Alesi avisa Sauber para ignorar Eddie Jordan
Jean Alesi (Foto: LAT)

Alesi avisa Sauber para ignorar Eddie Jordan

O ex-proprietário da Jordan Grand Prix, em entrevista ao jornal suíço "Blick", aconselhou Peter Sauber a vender a sua equipa de F1. Jean Alesi, ex-piloto de ambas as equipas, tem opinião contrária.

pedro-mendes
Pedro Mendes

O antigo piloto de F1, Jean Alesi, avisou Peter Sauber para não fazer caso das declarações de Eddie Jordan ao jornal "Blick", já que Alesi considera que «para Eddie Jordan, a Fórmula 1 era um negócio, mas para [Peter] Sauber, acima de tudo, é uma paixão.» 

Alesi diz que é preciso «continuar a puxar»

«Não se pode simplesmente desistir ao fim de mais de 20 anos.», Alesi

O francês, que pilotou carros construídos quer pela Sauber quer pela Jordan, acrescentou que um apaixonado pela modalidade como Sauber não pode limitar-se a desistir: «Eu acho que é preciso é continuar a puxar.»

E Jean Alesi deixa ainda um diagnóstico; o que falta à Sauber são duas peças extremamente importantes: os pilotos. «Cada equipa que tem de escolher pilotos pagantes por razões financeiras, eventualmente terá sérios problemas», afirmou o ex-piloto. Note-se que a Sauber tem, neste momento, nos seus quadros o alemão Adrian Sutil e o mexicano Esteban Gutierrez, além do terceiro piloto, que é o holandês Giedo van der Garde.

Jean Alesi, quando competia com as cores da Jordan, em 2001 (Foto: AAP).

«A Sauber está na pior crise que já teve», Jordan

As declarações de Alesi surgem depois de, ontem, Jordan ter aconselhado o seu amigo Peter Sauber a vender a equipa. Segundo o britânico, actualmente comentador da BBC, a Sauber «vive a sua pior crise financeira desde que se formou», em 1993. O irlandês declarou ainda que a decisão de vender, em 2005, a sua própria equipa de F1, foi a melhor coisa que fez na vida, e que a partir dessa altura tem disfrutado mais de cada um dos dias que vive.

Para Jordan, «É óbvio que chegaram [a Sauber] a um ponto em que as coisas não podem continuar assim. Antes que os prejuízos sejam ainda maiores, a melhor solução seria parar e vender a equipa.»

Início de 2014 para esquecer

 A Sauber tem sido considerada por muitos comentadores uma das equipas com pior desempenho deste ano, além de que são conhecidos alguns problemas financeiros no seio da escuderia suíça.

Recorde-se também que, pela primeira vez, na sequência da desistência de ambos os Sauber no GP do Mónaco e do 9º lugar de Jules Bianchi, a Marussia ultrapassou a Sauber no campeonato de construtores. Em 2013, a Sauber foi 7ª no mundial, à frente da Toro Rosso, Williams, Marussia e Caterham, mas este ano ainda não somou qualquer ponto.

VAVEL Logo