«O Sporting não cede a chantagens, interesses de agentes e de fundos»
Bruno de Carvalho ataca fundos e agentes (Foto: Daniel Rocha)

«O Sporting não cede a chantagens, interesses de agentes e de fundos»

Numa entrevista contundente e explícita, o presidente do Sporting explicou ontem que Rojo e Slimani estão sob alçada disciplinar e garantiu que não jogarão a primeira jornada da liga.

vavel
VAVEL

Sem rodeios nem hesitações, Bruno de Carvalho abordou a polémica em volta dos mundialistas Marcos Rojo e Islam Slimani. Ontem, numa entrevista dada à Sporting TV, o presidente leonino encarou o problema sem tabus, esclarecendo que ambos os jogadores estão sob «alçada disciplinar dura» e que não serão opção para Marco Silva na jornada inaugural da liga.

Na génese dos processos disciplinares estão dois braços-de-ferro entre os jogadores e a entidade que os emprega, o Sporting: Rojo recebeu uma proposta do Manchester United (alegadamente, 20 milhões pelo seu passe) e Slimani terá à sua espera, em Leicester, um ordenado três vezes maior que o que aufere actualmente. Ambos quererão mudar o seu futuro (o argentino quer sair e o argelino pretende um substancial aumento salarial) e, segundo Bruno de Carvalho, o clube estará a ser alvo de «pressões» externas.

«Estão sob a alçada disciplinar do Sporting. A ambos falta cumprir três anos de contrato. Têm contrato. Depois têm expectativas. O Sporting não cede a chantagens, pressões, interesses de agentes e muito menos de fundos. Não cede a atitudes de interesses que desrespeitam o clube», explicou assertivamente, censurando a falta de profissionalismo de ambos, e dando, por isso, um claro aviso ao restante grupo de trabalho.

«Nem na A, nem B, nem C. Ambos os jogadores tomaram decisões que lhes provocaram uma situação de indisciplina acentuada dentro do Sporting. Um recado à navegação. Todo o jogador que não siga as regras do clube, esses dois ou outros, podem ter as pretensões e as vontades todas, mas com esta direção a situação complica-se», afirmou.

«O Sporting não advoga nenhum género de vedetismo. O Sporting age da mesma maneira com um jogador que foi ao Mundial, que não foi ao Mundial, ou que tenha propostas de milhões ou que não tenha proposta nenhuma. Mais importante que ter um grupo de jogadores, é ter um grupo de trabalho que se sinta preparado. Há dois jogadores que não compreenderam as alterações que foram feitas no Sporting», declarou Bruno de Carvalho, tendo assegurado ainda que os dois internacionais não defrontarão a Académica.

VAVEL Logo
CHAT