Regressa o derby da Invicta
Duelo nortenho volta aos palcos da liga nacional

Regressa o derby da Invicta

Sete anos depois a cidade do Porto volta a receber um derby no mais alto escalão do futebol nacional. Apesar da eterna rivalidade, a verdade é que os dois clubes chegam à 5ª jornada do campeonato em momentos antagónicos. Os dragões chegam de uma goleada histórica na Liga dos Campeões, enquanto que os axadrezados apenas na semana passada conquistaram os primeiros pontos. Dois momentos bem diferentes, será a rivalidade capaz de os diluir?

Francisco_Ferreira
Francisco Ferreira Gomes

Regressar e romper com a tradição

Foi na temporada de 2007/2008 que o Boavista visitou pela última vez o Estádio do Dragão numa partida a contar para o campeonato nacional, acabando por perder a partida por 2-0; a derrota é, de facto, o resultado mais frequente dos axarezados aquando da visita ao vizinho portuense.

Com efeito, nós últmos dez confrontos em casa do dragão, os azuis-e-brancos venceram por oito vezes; o Boavista conta apenas com dois triunfos, o último dos quais na época 2004/2005, quando um golo tardio de Cafú deu os três pontos aos boavisteiros. (foto: boavistafc.blogs.sapo.pt)

Sete anos passaram e muito se passou, especialmente para os lados do Bessa; após alguns anos de travessia no deserto, o Boavista regressou esta temporada ao escalão maior do futebol nacional e parece estar a ter algumas dificuldades no arranque da temporada. Não é fácil reconstruir uma equipa para competir na primeira liga portuguesa num curto espaço de tempo e a conquista de apenas três pontos nas primeiras quatro jornadas, parece ser indicador de que a equipa parece apresentar algumas dificuldades em fazer frente ao nível e competitividade do primeiro escalão. 

Apesar do arranque em falso, a verdade é que a equipa treinada por Petit tem vindo a demonstrar evolução no seu futebol, e também uma rápida adaptabilidade à sua nova realidade; o crescimento dos axadrezados culminou com a primeira vitória para o campeonato, na semana passada, diante da Académica. (foto: maisfutebol.iol.pt)

Apesar do crescendo da sua equipa, Petit tem a perfeita noção da diferença actual entre os dois emblemas, assim como do momento actual do adversário. Contudo, o técnico português sublinha também a curva ascendente da sua equipa, assim como a intensidade dos desafios entre dragões e axadrezados.

«Obviamente o FC Porto é favorito, mas com muita humildade e trabalho, vamos ao Dragão com vontade de surpreender. É natural que eles estejam moralizados pela vitória alcançada, mas são competições diferentes, onde os jogadores muitas vezes se transcendem. Por outro lado, a minha equipa também chega moralizada, com a vitória na última jornada. Um dérbi é um dérbi, é um jogo onde todos querem estar e é sempre desafio interessante. Eu tenho saudades de estar no campo num jogo destes. São jogos sempre especiais. Os resultados são sempre imprevisíveis.» .

Em relação ao onze, Brito e Pouga são as principais dúvidas. Ambos os jogadores saíram a meio da partida com a Académica por motivos físicos. Apesar de Petit ter desvalorizado a situação, ambos os jogadores podem ter em causa a sua participação no derby da cidade do Porto.

Equipa provável

Proibido desacelerar

A vitória de quarta-feira para a Liga dos Campeões ainda faz eco pelos lados do Dragão, afinal de contas, não é todos os dias que se marcam seis golos numa noite europeia. Após a gloriosa noite de Liga dos Campeões, os azuis-e-brancos regressam à competição interna e...local; o adversário é o regressado Boavista, em mais uma edição do derby portuense. 

Apesar de serem jogos de provas diferentes, é difícil dissociar ambas as partidas no que ao momento positivo dos dragões diz respeito. Tendo em conta a discrepância de qualidade de ambos as equipas, os adeptos portistas estarão certamente à espera de mais um passeio dos dragões, desta vez diante do clube do Bessa.

Mas esse sentimento parece não ser partilhado por Lopetegui; o treinador portista fala da importância do jogo de sábado, e antevê uma partida equilibrada, diante de um adversário motivado e com a moral em alta. (foto: ASF)

«É um dérbi importante com muita história e muitos jogos demonstram que foram sempre dérbis muito equilibrados. Nos últimos 13 jogos, houve sete 1-0. O Boavista vem reforçado de uma vitória em casa no último jogo. Esperamos um adversário com muita intensidade e energia, é um jogo realmente importante para ambos os clubes».

Para a recepção ao Boavista, o técnico espanhol deixou de fora Alex Sandro, para o seu lugar entrou o espanhol José Angél.

Lista de convocados

Guarda-redes: Fabiano e Andrés Fernandez 

Defesas: Maicon, Danilo, José Ángel, Marcano e Martins Indi

Médios: Casemiro, Ruben Neves, Herrera, Evandro, Quintero e Brahimi 

Avançados: Jackson Martínez, Quaresma, Tello, Aboubakar e Adrián López

Equipa Provável

VAVEL Logo
CHAT