outro lado poderia tornar a equipa demasiadamente desprotegida em termos defensivos. Para ficar a conhecer pouco antes do apito inicial.

Hélder Costa – Com a presença de Markovic, Salvio e Cavaleiro na convocatória, o jovem extremo vê diminuídas as suas esperanças de utilização. No entanto, face à proximidade da final de Turim poderá ultrapassar este último como primeira alternativa para as alas, dispondo ainda de condições para alinhar como lateral esquerdo se necessário, pelo que poderá ainda aspirar a partilhar com André Almeida esse posto no decorrer do encontro.

VAVEL Logo