Contador é baixa na chegada em alto de Nibali
Vincenzo Nibali foi o primeiro a conquistar La Planche des Belles Filles, em 04h 27' 26'' (Foto: Tour de France).

Contador é baixa na chegada em alto de Nibali

Vincenzo Nibali recuperou a camisola amarela. Foi o primeiro da etapa 10 deste Tour de France, dia marcado pelo abandono de um dos candidatos à vitória, Alberto Contador. Rui Costa entrou no top 10. O português da Lampre-Merida é agora 9º da geral.

hugopalmeida
Hugo Picado de Almeida

Vincenzo Nibali (Astana) recuperou a liderança do Tour de France, que ontem havia cedido ao francês Tony Gallopin, da Lotto-Belisol. Na 10ª etapa, que partiu de Mulhouse e que foi longamente acompanhada pela chuva, o italiano chegou isolado a La Planche des Belles Filles, um dos cumes históricos do Tour.

No dia de França, um italiano sobe mais alto

Nibali, que encabeçou o pelotão durante quase toda a etapa, destacou-se já nos quilómetros finais, para sozinho ir agarrar uma fuga que chegou a ter mais de quatro minutos do grupo principal. Foi já à entrada do último quilómetro que o italiano encontrou e deixou para trás o homem da Katusha, Joaquim Rodriguez, que vinha isolado.

Rodriguez (à esquerda) será o novo líder da montanha a partir de hoje (ASO/G.Demouveaux)

O espanhol, que liderou a etapa desde o Col des Chevrères, penúltima subida do dia, e que assim se torna o líder da montanha neste Tour, foi ultrapassado já nos últimos dois quilómetros, quer pelo vencedor Nibali quer por um pequeno grupo de perseguidores, entre quem se contavam Thibaut Pinot (Française des Jeux), Alejandro Valverde (Movistar), Péraud e Romain Bardet, ambos da AG2R. No aniversário da Tomada da Bastilha, símbolo maior da Revolução e República francesas, os ciclistas gauleses desde cedo tentaram chamar a si o protagonismo, ainda que não tenham sido capazes de ombrear com Nibali.

Depois de Froome, a despedida de Contador

O dia ficou indelevemente marcado por uma queda a 77km do fim, com o abandono de Alberto Contador. Após uma queda grave a cerca de 85kms do final, o espanhol, que era 9º na geral, a 4'08'' do líder Tony Gallopin (Lotto-Belisol), ficou com cerca de oito minutos de atraso para os fugitivos, e mais de quatro para o pelotão. O ciclista da Tinkoff-Saxo recebeu assistência médica na estrada e ainda contou com o apoio de alguns colegas de equipa, que abandonaram as suas posições no pelotão para vir buscar o seu chefe de fila à traseira da corrida, mas ao cabo de alguns quilómetros o vencedor do Tour em 2007 e 2009 acabou mesmo por desistir. 

Destinos contrários para Rui Costa e Tiago Machado

Os dois portugueses que entravam no último dia da primeira semana do Tour mais bem classificados eram Rui Costa (11º) e Tiago Machado (3º). A sorte, porém, não sorriu da mesma forma a um e a outro.

A 100kms da meta, Tiago Machado (NetApp-Endura), que entrava na 10ª etapa num excelente 3º lugar, cairia logo na descida do Petit Ballon, segunda subida do dia e a primeira de primeira categoria do Tour 2014. Os canais oficiais da prova chegaram a dar conta do abandono do português, mas Tiago Machado regressou à bicicleta e retomou a corrida. Seria, contudo, o último a cruzar a meta, a 43'06'' de Nibali. Machado é agora 47º da geral. 

Rui Costa continua em bom plano, sempre presente na frente do pelotão, e terminou a apenas 1'05'' de Nibali, entrando assim no top 10: é agora 9º, a 3'58'' do líder da geral. O ciclista português que chefia a Lampre-Merida está apenas a 1'11'' do pódio, e hoje beneficiou do abandono de Contador, da queda de Tiago Machado e do atraso de Gallopin, que hoje envergou e perdeu a camisola amarela.

VAVEL Logo
CHAT