Pole Position para Nico Rosberg em Silverstone
Pódio da qualificação (da esquerda para a direita): Button, Rosberg e Vettel (Foto: Pete Gill, skysports.com)

Pole Position para Nico Rosberg em Silverstone

Nico Rosberg conquistou este sábado a pole position para o GP da Grã-Bretanha. O alemão foi o mais rápido na derradeira sessão de qualificação e garantiu a 4ª pole da temporada e a 8ª da carreira. Ao seu lado na primeira linha da grelha de partida estará o tetracampeão do mundo Sebastian Vettel, logo seguidos pelo inglês Jenson Button.

venancioslb
Pedro Venâncio

Nico Rosberg conquistou a pole position para o GP da Grã-Bretanha, num início de tarde chuvoso no circuito de Silverstone. O alemão garantiu o melhor tempo na sua derradeira volta, após bater o colega Lewis Hamilton, que rodou muito tempo em primeiro mas que partirá apenas em 6º, depois de abortar a sua última volta lançada. Sebastian Vettel será o segundo da grelha e Jenson Button o terceiro.

Ferrari e Williams morrem na Q1

As surpresas na sessão de qualificação em Silverstone começaram logo na Q1. A primeira sessão começou sem chuva e os pilotos optaram pelos pneus intermédios nas primeiras voltas. A preocupação com o estado do tempo era visível entre as equipas que colocaram os seus pilotos a fazer tempos de referência logo nas primeiras voltas a fim de obter tempos suficientes para a passagem à Q2.

Entre a chuva e as bandeiras amarelas, a Ferrari foi relegada para o fim da grelha (Foto: Ferrari).

Após a realização de algumas voltas de aquecimento muitos pilotos voltaram às boxes para trocar os jogos de pneus voltando à pista já com pneus médios. Esta troca de pneus ajudou vários pilotos a melhorar os seus tempos significativamente. O melhor ainda estava para vir e apenas a um minuto do final da primeira sessão foram levantadas bandeiras amarelas na pista. O despiste do Sauber de Adrian Sutil foi um pesadelo para os Williams e para os Ferrari, que surpreendentemente não conseguiram melhorar os seus tempos antes da passagem da bandeira de xadrez.

De fora para a segunda sessão ficaram os Williams de Valtteri Bottas e Felipe Massa, os Ferrari de Fernando Alonso e Kimi Räikkönen e ainda os Caterham de Marcus Ericsson e Kamui Kobayashi. Adrian Sutil acabou também por ficar de fora da Q2 devido ao despiste no final da Q1.

No intervalo das sessões a chuva voltou a Silverstone com mais intensidade e no início da segunda sessão os pilotos voltaram a montar pneus intermédios. Nos 15 minutos da Q2 foram várias as mexidas na grelha, sempre com destaque para os “Flechas de Prata” que, com ou sem chuva, foram os mais rápidos nas primeiras duas sessões. A cinco minutos do final da Q2 a pista tornou-se mais rápida e novamente as equipas optaram pelos pneus médios para melhorar a diferença dos seus tempos. Destaque nesta segunda sessão para os Toro Roso de Jean-Eric Vergne e Daniil Kvyat e para os McLaren de Kevin Magnussen e Jenson Button que viriam a marcar presença na terceira e última sessão do dia.

No último minuto da Q2 voltaram a ser mostradas bandeiras amarelas, desta vez devido à saída de pista de Pastor Maldonado e ao despiste do Sauber de Esteban Gutierrez. Pelo caminho ficaram, para além de Adrian Sutil que não realizou qualquer tempo, os Lotus de Romain Grosjean e Pastor Maldonado, os Marussia de Jules Bianchi e Max Chilton e ainda o Sauber de Gutierrez.

Emoções ao rubro em Silverstone

Hamilton foi dono da pole position, mas um regresso prematuro à box deitou por terra as aspirações do inglês (Foto: BBC).

Os últimos 12 minutos do dia foram de grandes emoções e reviravoltas na grelha. De regresso à pista os pilotos voltaram com pneus médios ainda que a chuva ameaçasse voltar a cair. Perante a situação as equipas apressaram os seus pilotos com objectivo de tirar partido de tempos mais rápidos com a pista menos molhada. A meio da sessão todos os pilotos voltaram às boxes já com poucas expectativas na melhoria dos seus tempos.

Sebastian Vettel, que arrancou para a primeira volta lançada a três minutos do fim, foi uma das grandes surpresas do dia arrecadando o segundo melhor tempo, contra todas as expectativas. O inglês Jenson Button conseguiu a sua melhor qualificação esta época e será terceiro na grelha de partida. A desilusão foi mesmo Lewis Hamilton que, sem voltar à pista, após a paragem nas boxes, viu grande parte da concorrência passar à sua frente, ficando-se pelo sexto melhor tempo.

Sem grande surpresas Nico Rosberg voltou a ser o piloto mais rápido e foi o único piloto a rodar no segundo 35’ na terceira e última sessão, com o tempo de 1:35.766. Em Silverstone será a quarta vez que o alemão partirá da pole position esta temporada.

Grelha de partida do GP da Grã-Bretanha

1 – Nico Rosberg (Mercedes) – 1:35.766

2 – Sebastian Vettel (Red-Bull) – 1:37.386

3 – Jenson Button (McLaren) – 1:38.200

4 – Nico Hulkenberg (Force India) – 1:38.329

5 – Kevin Magnussen (McLaren) – 1:38.417

6 – Lewis Hamilton (Mercedes) – 1:39.232

7 – Sergio Perez (Force India) – 1:40.457

8 – Daniel Ricciardo (Red-Bull) – 1:40.606

9 – Daniil Kvyat (Toro Roso) – 1:40.707

10 - Jean-Eric Vergne (Toro Roso) - 1:40.855

Quem será o primeiro a ver a bandeira axadrezada em Silverstone? Não percas o directo GP da Grã-Bretanha, este domingo, aqui no VAVEL.com, desde as 12h. A corrida terá início às 13h, hora portuguesa.

VAVEL Logo