Total dá novas asas à Red Bull com novo combustível
(Foto: Formula1.com)

Total dá novas asas à Red Bull com novo combustível

No GP de Espanha, a Total, fornecedor de combustível da Red Bull, entregou à equipa austríaca uma nova mistura de gasolina que permitiu aumentar a potência do motor em 12 cavalos, reduzindo assim a diferença de performance para a Mercedes.

hugopalmeida
Hugo Picado de Almeida

A subida de forma da Red Bull na última prova, o GP de Espanha, deve-se substancialmente a uma nova mistura de combustível desenvolvida pela Total, que permitiu um ganho de 12 cavalos ao motor dos monolugares de Vettel e Ricciardo.

Recorde-se que Daniel Ricciardo foi terceiro classificado em Barcelona, enquanto que o tetracampeão mundial, que partiu em 15º, terminou a prova na 4ª posição.

Afinações na gasolina podem anular a distância para a Mercedes

Para Christian Horner, há ainda trabalho para fazer no que diz respeito aos combustíveis para os novos motores V6 turbo; ideia partilhada pelo chefe do fornecedor de motores Renault, Rob White: «Com os motores turbo, os fornecedores de combustíveis começam do zero, e é por isso que podemos ver estes grandes saltos de performance no início da época.»

De facto, a Mercedes, com combustível da Petronas, seu principal parceiro, assim como acontece com a Force India e a Williams, apresenta clara vantagem sobre a equipas como a McLaren, que alimenta o seu motor Mercedes com gasolina fornecida pela Mobil: «Estamos a falar de [uma diferença de] cerca de 20 cavalos de potência.», garante o Red Bull Christian Horner.

De acordo com a equipa austríaca, esta nova mistura de gasolina permitiu melhorar em três décimos a performance em recta, no circuito da Catalunha, o que ganha especial relevo pois é na velocidade de ponta que os Mercedes se têm distanciado da concorrência.

VAVEL Logo