Susie Wolff estreia-se nos treinos livres no GP da Grã-Bretanha
Susie Wolff, piloto de testes da Williams (Foto: Williams).

Susie Wolff estreia-se nos treinos livres no GP da Grã-Bretanha

A piloto de testes da Williams irá realizar a primeira sessão de treinos livres de sexta-feira do Grande Prémio da Grã-Bretanha, o que marcará o regresso de uma senhora a uma sessão oficial de Fórmula 1, depois de ter realizado um teste este ano no circuito de Barcelona, mas dessa feita aos comandos de um FW36.

joao-pereira
João Pereira

Susie Wolff vai tornar-se a primeira mulher numa sessão oficial de Fórmula 1 após 22 anos de interregno. A última vez que uma mulher participou num grande prémio deu-se em 1992, com a italiana Giovanna Amati num monolugar Sauber no Grande Prémio do Brasil.

Wolff nunca escondeu a sua ambição e refere mesmo «o meu objetivo máximo e chegar a Fórmula 1.» (…) «É um caminho longo e duro mas conseguirei». Em relação à sua estreia nos treinos, a piloto britânica menciona, naturalmente, a sua ansiedade: «Estou muito emocionada. É uma grande oportunidade para mim e trabalhei muito para a obter».

A piloto escocesa, com 31 anos, agradeceu à equipa a oportunidade, mas revelou-se calma e segura das suas funções: «Toda a gente pensa que preciso de mostrar se sou rápida, mas não vou fazer saídas de qualificação. Faço parte de uma equipa e tenho de levar por diante o meu programa, tal como Valtteri (Bottas) faria. É muito importante para mim sair do carro inteira.»

Carreira desde as fórmulas e passando pelos carros de Turismo

Tal como o típico piloto de monolugares, Wolff começou a sua formação nos karts, onde obteve alguns resultados de relevo e o primeiro lugar no Campeonato de Kart 24h Médio Oriente, campeã em ambos os campeonatos escoceses (Júnior Intercontinental "A" e a Scottish Open Júnior Intercontinental "A"), sendo ainda nomeada Mulher Piloto Britânica de Kart Racing dois anos seguidos: em 1996 e 1997.

Em 2001 seguiu-se a primeira experiência em fórmulas na série de inverno da Formula Renault inglesa. Concluiu mais três épocas completas neste campeonato até 2004, destacando-se o primeiro pódio em 2003 no circuito de Snetterton, numa corrida ganha por Lewis Hamilton (campeão nesse mesmo ano) e segundo lugar para Tom Sisley. Valeu-lhe ao nomeação para o BRDC McLaren Autosport Young Driver of the Year Award e ganhou também o BRDC Rising Star of the Year.

Na sua última época atingiu o 5ºlugar no campeonato, conquistando três pódios (dois segundos lugares e um terceiro). Teve ainda uma passagem fugaz pela Fórmula 3, mas, devido a uma lesão durante o Inverno, acabou por não conseguir ter a melhor prestação, conquistando apenas dois pontos.

 Esteve durante três épocas na Fórmula Renault, onde batalhou com estrelas como Lewis Hamilton (Foto: susiewolff.com)

DTM

Susie Wolff militou também no competitivo campeonato alemão de turismo entre 2006 e 2012, onde correu sempre com o Mercedes-benz-C-coupe. Nas duas primeiras épocas esteve integrada na equipa Mucke Motorsport, na qual obteve como melhor registo um 9º lugar na pista de Hockenheimring.

As restantes temporadas foram realizadas na Persson Motorsport, onde finalmente conseguiu pontuar (na época de 2010) graças a dois 7º lugares, o primeiro na pista EuroSpeedway Lausitz e o segundo na Adria International Raceway, em Itália.

Susie Wolff no DTM, onde esteve vários anos (Foto: adelaidenow.com.au)

Chegada à Williams

A sua carreira na Fórmula 1 começou em 2012, ao tornar-se piloto de desenvolvimento para a Williams, na altura em que o seu marido e actual director executivo da Mercedes-Benz-Motorsport, Toto Wolff, ainda era accionista da equipa inglesa.

Participou no desenvolvimento dos últimos três monolugares da equipa e as suas boas indicações e resultados foram merecedores para o contrato actual, que é válido por mais dois anos. Além de ter realizado um teste em Barcelona este ano, participou em Julho de 2013 (a bordo de um Williams-Renault) no teste de pilotos jovens em Silverstone. À data, Wolff realizou o 9º melhor tempo, com 1m35.093s, depois de completar 89 voltas. A britânica ficaria a 3.199s do melhor tempo, assinado por Sebastian Vettel.

VAVEL Logo
CHAT