Hamilton: «Ainda estou a caçar»

Hamilton: «Ainda estou a caçar»

O ex-campeão do Mundo de F1 subiu ao primeiro lugar do pódio no circuito de Marina Bay e aproveitou os problemas de Rosberg para assaltar a liderança do campeonato, mas diz que não pensa que é líder, em vez disso, quer pensar que ainda persegue o título.

pedro-mendes
Pedro Mendes

A vitória de Lewis Hamilton poderia ter sido bem mais difícil, isto se o outro Mercedes não tivesse tido problemas e não tivesse que abandonar. Hamilton reconheceu isso, com uma afirmação curiosa: «Teria sido uma corrida bastante hardcore se o Nico tivesse na frente, já que claramente tínhamos ritmo. Estava tudo a correr confortavelmente até à entrada do Safety Car, que me originou alguns problemas.»

O britânico ficou extremamente contente com mais uma vitória, mas não esqueceu que para a equipa, poderia ter corrido bastante melhor: «Claro que não foi o resultado ideal, com a desistência do Nico, só mostra que ainda temos que trabalhar na questão da fiabilidade.»

Em questão à liderança do Mundial, Hamilton é peremptórito: «É hora de jogo. Isto é sobre caça. Na minha cabeça, não penso que estou a liderar o campeonato. Ainda faltam 5 corridas e o que irei fazer, será o mesmo que fiz nas últimas duas corridas, que é atacar em todas as sessões.»

Rosberg com problemas no volante

A (pouca) corrida do alemão ficou marcada com os graves problemas electricos do Mercedes, especificamente o volante do W05. «Os problemas com o meu volante começaram na garagem, ainda antes do inicio da corrida e foi muito difícil quando não consegui arrancar da grelha - o carro não passava do neutral. Quando sai do pit lane, só conseguia mudar de velocidade - não tinha rádio, nem DRS e o sistema hibrido reduzido.»

Depois de não conseguirem debelar o problema do Mercedes, Rosberg teve de desistir, perdendo assim a liderança do campeonato de pilotos.

Red Bull com dois lugares do pódio

A Red Bull aproveitou a desistência de Rosberg e a falta de ritmo dos Williams, para se chegar à frente e colocar-se com os dois pilotos, no pódio. Ricciardo ainda sentiu alguma pressão de Alonso, mas no final, aguentou-se no terceiro lugar.

Vettel ainda esteve por breves momentos na liderança da corrida, mas teve de deixar passar Hamilton, justiçando desta maneira: «Não fazia sentido lutar com o Lewis no final, ele estava com pneus novos e eu tinha que gerir os meus e já estavam bastante usados; esse era o meu foco. Foi bastante bom beber o champagne fresco no pódio»

Ricciardo mostrou-se algo surpreendido com a falta de ritmo na corrida: «Estávamos mesmo perto dos Mercedes na qualificação e por isso esperávamos um ritmo de corrida um pouco mais rápido hoje [na corrida], para ser honesto. Não fomos rápidos o suficiente no primeiro turno e tivemos mais alguns problemas, com os travões e outros problemas de potência, que vinham e iam, mas em termos de pontos, ainda foram importantes.»

A próxima corrida do Mundial de F1 está agendada para Suzuka, mais um dos circuitos míticos e palco do GP do Japão, para os dias 3, 4 e 5 de Outubro.

VAVEL Logo
CHAT