Bruno de Carvalho anuncia rescisão com Jardim
Sporting e Jardim seguem caminhos diferentes (Foto: Pedro Pinto)

Bruno de Carvalho oficializou ontem ao fim da tarde a saída de Leonardo Jardim do comando técnico da formação leonina. Numa conferência de imprensa onde o próprio Jardim esteve presente, ao lado do presidente e dos seus coordenadores, Virgilio e Augusto Inácio, o responsável máximo sportinguista anunciou o fim da ligação contratual com o treinador que levou os «leões» ao segundo posto no campeonato nacional, surpreendendo tudo e todos com a regularidade da equipa verde e branca. Na base da separação estará, supostamente, o acentuado interesse do Mónaco nos préstimos de Leonardo Jardim. Jardim deverá assinar pelos monegascos, abandonado um projecto de dois anos que encetou no arranque da temporada 2013/2014.

Fim da unânime parceria 

Tido como a grande aposta de Bruno de Carvalho para a regeneração do mundo desportivo do Sporting, Leonardo Jardim cedo ganhou a aura de treinador talhado para o sucesso. Treinador discreto que assentou como uma luva na política de aproveitamento dos jovens talentos da formação (e da redução de custos global), Jardim arrancou com brio a temporada e angariou vitórias que lhe proporcionaram um estado de graça como há muito não se vivia no reino do leão. No final da época, o segundo posto traduziu o passporte para a liga milionária (objectivo primordial), reforçando o bom trabalho do técnico madeirense. Os milhões russos vindos do Mónaco acabam por roubar Jardim e terminar uma parceiria elogiada por todos os críticos, jornalistas e adeptos. 

«Sentimentos antagónicos» de Jardim

«Neste momento tenho sentimentos antagónicos. Sinto alguma tristeza por deixar o clube que me diz muito e um grupo de trabalho formidável», afirmou o treinador, que prosseguiu, elogiando a união do conjunto leonino: «Mantivemos sempre uma relação unida», apontou. Na despedida, um agradecimento especial ao presidente que nele apostou: «Queria agradecer ao presidente por ter acreditado em nós (...)», disse, não sem depois ressalvar o apoio do universo sportinguista.

Bruno de Carvalho não desvendou novo treinador

Depois de expressar o seu agradecimento pelo trabalho de Jardim, Bruno de Carvalho garantiu que o perfil do novo treinador está bem definido. Garantindo que os reforços (Paulo Oliveira e Slavchev) tiveram o aval da tríade que coordena o futebol do clube (ele próprio, Virgilio e Inácio), o presidente leonino adiou para hoje a revelação de quem será o novo timoneiro técnico do Sporting: tudo aponta para Marco Silva, que se desvinculou do Estoril na semana passada.

VAVEL Logo