4º dia do Mundial: Alerta Messi
(Fonte: http://www.futebolportenho.com.br/)

4º dia do Mundial: Alerta Messi

O quarto dia do Mundial é dia para Lionel Messi, Edin Dzeko e Pogba mostrarem o porquê de serem as grandes figuras das suas selecções, aguçando um pouco mais o apetite de todo o adepto de bom futebol.

pedro-duarte
Pedro Oliveira Duarte

Suíça x Equador, França x Honduras e Argentina x Bósnia são os três jogos que se seguem no dia de hoje. Lionel Messi será concerteza, a figura sobre a qual todos os olhares recairão, na expectativa de que o argentino se exiba ao seu melhor nível.

Suíça x Equador: Duelo que promete ser equilibrado

As duas selecções partem para este duelo com a noção de que o jogo será muito equilibrado. Se por um lado, a Suíça conta com grandes jogadores como Inler e o veloz Shaqiri, o Equador conta com a irreverência do recentemente associado ao Sporting, Jefferson Montero e ainda com Valência, a grande estrela da equipa equatoriana.

(Foto:glbimg.com)

Enquanto que a Suíça conta possivelmente com um meio-campo mais capacitado para reter a posse do esférico, é possível que o Equador faça uso da velocidade e da criatividade dos jogadores mais avançados para procurar espaços na linha defensiva Suíça.

França x Honduras: Combater a inconsistência

Nesta partida, não há qualquer tipo de dúvidas quanto ao grande favorito. No entanto, o calvário da inconsistência tanto exibicional, como de resultados que vem perseguindo a selecção francesa nos últimos anos, pode representar uma barreira psicológica a ultrapassar pelos pupilos de Deschamps. Mesmo sem Ribéry, as estrelas continuam a ser muitas, desde a baliza até à frente de ataque.

(Foto: 4.pictures.zimbio.com)

Aguarda-se uma França dominante, forte e agressiva, diante de uma selecção Hondurenha, “pouco rodada” neste tipo de competições, mas que pode ter a seu favor o condão motivacional de estar a disputar um Campeonato do Mundo.

Argentina x Bósnia: O grande jogo do dia

Esta partida está claramente destacada como a mais empolgante do dia. O factor número um pode ser considerado Lionel Messi. “A Pulga” não teve uma das temporadas mais felizes e os problemas de saúde com o decorrer da partida continuam a importuná-lo. Contudo, todos sabem que num lance, numa finta da qual a bola parece ter cola nos seus pés, o argentino pode resolver um jogo. A grande expectativa prende-se então com a necessidade de verificar se Messi está efetivamente preparado para ter um rendimento elevado durante o Mundial.

(Foto: depor.pe)

A equipa de Sabella deixa de parte as apresentações, visto que os nomes são todos eles nossos conhecidos, especialmente Garay, Enzo Pérez e Marcos Rojo que figuram no campeonato Português.

A selecção da Bósnia por sua vez, conta com Edin Dzeko e Pjanic como grandes figuras de uma selecção que pela primeira vez na história e após alguns dissabores com Portugal nos play-off’s de acesso há quatro anos atrás, chega a uma fase final do Campeonato do Mundo. É previsível que os Argentinos dominem o jogo, mas pelo que se conhece da selecção Bósnia, estes serão um “osso duro de roer”, disputando cada centímetro de campo com a equipa de Messi e companhia.

VAVEL Logo
CHAT