Hamilton imperador conquista pole position em Sochi
Pódio da qualificação em Sochi (Foto: foxsports.com)

Hamilton imperador conquista pole position em Sochi

Lewis Hamilton foi o mais rápido na sessão de qualificação do GP da Rússia e conquistou a primeira pole position da história desde grande prémio. Nico Rosberg, seu companheiro de equipa foi o segundo piloto mais veloz, logo seguido pelo finlandês Valtteri Bottas.

venancioslb
Pedro Venâncio

Hamilton imparável em Sochi

Mais um grande prémio sem surpresas com a Mercedes a ser imbatível na luta pelos lugares de topo. Os "Flechas de Prata" contam com mais uma dobradinha na qualificação, e não se esperam alterações para a corrida de domingo.

Depois da tempestade, vem a bonança. A primeira sessão de qualificação do GP da Rússia iniciou-se com sol e céu limpo, ao contrário do inferno vivido em Suzuka no fim-de-semana passado. Os pilotos têm novamente as condições atmosféricas do seu lado que ajudará, e muito, para o espectáculo da modalidade.

Sétima pole position da temporada para Hamilton (Foto: formula1.com)

Nos 18 minutos destinados à Q1 não houve qualquer tipo de incidentes a registar. Os pilotos rodaram a ritmos constantes com destaque para os habituais actores deste campeonato. Os Mercedes lutaram desde o início entre si pelo melhor tempo logo na primeira sessão, alcançando prematuramente o segundo 39’. A correr em casa Daniil Kvyat foi uma das surpresas durante a qualificação. O russo merece destaque pela consistência mantida ao longo das três sessões desde sábado.

Outra das surpresas da Q1 foi a eliminação do Williams de Felipe Massa. Problemas na pressão de combustível do seu monolugar ditaram o seu afastamento da segunda sessão. De fora ficaram ainda os Caterham de Marcus Ericsson e Kamui Kobayashi, o Lotus de Pastor Maldonado e o Marussia de Max Chilton.

Na Q2 os protagonistas foram diferentes com destaque positivo para ambos os McLaren. Jenson Button e Kevin Magnussen rodaram muito perto dos tempos dos Mercedes e do Williams de Bottas, que viria a marcar o terceiro melhor tempo da sessão. O finlandês foi mesmo o único piloto a intrometer-se na luta entre os Mercedes durante as sessões.

Os Ferrari e os Red Bull continuam a ter muitas dificuldades em impor ritmos mais elevados e prova disso foi mesmo a eliminação do tetra campeão do mundo Sebastian Vettel na Q2. O alemão demorou muito tempo a registar voltas lançadas e com o fim da sessão à vista não consegui evitar a prematura eliminação. Daniil Kvyat continuou a dar espectáculo aos seus fãs e conseguiu o 5º melhor tempo na Q2.

Desilusão de Vettel após eliminação na Q2 (Foto: formula1.com)

Para além de Vettel ficaram pelo caminho dos Force India de Nico Hulkenberg e Sergio Perez, os Sauber de Esteban Gutierrez e Adrian Sutil e ainda o Lotus de Romain Grosjean.

Na derradeira sessão de qualificação Hamilton foi mais rápido que os seus principais perseguidores e conseguiu a sétima pole position esta temporada. O inglês foi imperial durante a última sessão e não deu hipóteses a Rosberg na luta pelo primeiro lugar da grelha. Já no final da sessão, Bottas quase que surpreendeu o inglês sendo o mais rápido nos dois primeiros sectores do circuito. Ainda assim, uma travagem mal conseguida por parte do finlandês ditou o insucesso da tentativa.

Grelha de Partida do GP da Rússia

1- Lewis Hamilton (Mercedes) - 1:38.513

2- Nico Rosberg (Mercedes) - 1:38.713

3- Valtteri Bottas (Williams) - 1:38.920

4- Jenson Button (McLaren) - 1:39.121

5- Daniil Kvyat (Toro Rosso) - 1:39.277

6- Kevin Magnussen (McLaren) - 1:39.629

7- Daniel Ricciardo (Red Bull) - 1:39.635

8- Fernando Alonso (Ferrari) - 1:39.709

9- Kimi Räikkönen (Ferrari) - 1:39.771

10- Jean-Eric Vergne (Toro Rosso) - 1:40.020

Acompanha todas as incidências do Grande Prémio da Rússia este domingo pelas 12h, aqui no Vavel.

VAVEL Logo
CHAT