Helena Costa fala em desrespeito na sua saída do Clermont
Helena Costa presta novos esclarecimentos acerca da sua saída do Clermont. (Foto: Butfootballclub.fr)

Helena Costa fala em desrespeito na sua saída do Clermont

Depois das declarações polémicas do presidente do clube francês, portuguesa reage com longo comunicado e afirma que «os motivos pessoais» anteriormente avançados faziam parte do acordo de rescisão alcançado com os gauleses.

andrecunhaoliveira
André Cunha Oliveira

Começou o dia evocando «motivos pessoais» para justificar a sua saída do clube francês, mas as declarações «machistas» e «desrespeitosas» do presidente do Clermont Foot 63 acabaram por merecer de Helena Costa nova reacção a uma notícia que surpreendeu o mundo do futebol.

«É uma mulher. E uma mulher é capaz de fazer com que os homens acreditem em certas coisas. E eu acreditei», afirmou esta terça-feira Claude Michy, depois de já ontem ter classificado a decisão da treinadora portuguesa de «irresponsável». 

Agora, Helena Costa contra-ataca e fala em «total amadorismo» na estrutura do clube francês, acusando o Director-Desportivo Olivier Chavanon de ter iniciado o plano de preparação da pré-época à sua revelia. Esse terá sido aliás o grande passo que levou a treinadora a abandonar o projecto da formação da II divisão de França, depois de as suas queixas em relação à postura de Olivier Chavanon não terem merecido qualquer resposta do presidente Claude Michy.

A nova posição da antiga seleccionadora feminina do Irão e do Qatar, entre outros, é justificada pela própria pela quebra do compromisso assumido pelo clube com os seus empresários de alegar «razões pessoais» para explicar esta saída precoce.

 

 

VAVEL Logo
CHAT