Brahimi é reforço e já treina de dragão ao peito
Brahimi é reforço para o meio-campo azul e branco (zimbio.com)

Brahimi é reforço e já treina de dragão ao peito

O Futebol Clube do Porto confirmou, esta Quarta-feira, a aquisição do argelino Brahimi por 5 épocas. O médio ofensivo veio do Granada depois de ter dado nas vistas no Mundial do Brasil e custou aos cofres dos azuis e brancos cerca de 6,5 milhões de euros, tendo já feito parte da sessão de treino desta manhã, com os restantes companheiros.

francisco-dias
Francisco Dias

As negociações com o Granada estavam num impasse mas, esta Quarta-feira, o Porto garantiu mesmo a compra do tecnicista Brahimi para as próximas 5 temporadas, desembolsando cerca de 6,5 milhões de euros. O internacional argelino deu nas vistas no Mundial do Brasil e, aos 24 anos, dá um grande passo na sua carreira, sendo reconhecido por ser evoluído no drible e na capacidade de passe. Depois de Casemiro, Adrián López e Tello, o Porto volta a recorrer ao campeonato espanhol para reforçar o plantel e, com Brahimi, a influência do treinador do país vizinho é cada vez mais evidente.

Depois do Granada, Brahimi quer explodir no Dragão

O jovem Brahimi de 24 anos ingressa no clube da Invicta depois de ter iniciado a sua carreira no emblema francês do Rennes. O mago centro campista ganhou notoriedade em solo francês, entre 2009 e 2013 e rumou ao Granada por empréstimo, na temporada de 2012/2013, acabando o clube espanhol por adquirir completamente o passe do jogador, na temporada passada. Enquanto jogou no clube espanhol, o argelino disputou 62 partidas, balanceando as redes adversárias por apenas 3 ocasiões.

No Mundial do Brasil, o número 10 foi, a par de Slimani, um dos jogadores mais influentes para a Argélia se qualificar para os Oitavos-de-Final e nas 3 partidas que disputou, destaque para o golo marcado à Coreia do Sul, na 2ª jornada da Fase de Grupos.

Mais um “espanhol” a rumar ao Dragão

Depois de Tello (Barcelona), Adrián López (Atlético de Madrid), Casemiro (Real Madrid), chega a vez de Brahimi, vindo do Granada, para completar um leque de jogadores oriundos do futebol espanhol, que Lopetegui minuciosamente escolheu. A base do novo Dragão 2014/2015 começa a formar-se com um núcleo forte e a estratégia de Pinto da Costa em ter contratado o técnico do país vizinho não terá sido, de todo, ao acaso. O médio ofensivo Brahimi é apelidado no seu país de “rei do drible” e uma “máquina no corredor central”. Na selecção argelina e nos clubes que já representou, o atleta denota uma classe e uma imprevisibilidade na finta que concilia com uma visão de jogo extraordinária, que faz dele um jogador que alinha para o colectivo, tendo como principal lacuna a pouca eficácia na concretização.

Os adeptos portistas poderão ver o novo reforço em acção no próximo Domingo, frente ao St. Étienne e é com ambição que o argelino encara esta nova experiência: «Escolhi o FC Porto porque é um grande clube com uma história enorme. Para mim é muito importante estar num clube que joga para ganhar títulos. É o clube ideal para progredir e para subir de nível. (…) Posso garantir que vou ajudar a equipa ofensivamente e defensivamente também, mas muito mais em termos ofensivos. A minha postura em campo é a de jogar para os outros, quero ajudar a equipa com assistências ou até mesmo marcar golos. Estou aqui para aprender também com os restantes jogadores, com o treinador e com todos, porque é um nível superior ao Granada.»

VAVEL Logo
CHAT