Carlos Martins: consumação de uma saída há muito anunciada
(Foto: Bruno Colaço)

Sem surpresa, talvez apenas pelo seu ‘timing’ , ou seja, após o encerramento da janela de transferências, acabou mesmo por confirmar-se a saída de Carlos Martins dos quadros do Benfica, onde há muito se encontrava votado ao ostracismo. Agora, com a desvinculação, o médio internacional português poderá conseguir novo clube para alinhar a partir de Janeiro.

Recorde-se que Martins se encontrava a treinar sem quaisquer perspectivas de utilização apesar de como mandam as regras o jogador estava inscrito pelos encarnados na Liga de Clubes após uma época na qual apenas foi utilizado pelo Benfica B, e isto apenas a partir de Janeiro último, no seguimento de um final de uma temporada 2012/2013 na qual a sua expulsão frente ao Estoril foi para muitos tida como uma das maiores razões para o insucesso do clube da águia na conquista desse título nacional.

Martins não detinha possibilidades de voltar a jogar pelo Benfica

«De pouco vale ao Benfica ser campeão numa época se o FC Porto continuar a ganhar,» afirmou num passado recente a antiga glória do clube António Simões, e vítima dessa pensamento e de algum exagero em torno dessa situação, Carlos Martins não mais foi incluído numa primeira equipa na qual, diga-se, não possuía qualquer hipótese de utilização.

Essa ideia parecia clarificada em especial na corrente temporada, na qual teria na teoria jogadores como os lesionados Ljubomir Fejsa e Rúben Amorim, assim como André Almeida, Enzo Perez, Andreas Samaris, Bryan Cristante, Pizzi e até Anderson Talisca como concorrentes a um lugar na intermediária encarnada.

Face à certeza de apenas treinar até sair, as partes anteciparam o processo

Para agudizar os problemas do centrocampista, nem sequer na segunda equipa teria reservado o espaço para competir, uma vez que o treinador Hélder Cristóvão apenas contempla utilizar jovens jogadores e elementos provenientes da formação do clube. Não fazendo parte de nenhum destes grupos, o médio apenas teria previsto treinar-se... até sair.

Assim, a confirmação da partida de Martins foi confirmada três meses antes, parecendo provável a sua mudança para o Belenenses, clube pelo qual esteve perto de assinar em Agosto, e que não nega pela voz do seu treinador, Lito Vidigal, o reconhecimento das suas qualidades. O mercado de Inverno confirmará a nova casa do jogador que em tempos representou a Selecção Nacional.

VAVEL Logo