Testes de Silverstone: Bianchi coloca a Ferrari pela primeira vez no topo da tabela de tempos
Jules Bianchi é claramente o futuro da Scuderia ( foto:skysportsf1)

O segundo dia de testes no traçado britânico tinha como grande novidade a presença de Bianchi na box da Ferrari. Com Kimi ainda a recuperar do violento acidente, foi o jovem francês a assumir o comando do F14T. E para uma estreia, pode-se dizer que foi muito positiva, algo que se comprova com o melhor tempo cronometrado do dia.

Bianchi concretiza sonho e corresponde

Bianchi admitiu que demorou a adaptar-se ao monolugar, que é muito diferente do que costuma pilotar na Marussia. Mas ainda assim, foi a tempo de destronar Kvyat, que tinha o melhor tempo a 1h do final da sessão, baixando a marca em quase 0.3 seg. O piloto admitiu que foi especial vestir o fato da Scuderia e que gostaria de voltar a fazê-lo como piloto principal, reconhecendo que tem muito a aprender ainda. O seu caminho para a Ferrari poderá, contudo, ser mais curto do que possa pensar. Tem apresentado muita qualidade, este jovem francês.

Atrás de Kvyat apareceu Magnussen que assumiu hoje o comando do MP4/29, seguido de Van der Garde, que teve uma saída de pista violenta, que obrigou ao término da sessão 20 minutos mais cedo devido a necessidade de se repararem as barreiras afectadas.

Hamilton foi 5º, ele que também teve uma saída de pista que levou a mostragem de bandeiras vermelhas obrigando o carro a ficar várias horas na box o que afectou os trabalho previstos pela Mercedes.

Bottas, Chilton e Juncadella ficaram à frente de Vettel, que hoje esteve ao serviço da Pirelli, embora tenha perdido muito tempo com uma troca de motor.

Primeiras impressões das novas rodas

Outro piloto que esteve a trabalhar para a fornecedora de pneus foi Pic, que testou as tão faladas rodas de 18 polegadas. O francês, segundo os relatos, pilotou com as rodas novas e sem o sistema FRIC que está para ser banido da F1 (algo de que falaremos em breve). O francês explicou que a aderência foi muito menor que o habitual, referindo que os pneus são mais reactivos e nervosos. O tamanho dos pneus afectou em muito a aerodinâmica do carro, e como tal a estabilidade foi um problema. Para usar estas rodas será preciso repensar o carro todo, pois o funcionamento dos pneus é completamente diferente. Será um grande desafio, mas só para 2017.

Por fim Julian Leal foi último da tabela, também com problemas no seu Caterham, mas ainda assim reuniu os quilómetros suficientes para a sua superlicença, ainda que para isso Haryanto tenha ficado sem pilotar o monolugar ao contrário do que estava previsto.

Tempos da 2ª sessão de treinos.

Piloto Equipa Tempo Nº de Voltas
Jules Bianchi Ferrari 1:35.262 89
Danil Kvyat Toro Rosso 1:35.544 56
Kevin Magnussen McLaren 1:35.593 91
Geido van der Garde Sauber 1:36.327 84
Lewis Hamilton Mercedes 1:36.680 47
Valteri Bottas Williams 1:37.193 40
Max Chilton Marussia 1:37.359 77
Daneil Juncadella Force India 1:37.449 52
Sebastian Vettel Red Bull 1:39.410 76
Charles Pic Lotus 1:41.906 38
Julian Leal Caterham 1:42.635 51
VAVEL Logo