Mclaren pressionada
Eric Boullier espera um resultado positivo na Húngria (foto: WRI 2)

Mclaren pressionada

Com mais um inicio de época para esquecer, Eric Boullier avisa que os próximos 6 meses são «críticos».

pedro-mendes
Pedro Mendes

A Mclaren é uma das mais antigas e vencedores equipas do paddock actual, mas desde 1998 que não vence o Campeonato de Construtores e nos últimos dois anos tem acabado a época fora do "pódio". Este ano, não deve ser melhor.

Ron Dennis, o dono da equipa, assumiu no inicio da época, novamente o controlo da equipa, deixando apenas a gestão em corrida para Eric Boullier, vindo da Lotus e avisou que o construtor não poderia competir com as equipas do meia da tabela. Despediu o antigo chefe de equipa, contratou o "braço direito" de Newey na Red Bull, Peter Prodromou. A dupla de pilotos também sofreu alterações: Perez saiu e Kevin Magnussen, piloto vindo do programa de jovens pilotos da marca, assumiu o lugar vago e juntou-se a Button, um dos pilotos mais experiente do Grande Circo.

Promessas por cumprir

A verdade é que para já a Mclaren não tem conseguido chegar ao topo. Os ensaios de pré-temporada deram alguma esperança aos fãs da marca inglesa, mas quando começou a competição a sério, o monolugar não se mostrou competitivo. 

Jenson Button ocupa actualmente o 8º lugar da tabela de pilotos e o seu colega, Magnussen o 9º lugar. A equipa está dois pontos atrás da Force India, na tabela de construtores, em 6º lugar. 

A marca ainda utiliza os motores Mercedes, mas para o ano está assegurada autilização de motores Honda, num regresso muito esperado da marca nipónica à F1. Correm rumores que os japoneses estão preocupados com a falta de competitividade do modelo deste ano. Por isso os britãnicos quererão mudar a opinião dos asiáticos e Eric Boullier, depois do G.P. da Alemanha, veio a terreiro avisar que os próximos meses serão «críticos».

Melhores prestações a caminho

Na Alemanha, os pilotos da Mclaren estiveram bem, visto que Magnussen esteve envolvido no acidente com Massa na primeira curva da primera volta, ficando ainda a 10 seg. do último carro e chegou ao fim da corrida em 9º. Button subiu na largada e terminou em 8º, depois de se ter qualificado em 11º lugar. Mas não é o suficente para uma equipa com o pedegree da Mclaren.

Eric Boullier disse que na Hungria (próximo G.P.) «a Mclaren tem um recorde fantástico - vencemos 11 grandes prémios lá». Continua, avisando que não pensa que possam ganhar a prova húngara, mas «viajamos para Budapeste sentindo-nos encorajados pelas nossas recentes performances. Sei que temos ainda muito para fazer, mas existe o sentimento generalizado que toda a motivação da equipa está a crescer.»

pausa de Verão que se aproxima poderá também ajudar nas melhorias que são necessárias ao monolugar: «É sempre benéfico chegar à pausa de Verão com um resultado positivo, por isso vamos tentar de tudo para fazer mesmo isso; ainda mais importante, é essencial mantermos a nossa concentração e determinação no desenvolvimento do carro. Os próximos 6 meses serão críticos para toda a gente na Mclaren (...)»

Ficamos à espera de uma "nova" Mclaren, mais motivada e concentrada nos bons resultados. Sabe-se também que em relação ao acidente entre Magnussen e Massa, na última prova, o dinamarquês da Mclaren foi absolvido por parte dos comissários.

VAVEL Logo
CHAT