0-1, min 10, Muller. 0-2, min 22, Klose. 0-3, min 23, Kroos. 0-4, min 25, Kroos. 0-5, min 28, Khedira. 0-6, min 69, Schurrle. 0-7, min 78, Schurrle. 1-7, min 90, Oscar.
Brasil x Alemanha, Copa do Mundo

Brasil x Alemanha, Copa do Mundo

francisco-dias
Francisco Dias
Live LoaderVAVEL Live SmallLive Match

Em nome do VAVEL Portugal agradeço terem acompanhado este directo das meias-finais do Mundial de 2014 e foi sem dúvida uma emissão histórica para o futebol com a Alemanahha a esmagar o Brasil por 1-7, caribando assim o passaporte para a grande final do próximo Domingo. Não perca a transmissão do Argentina x Holanda amanhã, uma vez que é deste jogo que sairá o finalista que irá acompanhar o germânicos, rumo à final. As emoções do Mundial estão ao rubro e estamos cada vez mais perto de descobrir qual será o próximo campeão do Mundo de futebol em selecções.

Para o reinicio da partida, Scolari fez entrar Paulinho e Ramires e os médios até entraram bem na partida, oferecendo alguma dinâmica ao ataque brasileiro.Os canarinhos melhoraram um pouco e beneficiaram do adormecimento geral dos jogadores alemães, nos primeiros 15 minutos. O médio Chelsea, Oscar brindou os adeptos com algumas oportunidades, mas nem ele nem Paulinho conseguiram o intrasponível, Neuer. Perante um Brasil sem chama e já arredado de discutir o resultado, a Alemanha chegou facilmente ao 6º por intermédio de Schurrle que vindo do banco ampliou o massacre batendo assim Júlio César, que pouco ou nada pôde fazer perante tanta acutilância ofensiva.

O endiabrado Schurrle voltaria a fazer das suas pouco depois e ao minuto 78 deixou a marca 7 no resutado para desespero de todo um povo brasileiro, que desde cedo percebeu que chegar à final do Mundial não passaria de uma miragem. Quando todos esperavam o apito final do árbitro mexicano (boa exibição nesta partida), eis que Oscar fez o tento de honra deixando assim o resultado final em 1-7 a favor dos alemães. É a 1ª vez na história que o Brasil sofre 7 golos em casa e é também a 1ª vez que a Alemanha vence os canarinhos em jogos de Mundial.

Depois de uma partida verdadeiramente histórica para o futebol mundial, resta analisar a esmagadora goleada da Alemanha sobre o Brasil por 1-7. O 1º tempo até começou bem para os canarinhos, que nos 10 minutos iniciais estiveram compactos e pressionantes, sempre perto da área alemã. Contudo, aos 10 minutos começava a adivinhar-se o pesadelo para o lado brasileiro com o 1º golo de Muller, que inaugurou o marcador. O alemão fez o seu 5º tento na prova e está apenas a 1 golo de alcançar James. Depois do golo, a Alemanha continuou mais equilibrada com destaque para o papel de Khedira e Schweinsteiger, que serviram de forma preponderante a armada ofensiva composta por Ozil e Kroos.

Ao minuto 22, Klose ampliou a vantagem para 0-2 e com este golo torna-se o melhor marcador de sempre em mundiais de futebol (16 tentos). Enquanto os adeptos alemães festejavam o 2º, já Kroos se preparava para marcar o 3º e ao minuto 23, o alemão começava a desenhar a humilhação que os brasileiros acabariam por sofrer. Dois minutos volvidos e  a chuva de golos continuava e novamente com o médio Kroos bisava no encontro. Ao minuto 28 a defesa do Brasil meteu água mais uma vez e desta feita foi Khedira a aumentar o marcador para 0-5. A exibição da defesa brasileira foi em tudo desastrosa e a ausência de Thiago Silva por castigo foi essencial para retirar solidez e a força na marcação que vinha sido reconhecida à defesa canarinha.

A dupla composta por Dante e David Luíz foi um autêntico marasmo e no caso do central do PSG foi mesmo uma das piores exibições de sempre ao serviço da selecção do seu país, esteve fraco na marcação, desconcentrado na saída para o ataque e displiscente na forma como deixava os avançados alemães entrarem na sua área como bem lhes apetecia.

A ALEMANHA ESTÁ NA FINAL DO MUNDIAL 2014

ACABOU A PARTIDA!

90+1' Remate de David Luíz sem qualquer perigo para a baliza alemã

O melhor jogador do Brasil, Oscar faz o tento de honra dos canarinhos e depois de uma finta fantástica sobre Boateng não teve problemas em bater Neuer pela primeira vez. 

90' GOLO DO BRASIIIIIIIIIIL!

88' Oscar tem a oportunidade de reduzir a diferença mas atira ao lado.

87' A partida caminha para o fim e a humilhação que a Alemanha está a impôr ao Brasil é por demais esmagadora e o aficcionados brasileiros desesperam pelo final da partida.

84' Tentativa de remate por parte de Ramires que com o tiro fraco permitiu a defesa fácil de Neuer.

82' A Alemanha continua a atacar e Schurrle parece estar insaciável , será que vamos ter o 8º?

O endiabrado Schurrle continua a massacrar a mole e frágil defesa brasileira e com um remate feliz leva a contagem para 0-7. Nunca o Brasil tinha sido tão humilhado na sua casa e com certeza que ninguém esperaria tal resultado. Com este golo o avançado alemão faz o seu 3º tento na prova.

78' GOLOOOOOOOOOOOOOOO ALEMANHA!

76' ENTRA: Draxler, SAI: Khedira.

73' Paulinho tem sido mais perigoso do lado brasileiro e com um cruzamento tenso encontrou o guarda-redes Neuer, que defendeu sem problemas.

72' A pouco mais de 15 minutos do final da partida, verifica-se a meia dúzia de golo da Alemanha contra a decepcionante selecção brasileira que espera ansiosamente pelo final da partida.

71' SAI: Fred, ENTRA: Willian.

À 3ª foi de vez e Schurrle bateu finalmente Júlio César fazendo assim o 2º golo no mundial, depois de receber um cruzamento com conta, peso e medida. O alemão apareceu solto de marcação e a dupla David Luiz/Dante demonstrou mais uma vez displiscência na marcação aos avançados germânicos.

69' GOLOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO DA ALEMANHA!

68' CARTÃO AMARELO: Dante.

66' Depois de mais uma cavalgada de Schurrle destaque para Júlio César que mais uma vez ganha o duelo com o extremo alemão.

64' Corrida de Schurrle pela direita que quase chega ao esférico, valeu a boa saída de Júlio César a evitar males maiores. 

61' Marcelo fica a pedir grande penalidade, mas o árbitro mexicano esteve bem e deixou seguir o lance.

60' Belíssima oportunidade para Muller ampliar a vantagem da Alemanha. Muller desenhou um lance de génio e juntamente  com a defesa de Júlio César protagonizou um dos lances mais bonitos desta partida. Depois do grande tiro do alemão, Júlio César defendeu de forma imperiosa evitando o 6º dos germânicos.

59' Ouvem-se assobios no estádio, a Alemanha volta a pressionar o Brasil e os canarinhos estão tristes e sem capacidade de resposta depois das oportunidades falhadas.

58' ENTRA: Schurrle, SAI: Klose.

54' O início do 2º tempo tem sido dominado pelo Brasil que tem conquistado o meio-campo, com destaque para a boa entrada de Paulinho e Ramires que têm servido de forma criteriosa Oscar e Bernard, avizinha-se o golo do Brasil.

53' Extraordinário remate de Paulinho, mas Neuer mais uma vez a ser o herói com uma defesa fantástica.

51' Mais uma grande oportunidade para o Brasil, mas Neuer continua impenetrável.

50' Oscar quase reduz a diferença, mas Neuer defende, desta que foi a 1ª grande oportunidade do Brasil para marcar nesta partida.

49' Lance de Oscar na frente que não teve pernas para os defesas alemães e deixou-se cair na área sem falta.

48' Com a entrada de Paulinho e Ramires, Scolari tenta equilibrar a equipa a meio-campo por forma a evitar sofrer mais golos. 

45' Substituição na Alemanha! SAI: Hummels, ENTRA: Mertesacker.

45' Substituições no lado do Brasil! SAI: Fernandinho, ENTRA: Paulinho. SAI: Hulk, ENTRA: Ramires.

45' Recomeça a partida!

Mais do que a ausência de Neymar é de realçar que Thiago Silva tem feito muita falta na defesa canarinha que com Dante e David Luiz tem sido uma autêntica autoestrada para os atacantes alemães.

Ao intervalo, nem os adeptos alemães mais crentes esperariam que a sua selecção estivesse a bater a anfitriã selecção brasileira por humilhantes 0-5. Os primeiros 10 minutos foram globalmente dominados pelo Brasil que até entrou forte com Bernard e oscar em destaque. À passagem do minuto 10 surgiu o primeiro tento da Alemanha, por intermédio de Muller, que é agora o 2º melhor marcador da copa com 5 golos a apenas um de James. A partir do minuto 20 a loucura abateu-se sobre Belo Horizonte com 4 golos seguidos da máquina demolidora alemã. Destaque para os tiros certeiros de Klose, Kroos por duas vezes e Khedira. Desde 1939 que o Brasil não sofria 5 golos em casa deixando Scolari à beira de um ataque de nervos. Relevo ainda para Klose que com este festejo é agora o melhor marcador de sempre em fases finais de mundiais, destornando assim o brasileiro Ronaldo. O alemão leva agora 16 tentos em todas as fases finais em que participou e parao 2º tempo esperam-se mais oportunidades perante um último reduto brasileiro desorganizado. 

45' INTERVALO NO ESTÁDIO MINEIRÃO!

44' O inconformado Marcelo sobe pelo flanco esquerdo e tentar encontrar Hulk que estava desenquadrado e não conseguiu dar sequência à incursão de Marcelo no ataque

43' Perto do intervalo, a Alemanha baixou um pouco a intensidade e o Brasil tem agora possibilidades de respirar um pouco e tentar assim acordar deste pesadelo.

41' Oscar tenta remar contra a maré, mas está sozinho contra o Mundo e não consegue dar sequência a um bom lance desenhado no flanco esquerdo. 

39' A posse de bola é quase na totalidade para os alemães, os brasileiros não demonstram qualquer tipo de capacidade para responder e os espaços para Alemanha penetrar na defesa brasileira continuam.

Do livre nada resulta, com Ozil a bater por cima em boa posição para alvejar a baliza de Júlio César.

37' Livre perigoso para a Alemanha.

33' Destaque para Khedira, Ozil e Kroos que têm baralhado as marcações de um Brasil desnorteado. Esperam-se mais golos, caso o Brasil não acerte as marcações.

31' O mundo do futebol está incrédulo com o que está acontecer no estádio Mineirão. A Alemanha está a humilhar e a esmagar completamente os canarinhos e já não há estratégia que resista a tamanha desvantagem. Com meia hora de jogo a Alemanha está a vencer 5-0 o Brasil, é inacreditável.

A defesa brasileira está completamente de cabeça perdida e desta feita foi Khedira a mexer com o marcador depois de uma assistência primorosa de Ozil.

28' GOLOOOO DA ALEMANHA!

Grande lance de Khedira que sentou o guardião Júlio César e com classe assistiu o mesmo Kroos que assim bisa na partida. 

25' GOLOOOOOOOOOOOO DA ALEMANHA!

Depois de um cruzamento de Muller, Krtoos aproveita as debilidades da defesa brasileira e começa a soar a humilhação no estádio Mineirão.

23' GOLOOOOOOOOOO!

O histórico ponta de lança alemão acabou de fazer história e é agora o melhor marcador de sempre em fases finais mundiais, com 16 tentos apontados, sendo que é o seu segundo neste campeonato do Brasil. Neste golo o mortífero artilheiro aproveitou uma recarga para bater o guardião Júlio César.

22' É GOLO DE KLOSE! 

22' GOLOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO

21' Remate com pólvora seca de Klose. Fica o registo para um bom contra-ataque da Alemanha

19' A selecção alemã está confortável em vantagem, com destaque para Khedira e Schweinsteigerque têm equilibrado a equipa por forma a evitar as investidas do Brasil. Este conforto poderá permitir aos germânicos partir para o contra-ataque consecutivamente.

17' Bom lance de Oscar que aparece pela primeira vez na partida, mas a defesa alemã está um autêntico muro e não deixa passar nada.

16' A equipa de Scolari tenta pressionar a Alemanha na primeira fase de construção, mas falta objectividade aquandoo da recuperação de bola.

14' A selecção brasileira parece ter acusado o golo sofrido e Hulk tem sido o rosto da indefinição canarinha nas incursões pelo ataque.

10' GOLOOOOOOO ALEMANHA! Toni Kroos cobrou um canto amplamente bem convertido e livre de marcação apareceu Muller que faz assim o seu 5º tento em toda a prova. A Alemanha está em vantagem mesmo contra a corrente de jogo.

9' A pressão do meio-campo alemão está a intensificar-se e o Brasil parece ter mais dificuldades

7' A Alemnanha tenta responder, com Khedira a ensaiar um tiro que não incomodou Júlio César. Aos poucos os germânicos estão a reequilibrar as hostes.

5' O Brasil parece ganhar todos os duelos no meio-campo. Destaque para o duplo pivôt Luíz Gustavo/Fernandinho.

3’ Inclusão de Hulk no ataque, que cruzou. No entanto, Neuer resolve sem problemas.

2’ O primeiro remate da partida, no entanto Marcelo atirou longe do alvo.

1’ Primeiro canto da partida a favorecer o Brasil, os canarinhos entraram mais pressionantes. Bernard parece estar a destacar-se.

1' Rola a bola!

20:32. O onze alemão: Neuer, Howedes, Hummels, Boateng e Lahm, Schweinsteiger, Kroos, Khedira, Muller, Ozil, Klose.

20:31. Do lado do brasil: Julio César; David Luiz; Dante; Maicon e Marcelo, Fernandinho; Luiz Gustavo , Óscar; Bernard, Hulk, Fred. 

20:30. Já temos os onze oficiais!

18:30. O onze provável da Alemanha: Neuer, Lahm, Hummels, Boateng, Höwedes, Khedira, Schweinsteiger, Müller, Kroos, Özil e Klose.

18:20. A formação de Joachim Löw utiliza, a par do Brasil, o sistema táctico de 4x2x3x1, com a variante de apresentar mais soluções no banco, em termos de qualidade/quantidade, o que torna por vezes imprevisível, antever um onze 100% certo. Sem indisponibilidades para esta Meia-Final, destaque no último reduto para um dos melhores guarda-redes do mundo, Neuer e que, juntamente com Hummels (2 golos na competição) a central, fazem desta Alemanha, uma das defesas mais fortes do Mundial. Ainda assim, os laterais são o ponto mais fraco da equipa, mas contam com um trabalho redobrado dos centro-campistas, Khedira e Schweinsteiger, que são dois jogadores fortes tacticamente e, no caso do atleta do Bayern de Munique, ele é também dotado de capacidades técnicas ofensivas, o que torna este duplo pivot decisivo a equilibrar a equipa, da defesa para o ataque, ajudando a compensar as fragilidades dos laterais.

18:15. Na frente de ataque reside a maior imprevisibilidade, uma vez que, tanto Götze como Schürrle e Podolski, poderão perfeitamente entrar nas contas de Joachim Löw, podendo até recorrer à utilização de Müller (4 golos na prova) como ponta-de-lança, deixando Klose no banco, apostando numa linha avançada mais criativa, aproveitando a ausência de Thiago Silva na defesa brasileira, baralhando as marcações de um Brasil, que irá perder capacidades defensivas, com a ausência do central do PSG.

18:10. Esta possibilidade não passa de especulação, uma vez que, quem tem a hipótese de contar com um ponta-de-lança como Klose, que já fez o gosto ao pé neste Mundial, tem tudo, já que este mortífero ponta-de-lança procura quebrar o record dos melhores marcadores de sempre, em todos os Mundiais onde já participou, sendo muitas vezes decisivo, nos grandes jogos, podendo ser o grande trunfo para quebrar a muralha defensiva do Brasil.

18:00. O onze provável do Brasil: Júlio César, Daniel Alves, Dante, David Luiz, Marcelo, Fernandinho, Paulinho, Óscar, Bernard, Hulk e Fred.

17:55. A formação brasileira chega a esta Meia-Final galvanizada pela exibição frente à Colômbia e deverá apresentar o habitual sistema táctico de 4x2x3x1, com a condicionante de não poder contar com Thiago Silva e Neymar. Os pupilos de Scolari terão pela frente o 1º grande teste às suas capacidades, perante uma Alemanha repleta de individualidades mortíferas na frente.

17:50. Os canarinhos terão de alterar um pouco a forma de jogar, na medida em que os laterais têm uma alta propensão ofensiva mas, neste jogo, não podem descompensar defensivamente, uma vez que terão pela frente Özil, Müller, Götze ou Schürrle. Sem Thiago Silva, Dante será o possível titular mas isso torna o reduto brasileiro mais frágil, uma vez que o central do Bayern de Munique, apesar da elevada estatura, denota debilidades técnicas e lentidão de processos, que farão com que David Luiz (2 golos no Mundial) tenha mais cautelas na habitual saída na 1ª fase de construção.

17:45. No meio-campo, Fernandinho e Paulinho, serão o 1º muro para impedir as penetrações dos médios alemães, sendo estes dois centro campistas, dois dos principais obreiros do 4x2x3x1 de Scolari. Na linha da frente, Bernard deverá ser o substituto de Neymar, pela irreverência e técnica que poderá oferecer mas, sem o número 10 e melhor marcador da equipa, caberá a Hulk e Óscar, conduzirem de forma mais incisiva, o ataque que ainda terá como ponta-de-lança, o controverso Fred. Para o Brasil levar de vencida esta Alemanha terá que aproveitar as fragilidades dos defesas laterais germânicos, que são lentos e fracos tecnicamente, o que perante Hulk, Óscar e Bernard, fará antever a abertura de espaços.

17:30. O seleccionador Joachim Löw terá, ao que tudo indica, os 23 à disposição, com registo apenas para uma pequena gripe do central Mertesacker, que não será impeditiva para a sua participação no jogo. O médio Schweinsteiger não participou nas duas últimas sessões de treino, por precaução, desta que é uma das peças basilares da estratégia do técnico alemão, sendo quase certa a sua utilização no onze inicial.

 17:15. Para o sargentão Scolari as dores de cabeça residem no último reduto e na linha da frente, com as ausências confirmadas de Thiago Silva (por castigo) mas, principalmente, da grande estrela da equipa, Neymar, que na sequência de um lance com Zuñiga, teve a infelicidade de partir uma vértebra, que o deixará de fora dos relvados, por tempo ainda indeterminado. O brasileiro é ainda o melhor marcador da equipa com 4 golos e despede-se assim, de forma triste, da Copa no seu país natal.

16:50. Não menos importante para este Brasil x Alemanha, nota de destaque para o juiz da partida, que será o mexicano Marco Rodríguez, de 40 anos, que irá apitar o seu 3º encontro neste Mundial, depois de ter marcado presença nas partidas entre Bélgica e Argélia e entre Itália e Uruguai, sendo um árbitro reconhecido por deixar jogar, adiando ao máximo a mostragem de cartões amarelos.

16:30. Os germânicos tiveram a dura tarefa de eliminar a rejuvenescida França, batendo os gauleses, por escassos 1-0. Num jogo equilibrado, valeu a matreirice germânica que, aliada à experiência e irreverência dos jogadores da frente, fizeram com que Hummels marcasse a diferença, na sequência de um canto, ao cabecear sem hipótese de defesa para Lloris. Do lado gaulês, Benzema foi o mais inconformado, com variadíssimas incursões no ataque mas falhou de forma escandalosa, uma oportunidade no último minuto. O central Hummels foi o herói de uma Alemanha conduzida por Özil, que chega em grande para esta Meia-Final frente ao Brasil. 

16:00. Para chegar a esta Meia-Final, o Brasil teve que ultrapassar a poderosíssima selecção colombiana, nos Quartos-de-Final. A exibição canarinha foi a mais bem conseguida de toda a competição, até ao momento, com os tentos a serem protagonizados, curiosamente, de bola parada, por intermédio de dois centrais, Thiago Silva e David Luiz, que mostraram aos avançados como balançar as redes adversárias. O tento de David Luiz foi o mais bonito do encontro, ao apontar um livre, religiosamente bem cobrado, não dando hipótese ao guardião colombiano. A Colômbia ainda assustou, com a grande penalidade convertida pelo melhor marcador do Mundial James Rodriguez, que ainda assim foi insuficiente para contrariar o poderio brasileiro. 

15:30. A última vitória germânica frente aos brasileiros ocorreu no ano de 2011, num particular que teve lugar no Mercedes Benz Arena. Os alemães derrotaram os brasileiros por 3-2 e, em termos globais, os dois conjuntos apresentavam a mesma base que está a disputar o Mundial 2014. Na Alemanha, os marcadores de serviço foram: Schweinsteiger (g.p.), Mario Götze e Schürrle. Os brasileiros marcaram por intermédio de Robinho (g.p.) e de Neymar. Os dados estão lançados para a Meia-Final deste Mundial, onde se espera um jogo equilibrado e bem disputado.

15:10. A disputar a Taça das Confederações, que antecedia o Mundial de 2006 organizado pela Alemanha, brasileiros e germânicos reuniram-se para mais um emocionante jogo, no estádio Frankenstadion, que o Brasil venceu, tangencialmente, por 3-2. Com a base das equipas a ser praticamente a mesma de 2002, destaque no lado brasileiro para o aparecimento de Kaká, Robinho e Adriano e, do lado alemão, curiosidade para Schweinsteiger e Podolski, que começavam a despoletar no futebol europeu e que são duas peças importantes na actual selecção de Joachim Löw. A colorida vitória brasileira esteve a cargo de Adriano, por duas vezes e de Ronaldinho, de grande penalidade e a redução da desvantagem alemã por Podolski  e Ballack, de grande penalidade.

14: 50. Ainda desta maravilhosa final de 2002, relevo para o embate particular entre os dois técnicos, Scolari e Völler, onde levou a melhor, claramente, a chama e a paixão que Felipão imprime nas suas equipas, em detrimento da frieza e da táctica do seleccionador alemão. Da partida  ficam para a história, os dois tentos de Ronaldo, “o fenómeno” (aos 67 e 79 min.) que coloriram uma exibição estrondosa dos canarinhos, que não deram qualquer tipo de hipótese à Alemanha.

14:40. A partida que todos recordam como sendo a mais gloriosa entre canarinhos e germânicos remonta ao ano de 2002 quando no estádio Yokohama se disputou a empolgante final do Mundial, da Coreia do Sul e do Japão, que os brasileiros venceram incontestavelmente por 2-0. Para a eternidade futebolística ficam nomes como: Cafu e Roberto Carlos, como dois dos laterais mais fantásticos de sempre; Gilberto Silva e Ronaldinho, dois médios dotados de uma classe incomparável e, claro, Rivaldo e Ronaldo, dois goleadores da alta roda que deliciaram todo o povo brasileiro rumo ao penta. Sem grande chama na final, os alemães alinhavam, entre outros, com o que viria a ser o melhor guarda-redes da prova, Oliver Kahn e dois atacantes de nomeada, como Frings e Klose (único jogador que irá repetir a presença neste embate frente ao Brasil).

14:30. A história dita que Brasil e Alemanha já se defrontaram por 21 ocasiões. Desde 1963 até 2014, o Brasil leva clara vantagem ao ter derrotado os alemães por 12 ocasiões, tendo-se verificado 5 empates e apenas 4 triunfos germânicos. É de realçar que, para além da vantagem esmagadora do Brasil, as 4 vitórias que a Alemanha alcançou, nunca se verificaram em jogos oficiais.

14:15. A escolha do palco do encontro entre o Brasil e Alemanha estará à altura de um jogo com tantas credenciais. Com uma capacidade a rondar os 62 mil espectadores, o novíssimo estádio do Mineirão irá receber o seu 6º encontro na Copa do Mundo, depois de ter recebido 4 jogos durante a fase de grupos e, mais recentemente, nos Oitavos-de-Final, o embate entre Brasil e Chile, que os canarinhos venceram nas grandes penalidades. A cidade de Belo Horizonte, tradicionalmente ligada ao desporto-rei, será o foco de todo o mundo do futebol e, a partir das 21 horas, começará a desenhar-se qual o 1º finalista do Mundial 2014. 

Estádio do Mineirão (arquibancadacolorada.com.br)

14:00. A equipa Vavel Portugal convida-o a acompanhar a primeira Meia-Final do campeonato do Mundo 2014. Os apaixonados pelo desporto-rei esperavam por um jogo assim. A final antecipada que todos sonhavam, em causa, um Brasil x Alemanha, que irá incluir no estádio Mineirão, um conjunto astronómico de estrelas, que irá prender todas as atenções, do primeiro ao último minuto. De um lado, David Luiz, Óscar e Hulk, do outro, Özil, Müller e Kroos que, entre outros prometem espectáculo, emoção e muitos outros ingredientes necessários que farão desta partida, a mais empolgante e fabulosa deste Mundial 2014. Acompanhe todas as incidências, a partir das 21 horas, , no Vavel Portugal.

VAVEL Logo
CHAT