Hamilton apanhado em Maranello
Lewis Hamilton (Imagem: Mercedes).

Hamilton apanhado em Maranello

Será que o piloto britânico foi comprar um carro de estrada ou foi tratar de arranjar um monolugar?

fabiocostamendes
Fábio Mendes

Sabe-se que Lewis Hamilton esteve ontem em Maranello, casa da Ferrari. O piloto britânico foi visto nas instalações da Scuderia, mas não se conhece o propósito da visita. É certo que poderá ter sido para comprar um carro da marca italiana, mas as recentes prestações de Kimi Räikkönen, e o fim do contrato de ambos os pilotos em 2015, poderá levar a outras suposições e desencadear algumas movimentações nas equipas. A Ferrari não está contente com Kimi e há vozes que se levantam para que a saída do finlandês se torne uma realidade.

Hamilton pode ser alvo da Ferrari?

Hamilton, por seu lado, com o final de contrato à porta, deverá querer jogar todas as cartas que tem para conseguir um bom acordo na Mercedes, fortalecendo a sua posição na equipa ou avaliando, quem sabe, uma possivel vaga na Ferrari. Não esquecer que Alonso poderá estar de saída para a McLaren (rumor cada vez mais veiculado) e se Kimi não ficar, a Scuderia terá de ir buscar um piloto de top. Hamilton perfila-se agora como opção, mas os boatos de que Vettel poderá rumar a Maranello também já são recorrentes e antigos. De qualquer forma, esta visita, por mais inocente que seja, poderá precipitar algumas movimentações no tabuleiro da F1 que este ano promete uma Silly Season animada. 

De qualquer forma, o campeão do mundo de 2008 não deverá querer sair neste momento da Mercedes. O dominio dos Flechas de Prata neste ano é avassalador e, para o ano que vem, embora se espere um maior equilibrio, a Mercedes deverá continuar a ser a equipa a bater. Como tal, uma mudança para a Ferrari não parece um cenário provável.

Ferrari muito descontente

Já de Maranello chegaram noticias de que a Scuderia está francamente descontente com os resultados da F1, havendo até quem dissesse que a equipa poderia mudar o foco da F1 para a World Endurance Series, algo que será certamente pouco plausivel, uma vez que a Ferrari faz parte de história da F1 e é a sua equipa mais célebre, e a saida da Scuderia não seria bem vista pela grande maioria, dentro e fora dela. Para acalmar os rumores, o presidente da Ferrari, Luca di Montezemolo, já afirmou que a Scuderia se vai manter na F1 e que, a entrar no Endurance Serires, não o fará antes de 2020.

VAVEL Logo
CHAT