Entrevista VAVEL: John Terry

Entrevista VAVEL: John Terry

No dia em que cumpriu o 100º encontro na Liga dos Campeões, John Terry deu a conhecer várias opiniões em conversa com VAVEL.

rafaelreis
Rafael Reis

Pode dizer-se que para além da partida que se disputou entre Sporting e Chelsea apenas um jogador disputava uma partida à parte, e esse alguém dava pelo nome de John Terry pelo facto de cumprir o seu centésimo jogo na Liga dos Campeões, uma ocasião na qual VAVEL esteve presente, aproveitando a sua presença na zona mista do Estádio de Alvalade para lhe colocar várias questões conjuntamente com a restante imprensa inglesa.

Rafael Reis: Foi titular nesta vitória da sua equipa sobre o Sporting. Como descreve o encontro?

John Terry. Estivemos bem e tivemos quatro, cinco boas oportunidades antes do intervalo e não aproveitámos devidamente as ocasiões que tivemos. O Sporting é uma boa equipa mas passou cerca de 10 anos desde a última vez que tinham estado na Liga dos Campeões e portanto foi uma má noite para eles.

Rafael Reis: Que opinião guarda sobre a performance da equipa?

John Terry: Tivemos muitas oportunidades, foi uma daquelas noites em que simplesmente não dava mas felizmente o ‘Mati’ (Matic) apareceu com um bom cabeceamento. Estou certo de que aprenderemos com isto, com jogos como o desta noite. Ainda assim estivemos firmes, muito sólidos e frente ao Arsenal terá também de ser assim.

Rafael Reis: Considera que a equipa jogou ao nível que pretende nesta competição?

John Terry: Perdemos o nosso primeiro jogo na época passada e demos a volta ganhando por isso estava na nossa mente que tínhamos de vencer. A liderança de José Mourinho permte-nos também dar um passo importante, actualmente dispomos de jogadores de muita qualidade, inacreditável, dentro e fora do campo, e espero que a minha experiência contribua para o sucesso da equipa e o deles também.

Penso que correspondemos ao que nos era exigido e praticámos bom futebol, o que se denota quando jogamos com três e quatro avançados como fizemos hoje, com a diferença que fazem pela sua velocidade. Espero continuar na equipa titular no futuro, o que seria bom para mim e também para estes rapazes, e pessoalmente espero ficar numa perspectiva de longo prazo e que o grupo se fortaleça nas próximas jornadas.

Rafael Reis: Atingiu hoje a marca de 100 encontros na Liga dos Campeões, todos eles ao serviço do Chelsea. O que sente em relação a isso?

John Terry: Sinto-me óptimo neste momento e sinto-me muito honrado por ter chegado tão longe (marca de 100 jogos na Champions) com o Chelsea, tendo sucesso no passar dos anos e também por manter as minhas prestações e níveis numa equipa muito boa.

A seguir teremos o Arsenal, um rival pelo qual alimentamos muito respeito, e que chegará depois de também ter jogado outra competição, e assim continuaremos, a melhorar sempre na perspectiva de ganhar troféus e continuar a passar obstáculos na Liga dos Campeões, com uma equipa que tem sido dominante a cada jogo, e sempre ciente de que tenho vários meninos atrás de mim à espera de uma oportunidade. Muito obrigado.

VAVEL Logo
CHAT