Maldonado pode ter fim do sonho na F1 à vista
(Foto: Lotus)

Maldonado pode ter fim do sonho na F1 à vista

A época 2014 poderá mesmo ser a última de Maldonado, caso o piloto não encontre um novo patrocinar. Ao fim de quatro anos, tudo indica que o Estado venezuelano deixará de financiar o actual piloto da Lotus.

hugopalmeida
Hugo Picado de Almeida

Pastor Maldonado poderá ter a sua permanência ameaçada na F1, depois do novo Ministro Venezuelano do Desporto, Antonio Alvarez, ter afirmado que «Não haverá nem mais um dólar para o desporto motorizado».

Venezuela fecha a torneira

O piloto venezualano, de 29 anos, tem tido a sua carreira na F1 financiada pela petrolífera estatal PDVSA, e, até à data da sua morte, contava com o apoio pessoal de Hugo Chavez. Mas com a morte do antigo presidente, a grande instabilidade político-social no país e a recente nomeação de um novo Ministro do Desporto, o paradigma parece ter mudado na Venezuela, e o piloto da Lotus arrisca-se assim a ver terminado o seu sonho já no final de 2014. Depois de 3 anos consecutivos na Williams (2011-2013) e da passagem pela Lotus na presente temporada, Maldonado precisaria de arranjar um novo patrocinador para se manter na competição.

A carreira do venezuelano na F1 pode então chegar abruptamente ao fim, e não tanto pelos resultados, ainda que estes tardem em aparecer para o piloto da marca inglesa, mas porque o governo venezuelano anunciou ir cortar os apoios ao desporto motorizado.Nas palavras de Antonio Alvarez, nomeado Ministro do Desporto há cerca de uma semana, «há outras prioridades para o desporto na Venezuela, e seria injusto usar os recursos estatais para disciplinas que não favorecem o desenvolvimento do país.»

VAVEL Logo