Porto x Marítimo, directo

Porto x Marítimo, directo

francisco-dias
Francisco Dias
Live LoaderVAVEL Live SmallLive Match

 O Porto some os primeiros 3 pontos da Liga e da parte do VAVEL Portugal é tudo, não pode perder as emissões de Sábado e Domingo com a entrada em campo de Sporting e Benfica que irão jogar respectivamente com Académica e Paços de Ferreira nesta 1ª jornada de um campeoato que se espera equilibrado, emotivo e  empolgante até à última jornada sempre com a cobertura do VAVEL Portugal.

A partida inaugural do campeonato ditou a vitória justíssima do Porto por 2-0 frente ao Marítimo e começa assim a caminhada dos azuis e brancos rumo ao título de campeão. Numa 1ª parte completamente dominada pelos dragões, destaque para a grande surpresa Rúben Neves que aos 17 anos deslumbrou as bancadas do dragão e teve o ponto alto da sua exibição ao minuto 11 quando o centro-campista fez o gosto ao pé marcando o 1º golo da presente edição do campeonato 2014/2015. Outros destaques do Porto, na defesa Indi (forte na marcação e rápido nas antecipações) e no ataque Brahimi (lances de génio, fintas de craque e a certeza de que será um caso sério para esta temporada).

O 2º tempo chegou e à imagem do que fez na 1ª parte, o Marítimo nunca conseguiu incomodar realmente o guardião Fabiano e Leonel Pontes terá ainda muito trabalho pela frente para alcançar o objectivo de chegar às competições europeias. Falta qualidade na frente e creatividade para surpreender as defesas contrárias. O Porto esteve sempre mais perto do 2º golo, do que o Marítmo do 1º e neste segundo período foi Quaresma, Óliver Torres e Tello a desequilibrarem a desamparada e frágil defesa do Marítimo. Já perto do fim e mesmo tendo passado ao lado do jogo, Jackson Martínez não perdoo e balanceou as redes de Sallin pela 2ª vez. 

ACABOU A PARTIDA!

Foi tarde mas Cha cha não perdoa e depois de uma jogada bem desenhada por Danilo a bola sobra para o colombiano que de forma oportuna faz o 2º celando assim uma vitória justa e sólida dos azuis e brancos.

90+3' GOLOOOOOOO DE JACKSON!

90+1' Que obra prima de Óliver a tirar vários adversários do caminho servindo o ex-Estoril Evandro que teve perto de fazer o gosto ao pé. 

Vão jogar-se mais 4 minutos no dragão.

87' Depois de um lance de Tello, o esférico ressalta no defesa do Marítimo e os dragões ganham mais um canto, que desperdiçam uma vez mais.

84' O Porto está mais perto do 2º do que o Marítimo do empate, com destaque para Óliver Torres e Quaresma que têm feito maldades à frágil defesa verde-rubra.

O técnico madeirense aposta tudo para chegar ao empate e conta agora com a torre ex-Guimarães para chegar a esse objectivo. 

82' ENTRA: Maazou, SAI: Rúben Ferreira. 

81' Tello acabado de entrar começa logo a fazer estragos e com um remate potente esteve perto de fazer o 2º dos dragões. 

79' ENTRA: Tello, SAI: Brahimi.

77' Quaresma para cobrir o livre e o mágico a atirar em força com o esférico a embater na barreira. Ganha canto do Porto. 

75' Livre perigoso a favor do Porto. Falta feia sobre Brahimi, pode levar grande perigo à baliza de Sallin.

Foi o aplauso da noite no dragão com a saída do herói até ao momento, Rúben Neves, que aos 17 anos marcou o golo que faz a diferença .

73' SAI: Rúben Neves, ENTRA: Evandro.

72' ENTRA: Kukula, SAI: Edgar Costa.

70' Lance magistral de Brahimi que continua a encantar as bancadas do dragão e com um cruzamento tenso a procurar Jackson, valeu o defesa da Madeira a cortar para canto. Do canto nada resulta.

68' Tentiva frustrada de trivela de Quaresma que perdeu assim a oportunidade de alvejar a baliza do Marítimo com êxito.

Saí o apagadíssimo Bruno Gallo e para o seu lugar entra Weeks para mexer um pouco com ataque maritimista.

65' ENTRA: Weeks, SAÍ: Bruno Gallo.

64' Canto para o Porto, mais uma trivela de Quaresmaque encontrou Jackson que atirou frouxo e sem perigo.

62' Brahimi entende-se bem com Quaresma e o Harry Potter cruza de trivela com a magia habitual que encontrou Jackson Martínez e o colombiano esteve perto de aumentar a vantagem com um remate acrobático.

60' O Marítimo precisa claramente de um médio mais criativo e veloz na frente e até ao momento Fabiano ainda não foi incomodado pelo tímido ataque verde-rubro. 

Entrada duríssima de Gegé por trás que poderia pôr em causa a integridade física de Jackson Martínez.

57' CARTÃO AMARELO para Gegé.

O médio ex-Real Madrid, Casemiro entra para render o desgastado Herrera eo brasileiro será agora o grande suporte para juntamente com Rúben Neves equilibrarem e dinamizarem o jogo azul e branco.

56' SAI: Herrera, ENTRA: Casemiro.

55' Subida supersónica de Alex Sandro que ganha o 1º canto da 2ª parte.

54' Casemiro prepara-se para entrar na partida, Lopetegui quererá voltar a dominar o meio-campo que tem vindo a perder nesta 2ª parte.

51' O Porto baixa a intensidade e o Maítimo começa timidamente a acreditar que pode chegar ao empate. Com relevo para Danilo Pereira e Dyego Sousa.

50' Livre a favor do Marítmo o jogo está durinho , na sequência do livre Gegé não aproveitou a boa posição na área portista.

49' Primeiro remate do Marítimo na 2ª parte por intermédio de Danilo Pereira que falhou o alvo por pouco.

48' Neste início de 2º tempo temos assistido a um jogo um pouco mais agressivo com algumas faltas a sucederem-se.

46' O Porto regresa forte e pressionante de forma a chegar o mais rapidamente possível ao golo da tranquilidade. 

45' Recomeça a partida no dragão!

Na estreia da Liga 2014/2015, Porto e Marítimo têm praticado bom futebol com maior destaque para os azuis e brancos, que dominaram territorialmente a partida desde o primeiro minuto, sem que o Marítimo demonstra-se qualquer argumento para contrariar a supremacia dos invictos. A grande surpresa no onze do treinador Lopetegui, Rúben Neves tem superado as expectativas a actuar como médio-defensivo e ao minuto 11 o jovem de 17 anos fez a diferença apontando o único golo até ao momento. O outro grande destaque portista é o reforço Brahimi que tem deslumbrado com fintas e dribles deliciosos valendo a aposta dos responsáveis dos dragões. O Marítimo teve poucas oportunidades de chegar à baliza de Fabiano e precisa de trabalhar mais para contrariar o meio-campo azul e branco. O único destaque é Dyego Sousa que ainda assim não tem sido suficiente para  chegar à igualdade. Para a 2ª parte espera-se um Porto igualmente compacto e dinâmico, a procurar o 2º golo que a avaliar pela 1ª parte será uma inevitabilidade.

INTERVALO

45+1' Última oportunidade para o Porto aumentar a vatangem , canto para o flanco direito, no entanto a defesa madeirense defende sem problemas.

42' Brahimi está endiabradoe mostra dotes artisiticos espantosos, que mais uma vez ficaram perto de resultar em golo. O ex-granada é a par de Rúben Neves o grande destaque do Porto.

40' Fora de jogo duvidoso de Dyego Sousa que estava em boa posição, poderia ter empatado a partida.

38' Canto para o Porto, Danilo na marcação e mais uma vez Indi perto de fazer o gosto ao pé.

36' O Porto controla a partida a seu belo prazer com as linhas muito juntas sobressaindo uma entre-ajuda entre sectores que torna o futebol portista seguro e irreverente na frente de ataque. 

34' Na sequência de mais um lance mágico de Brahimi, o esférica sobra para Quaresma que falha mais uma vez o alvo. 

32' Edgar Costa esteve pertíssimo de igualar a partida, grande corte de Alex Sandro para canto.

31' Extraordinária classe e técnica de Danilo, fintas fantásticas que abriram espaço ao remate do brasileiro que ficou perto de aumentar o activo.

28' O Porto está com uma posse de bola esmagadora massacrando o Marítimo (71%/29%).

27' Entendimento perfeito entre Danilo e Quaresma que desenharam um lance bonito valendo um corte na hora H do último reduto maritimista.

Com 25 minutos de jogo é notória a diferença da intensidade do jogo de meio-campo portista em relação à época passada, com uma pressão alta assinalável com destaque para Rúben Neves e Herrera.

23' O defesa Martins Indi manteve a posição de ataque, depois do canto e alvejou a baliza do Marítimo. Espera-se o 2º tento do Porto.

22' Pequena paragem no encontro, o esférico voltará a rolar na sequência de um canto para o Porto.

19' Mais um remate da jovem pérola dos dragões, Rúben Neves apanha o esférico a saltitar valeu a defesa do Marítimo a ceder mais um canto para os da casa.

18' Lance interessante de Fransérgio, que rematou colocado mas fraco valendo a defesa de Fabiano.

117' O Marítmo instala-se no meio-campo azul e branco e ganha mais um canto no flanco esquerdo.

15' O Marítimo responde ao golo sofrido e Dyego Sousa procurou pela primeira vez a baliza de Fabiano valendo a defesa do brasileiro ao tiro do maritimista.

É golo do jovem Rúben Neves. Na sequência de um canto, o jovem dragão surpreendeu todo o estádio e com um remate cruzado repleto de intenção, abre assim o activo e aos 17 anos torna-se o jogador mais jovem a marcar o 1º golo do campeonato.

11' GOLOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO DO PORTO!

10'  Bom lance do Porto, valeu o corte de Gegé a ceder canto para o Porto.

8' A pouco e pouco, o Marítimo tem equilibrado as hostes a meio-campo com destque para Danilo Pereira.

6' O foco está todo no jovem centro-campista Rúben Neves que até ao momento parece não estar a acusar a pressão de jogar em alto nível. O jovem dragão foi mesmo a ensaiar um remate, que ainda assim passou longe das redes madeirenses.

5' Primeiro canto para o Marítimo. Do canto nada resulta.

4' Há magia nos pés de Brahimi, lance primoroso do atacante portista, que serviu Quaresma, por pouco que o Harry Potter não chegou para fazer a emenda.

3' O Porto tenta circular a bola com velocidade e vai dominado territorialmente o meio-campo.

2' Primeiro canto para o Porto, resolve a defesa do Marítimo.

1' Porto tenta a primeira incursão no ataque com Alex Sandro a subir pelo flanco e a dar assim o primeiro sinal de que o Porto quererá dominar desde o primeiro minuto.

1' Rola a bola na nova temporada!

19:50. Estamos a escassos instantes de dar o pontapé da saída na Liga 2014/2015, as formações do Porto e do Marítimo já recolheram aos balneários e o grande espéctaculo do desporto rei nacional está prestes a começar.

O novo Marítimo de Leonel Pontes chega ao dragão com ambição de roubar pontos aos azuis e brancos e a grande novidade do onze é a presença do avançado Dyego Sousa, que foi um dos melhores marcadores na pré-temporada dos madeirenses, deixando Maazou relegado para o banco de suplentes.

19:34. Onze do Marítimo: Sallin, João Diogo, Gegé, Bauer, Rúben Ferreira, Danilo Pereira, Fransérgio, Fernando Ferreira, Edgar Costa, Bruno Gallo, Dyego Sousa.

O técnico espanhol dos portistas aposta surpreendentemente no ainda júnior Rúben Neves para a posição número 6 no miolo azul e branco. Aos 17 anos, o médio estreia-se a alto nível e terá a dura tarefa de controlar o meio-campo defensivo dos dragões. Outra novidade é a inclusão de Óliver Torres a médio-ofensivo deixando o ex-Barcelona, Tello no banco de suplentes. O treinador aposta então numa equipa jovem e ambiciosa para disputar os 3 primeiros pontos da Liga 2014/2015.

19:26. Já temos o onze inicial do Porto: Fabiano, Danilo, Maicon, Martins Indi, Alex Sandro, Rúben Neves, Herrera, Brahimi, Óliver Torres, Quaresma, Jackson Martínez.

18:20. Onze provável do Marítimo: Sallin, Bauer, Gegé, Briguel, João Diogo, Bruno Gallo, Fransérgio, Weeks, Danilo Pereira, Maazou e Edgar Costa.

Com um histórico claramente desfavorável no Dragão, Leonel Pontes deverá apresentar uma táctica com um bloco médio-baixo que, à imagem e semelhança do habitual Marítimo, não irá esquecer as transições rápidas para o ataque, ficando à espera de deslizes dos homens da casa. Na defesa, o destaque vai para Gegé que é o patrão do último reduto verde-rubro e, nas bolas paradas ofensivas, é um dos principais trunfos, pela veia goleadora que o defesa evidencia.

Com um meio-campo bastante preenchido, por forma a bloquear as investidas portistas, destaque para Danilo Pereira, que tem despoletado o interesse de vários clubes nacionais e internacionais, pelo bom posicionamento que evidencia no miolo, aliado a uma visão de jogo, que lhe permite sonhar com voos mais altos. No ataque, Edgar Costa e Maazou poderão ser os dianteiros e, no caso do ex-vimaranense, é interessante analisar que o avançado costuma marcar golos ao Porto, tendo como principal trunfo, a elevada estatura.

18:05. Onze provável do FC Porto: Fabiano, Danilo, Maicon, Indis, Alex Sandro, Casemiro, Herrera, Brahimi, Quaresma, Tello e Jackson.

Para encarar a 1º ronda do campeonato, Lopetegui não tem qualquer baixa no que a titulares diz respeito. O treinador espanhol tem vindo a devolver aos dragões o sistema táctico preferencial da última década, o 4x3x3 puro que privilegia pressão alta no meio-campo, com transições rapidíssimas dos laterais e dos extremos, para servirem o ponta-de-lança. Na baliza, apesar de existir alguma dúvida entre Fabiano e Andrés Fernández, a opção deverá mesmo recair sobre o brasileiro que, na ausência de Helton, tem-se mostrado à altura dos acontecimentos, com segurança a sair dos postes e móvel nas defesas mais apertadas.

Os habituais laterais, Danilo e Alex Sandro, mantêm a titularidade indiscutível e terão um papel fundamental no desenho táctico de Lopetegui para toda a época (com as habituais transições rápidas na ajuda aos extremos portistas). No centro da defesa, Indi e Maicon serão uma dupla inédita e, no caso do defesa holandês, terá assim a 1ª oportunidade para se mostrar diante dos adeptos da Invicta. Para substituir Fernando que se transferiu para o Manchester City, Casemiro, ex-Real Madrid assumirá o papel de número 6, recaindo sobre ele a 1ª fase de construção do jogo dos dragões, sendo também fundamental para bloquear as investidas maritimistas.

A número 8, o renovado Herrera respira confiança e terá maior liberdade para implementar a sua boa visão de jogo, com a ajuda do número 10 que deverá ser, ao que tudo indica, Brahimi (Oliver Torres é uma possibilidade válida). Na frente de ataque, expectativa para ver em acção o craque Tello, que divide assim, as credenciais de artista com Quaresma, esperando-se fintas e lances de elevada craveira técnica, para servir o inevitável Jackson Martínez, que é a principal seta apontada aos defesas madeirenses.

17: 45. Com a saída de Pedro Martins para o Rio Ave, os responsáveis maritimistas contrataram o experiente Leonel Pontes, que tem tido a dura tarefa de fazer esquecer Derley e Sami que foram preponderantes na época passada e teve como principal reforço o ex-vimaranense, Maazou. Para preparar este 1º jogo oficial, o técnico pôde observar a equipa em 9 encontros amigáveis, dos quais saboreou por 6 vezes a vitória, registando 2 empates e apenas uma derrota. O maior triunfo foi diante dos amadores do Camacha, por 6-0 e a derrota foi frente ao Las Palmas, por expressivos 4-0.

17:15. Com novo treinador para a temporada que se avizinha, Lopetegui construiu um plantel praticamente de raiz e, ao longo da pré-temporada, destaque para a qualidade evidenciada pelos reforços Casemiro, Brahimi e Tello, que têm perfumado o futebol do novo FC Porto. Para preparar as várias frentes, o técnico testou a equipa em 8 jogos particulares, dos quais os dragões saíram vencedores em 6, registando apenas 2 empates. O resultado mais volumoso dos portistas foi frente ao modesto Valadares por 9-0 e, sem qualquer derrota, relevo apenas para o empate mais decepcionante na pré-temporada, no jogo de apresentação aos sócios, frente ao St. Étienne (0-0). 

16:45. A jogar perante o seu público, o Marítimo recebeu e venceu o actual campeão nacional, Benfica, por 2-1, acentuando, assim, os bons começos de época dos madeirenses, diante de equipas grandes. Recorde-se que os madeirenses já haviam travado os encarnados na 1ª jornada, em 2009/2010 e, neste jogo da época passada, destaque para os tiros certeiros de Sami (actual jogador do Porto) e de Derley (actual jogador do Benfica), desta que viria a ser a única derrota das águias em todo o campeonato.

16:15. A 1ª jornada da temporada passada ditou uma vitória clara do Porto, frente ao Setúbal, por 3-1. É sempre importante vencer a 1ª jornada e os dragões contaram com os inspirados Josué, Quintero e Jackson para levar de vencida a aguerrida equipa do Vitória de Setúbal.

16:00. No Estádio dos Barreiros, a contar para a 17ª jornada, o Marítimo recebeu e venceu o decepcionante Porto, por 1-0, resultado este que impulsionou o despedimento do então treinador dos azuis e brancos, Paulo Fonseca. Do jogo propriamente dito, valeu o tiro certeiro de Derley, na conversão de uma grande penalidade.

15: 30. Na temporada passada, o FC Porto recebeu o Marítimo na 2ª jornada da Liga e foi sem contestação que levou a melhor, por 3-0. Com um Marítimo sem argumentos para contrariar o domínio portista, destaque para os tentos de Jackson Martínez, Licá e Josué que deram colorido ao resultado final.

15:15. No Estádio do Dragão, os invictos respiram confiança e, frente ao Marítimo, têm sido 100% vitoriosos. Para o campeonato nacional ocorreram, no reduto dos dragões, 34 partidas, com 32 triunfos portistas e somente 2 igualdades. A maior goleada azul e branca diante dos insulares remonta à temporada 95/96, quando se verificou um 6-0.

14: 45. Os anfitriões da 1ª jornada do campeonato, Porto e Marítimo, defrontaram-se, ao longo da história, por 83 ocasiões, nas diversas competições, com um saldo claramente positivo para os dragões que já venceram os madeirenses por 59 vezes, verificando-se 14 empates e apenas 10 triunfos maritimistas. Das 10 vitórias verde-rubras, nenhuma foi alcançada no reduto azul e branco.

14:15. O juiz do encontro Porto x Marítimo será o veterano Carlos Xistra, natural de Castelo Branco que, aos 40 anos, terá a dura tarefa de arbitrar o jogo inaugural do campeonato. Árbitro de 1ª categoria desde 1999, Xistra tem sido uma aposta recorrente na última década, com destaque ainda para o ano de 2005 em que se tornou internacional. Muitas vezes contestado, o juiz da beira Baixa atingiu o ponto alto na época passada quando, no Estádio do Jamor, arbitrou a final da Taça de Portugal, entre Benfica e Rio Ave.

14:00. O Estádio do Dragão é o palco onde irá ser dado o pontapé de saída da Liga 2014/2015. Depois do desastre da época passada, os adeptos azuis e brancos renovaram as esperanças com a chegada do novo treinador e a aquisição de alguns reforços e, como tal, espera-se casa cheia num estádio que tem capacidade para 50.431 espectadores.

A vasta equipa Vavel Portugal convida-o a acompanhar o tão esperado regresso da Liga portuguesa de futebol. A festa do desporto-rei está de volta aos palcos nacionais com o jogo inaugural a opor o FC Porto ao Marítimo. Num campeonato que se espera equilibrado e disputado até à última jornada siga todas as incidências, dribles e remates certeiros ao longo desta temporada. Para esta partida entre o renovado Porto e o ambicioso Marítimo poderá contar com um espectáculo magnífico, no Estádio do Dragão, a partir das 20 horas, com arbitragem de Carlos Xistra.

Estádio do Dragão (zerozero.pt)
VAVEL Logo
CHAT