Brilhante Rosberg conquista pole em Spa-Francorchamps
Rosberg garante a pole position em Spa (Foto:formula1.com)

Brilhante Rosberg conquista pole em Spa-Francorchamps

Nico Rosberg garantiu este sábado a pole position para o GP da Bélgica. O alemão da Mercedes foi o mais rápido na terceira sessão de qualificação e partirá no primeiro lugar da grelha de partida na corrida de domingo. Lewis Hamilton, seu companheiro de equipa, estará a seu lado na segunda posição, ambos seguidos pelo tetracampeão do mundo, Sebastian Vettel.

venancioslb
Pedro Venâncio

Este fim-de-semana corre-se o 12º grande prémio da temporada no Circuito das Ardenas em Spa-Francorchamps, na Bélgica. Caracterizado pela diferença de condições climatéricas em diferentes zonas do seu traçado, a primeira sessão de qualificação em Spa iniciou-se sem chuva. Porém, a pista encontrou-se bastante molhada devido à chuva e ao granizo que chegou a cair sobre o traçado após os FP3.

A rivalidade aumenta no seio da Mercedes (Foto:http://www.bbc.com)

Domínio da Mercedes prolonga-se após as férias

Nos 18 minutos destinados à primeira sessão de qualificação, a Marussia e a Caterham foram as primeiras escuderias a colocar os seus pilotos em pista. Destaque para a Caterham que trocou o japonês Kamui Kobayashi por Andre Lotterer neste grande prémio.

Apesar da pista de encontrar bastante molhada em diversos sectores, foram vários os pilotos a optar pela utilização de pneus intermédios, caso de Lewis Hamilton, opção esta que se relevou positiva para a maioria dos pilotos. Com a iminência de queda de chuva a qualquer momento, todas as equipas tiveram a urgência de enviar os seus pilotos para a pista o mais rápido possível, a fim de realizarem voltas lançadas logo nos primeiros minutos da sessão.

As saídas de pista por parte de vários pilotos, ainda que sem incidentes maiores a registar, foram outro dos destaques. A curva 1, “La Source”, logo após a recta da meta, foi aquela onde se registaram mais saídas. No final da primeira sessão Nico Rosberg foi o mais rápido, a par de Hamilton, únicos pilotos a rodar no segundo 7’. De fora para a segunda sessão ficaram Pastor Maldonado (Lotus), Nico Hulkenberg (Force India), Max Chilton (Marussia), Esteban Gutierrez (Sauber) e Andre Lotterer e Marcus Ericsson (Caterham).

Para a segunda sessão de qualificação no Circuito de Spa, Romain Grosjean foi o primeiro a entrar em cena. Após a eliminação de Maldonado a Lotus colocou toda a pressão no francês que, devido a erros sucessivos, de nada beneficiou de ser o primeiro a entrar em pista e a fazer um bom tempo com a pista em melhores condições.

Nesta sessão foram vários os pilotos a recorrer a pneus intermédios novos, que de imediato se mostraram uma opção viável para a melhoria dos tempos da sessão anterior. Sem incidentes e novidades de maior, destaque para Hamilton que bateu o seu companheiro de equipa, ainda que ambos rodassem no segundo 6’. Nos instantes finais Sebastian Vettel ainda viu a sua presença na Q3 ameaçada porém, o alemão conseguiu na sua última volta lançada, e já com bandeiras de xadrez no ar, alcançar a passagem à derradeira sessão.

Pelo caminho ficaram os Toro Roso de Daniil Kvyat e Jean-Eric Vergne, o Force India de Sergio Perez, o Sauber de Adrian Sutil, o Lotus de Romain Grosjean e ainda o Marussia de Jules Bianchi, que marcou presença na Q2 apenas pela segunda vez.

A chuva que caiu no final da Q2 deu tréguas aos pilotos no início da terceira e última sessão de qualificação em Spa, levando os pilotos a recorrer sobretudo aos pneus intermédios novos ao invés dos pneus de chuva. Na derradeira sessão e com a luta pela pole em aberto, os Mercedes não baixaram a recta-guarda e impuseram cedo tempos de referência para o pelotão.

4ª pole consecutiva para Rosberg (Foto:AP Photo/Luca Bruno)

No final a pole position sorriu ao alemão Nico Rosberg que colocou pela quarta vez consecutiva o seu "Flecha de Prata" no primeiro lugar da grelha de partida. Rosberg conquistou a 11ª da carreira e a 7ª na presente temporada.

Grelha de Partida

1- Nico Rosberg (Mercedes) - 2:05.591

2- Lewis Hamilton (Mercedes) - 2:05.819

3- Sebastian Vettel (Red-Bull) - 2:07.717

4- Fernando Alonso (Ferrari) - 2:07.786

5- Daniel Ricciardo (Red-Bull) - 2:07.911

6- Valtteri Bottas (Williams) - 2:08.049

7- Kevin Magnussen (McLaren) - 2:08.679

8- Kimi Räikkönen (Ferrari) - 2:08.780

9- Felipe Massa (Williams) - 2:09.178

10- Jenson Button (McLaren) - 2:09.776

O circuito de Spa-Francorchamps

Vista aérea do Circuito Spa-Francorchamps

O percurso de 7.004 km de Spa-Francorchamps faz deste o mais longo do calendário da Fórmula 1 e um dos mais ousados circuitos europeus de todos os tempos. No calendário desde 1950, o GP da Bélgica apenas não se realizou por seis ocasiões, sendo um dos recordistas com mais edições disputadas. Spa-Francorchamps sofreu várias alterações ao longo dos anos no que respeita ao delineamento de curvas assim como na própria extensão do percurso. Actualmente, duas dezenas de curvas desenham o circuito belga com destaque para as fabulosas “Eau Rouge/Raidillon”, “Pouhon”, e “Blanchimont”.

Os números de Spa para a edição de 2014 não deixam dúvidas: 7km de extensão; 308.052 km de distância; 44 voltas; 19 curvas. A espectacularidade do circuito é, certamente, um dado adquirido.

Os reis de Spa

Pódio GP da Bélgica 2004 (Michael Schumacher; Kimi Räikkönen; Rubens Barrichello)

Michael Schumacher  continua a ser o piloto mais vitorioso em Spa-Francorchamps. O alemão venceu o GP da Bélgica por seis ocasiões, duas pela Benetton em 1992 e 1995 e quatro pela Ferrari em 1996, 1997, 2001 e 2002. Ayrton Senna, com cinco triunfos, é o segundo piloto da história com mais vitórias na Bélgica. O brasileiro contabiliza ainda o record de vitórias consecutivas, quatro, ao serviço da McLaren em 1988, 1989, 1990 e 1991. Dos pilotos actualmente em competição, Kimi Räikkönen, com quatro vitórias, é o mais vitorioso.

O GP da Bélgica corre-se este domingo pelas 14h (13h em Portugal). Acompanha o directo a partir de Spa-Francorchamps aqui, na Vavel.

VAVEL Logo
CHAT