Niki Lauda fala sobre Hamilton e Williams
Niki Lauda, actual Presidente Não-Executivo da Mercedes. (Foto: s/d)

Niki Lauda fala sobre Hamilton e Williams

Niki Lauda, o Presidente Não-Executivo da Mercedes e antigo campeão mundial de Formula 1, deixou algumas declarações em relação aos acontecimentos do GP da Áustria e sobre o próximo grande prémio da Grã-Bretanha.

joao-pereira
João Pereira

O antigo campeão do mundo e actualmente presidente não-executivo da Mercedes fez a sua análise ao rendimento dos Williams no GP da Áustria, e antevê qual será a motivação e atitude de Lewis Hamilton para o seu grande prémio caseiro, no Circuito de Silverstone.

Ritmo da Williams faz soar alguns alarmes

No último GP realizado, apesar de se ter assistido a mais uma dobradinha por parte dos Flecha de Prata, com o vencedor a ser Nico Rosberg, seguindo-se no segundo lugar Lewis Hamilton, verificou-se uma batalha intensa com a dupla de pilotos da Williams (Felipe Massa e Valtteri Bottas), que apenas levou deste duo uma vantagem de 6 segundos. Lauda refere que «o alarme está a tocar devido aos concorrentes estarem mais perto», e acrescenta ainda: «se o alarme toca a tempo significa que se pode fazer algo, mas se ficarmos sentados, o que nõ fizermos pode levar-nos a perder. O que se vai fazer é continuar a desenvolver o monolugar».

Lauda diz que a Mercedes está em luta com a Williams, e a prova disso está, segundo o veterano, nos dados da última corrida: «Quantos segundos estavam atrás de nós no final? Seis segundos. Eles (Hamilton e Rosberg) não andam a brincar quando estão na frente da corrida, andam a lutar entre si e com a Williams. (...) Deram tudo desde o início ao fim, como em todas as outras corridas».

Niki Lauda não está preocupado com Lewis Hamilton (Foto: WRi2).

Hamilton motivado por correr em casa

Em relação ao próximo GP da Grã-Bretanha, o austríaco refere que, apesar da desvantagem do inglês para o companheiro de equipa ser de 29 pontos, aconselhou Hamilton a ignorar qualquer pressão: «Eu disse-lhe para ir a Silverstone e que não se preocupe. Eu não tenho nenhuma dúvida de que vai lá para lutar», disse Lauda. «Eu estou verdadeiramente ansioso por uma boa corrida em Silverstone entre os dois [Rosberg e Hamilton], e penso que ninguém se vai meter no meio deles. Tenho a certeza de que o Lewis vai estar ao seu melhor nível.», confessou o ex-piloto, agora com 65 anos.

Em relação aos recentes rumores de que o inglês estaria a começar a ceder à pressão devido ao erro na qualificação do GP da Áustria, Lauda esclarece que «Ele não está, de forma alguma, perturbado, e não tenho nenhuma necessidade em treiná-lo em tudo. Eu conheço-o há muito tempo e ele considera-se absolutamente perfeito. Não tem nada de errado. Está bastante motivado, não há qualquer preocupação em relação a nada.»

VAVEL Logo