Taça de Portugal: domínio portista frente aos leões no Dragão

Taça de Portugal: domínio portista frente aos leões no Dragão

Em vésperas de mais um Porto x Sporting para a Taça de Portugal, destaque para o número de confrontos destes dois rivais na competição, com ascendente dos Dragões em 70 anos de embates históricos.

francisco-dias
Francisco Dias

Para a terceira eliminatória da Taça de Portugal, o sorteio ditou um Porto x Sporting, que é sempre um embate apaixonante. Ao longo dos tempos, Dragões e Leões rivalizaram em 36 ocasiões, com superioridade azul-e-branca. Atendendo ao facto de a partida de amanhã se realizar no Dragão, fica o registo para os 27 anos de jejum leonino no reduto do rival em confrontos para a Taça, que fará antever mais um empolgante clássico do futebol português. 

70 anos de Dragões e Leões a disputar a Taça

O histórico de confrontos entre Porto e Sporting para a Taça de Portugal teve início no longínquo ano de 1944 quando as eliminatórias da Taça ainda se disputavam a duas eliminatórias. A contar para a primeira mão, destaque para a vitória portista frente aos de alvalade, por 2-0, com golos de Correia Dias e Pinga que destronaram uma das gerações mais emblemáticas do futebol sportinguista: os célebres 5 violinos. Para a segunda mão no reduto leonino, as chances do Sporting seguir para os quartos-de-final eram remotas, e como tal o placard ditou um 3-3 ao longo dos 90 minutos. Para os leões, Peyroteo e Albano fizeram o gosto ao pé, mas de nada serviu perante os golos de Correia Dias, Lourenço e Araújo que carimbaram o passaporte invicto para a fase seguinte. 

Desde então, Porto e Sporting defrontaram-se por 36 ocasiões, com 13 triunfos portistas, 12 empates e 11 triunfos leoninos (os empates registados são referentes a outras décadas em que as eliminatórias ainda se jogavam a duas mãos). No reduto portista, dragões e leões entraram em campo 16 vezes, com um ascendente esmagador azul e branco: 10 vitórias, 2 empates e apenas 4 triunfos leoninos. Em Alvalade disputaram-se 13 batalhas com o Sporting a levar a melhor por 5 vezes, registando-se 7 empates e somente 1 vitória portista. Em campo neutro, nota de destaque para 7 encontros, com 2 vitórias para cada lado e 3 igualdades. 

77 e 87: eliminatórias que ficaram na memória de dragões e leões

A contar para os quartos-de-final da Taça de Portugal no ano de 1977, o estádio das Antas foi palco de mais um clássico que opôs o Porto ao Sporting. Num ano de completa viragem do futebol portista com o início da Era Pinto da Costa, os invictos não tiveram dificuldade em vencer os leões por expressivos 3-0 com tiros certeiros de Duda, António Oliveira e Ailton. 

Decorria o ano de 1987 quando a imprevisibilidade de mais um clássico a contar para as meias finais surgia no Estádio das Antas. No tempo regulamentar, destaque para o 0-0 que levou todas decisões para prolongamento. Quando dragões e leões se preparavam para as grandes penalidades, eis que Mário Coelho resolveu balançar as redes azuis-e-brancas ao minuto 119 e carimbar o passaporte dos leões para o Jamor. Destaque nessa época para um Porto que incluia estrelas como Madjer ou Fernando Gomes, que levaram os Dragões à conquista da primeira Liga dos Campeões, enquanto que do lado sportinguista sobressaíam nomes como Oceano ou Manuel Fernandes. Desde então, o Sporting nunca mais triunfou no reduto do rival azul-e-branco.

2008 e 2010 na memória recente de portistas e sportinguistas

O estádio do Jamor foi o palco da final da Taça de Portugal onde os leões acabaram por se superiorizar ao Porto por 2-0. Na equipa sportinguista orientada por Paulo Bento, Moutinho era ainda o capitão e brilhavam ainda Derlei e Liedson. No Porto de Jesualdo Ferreira, Quaresma e Lisandro eram os focos de destaque de um Porto que acabou por se tornar campeão nessa mesma temporada. Do jogo propriamente dito, relevo para o nulo que se verificou ao minuto 90 que levou a decisão para prolongamento, onde o herói improvável emergiu: Rodrigo Tiuí, suplente utilizado nessa partida, saltou do banco para bisar no encontro e tornar os minutos 111 e 117 talismã, oferecendo assim a vitória na Taça para os de Alvalade. 

Há quatro anos atrás, os quartos-de-final sortearam mais um Porto x Sporting na cidade invicta, com os dragões a registarem a maior goleada de sempre entre estes rivais. Os azuis e brancos surpreenderam e venceram por 5-2. A marcha do marcador suou por intermédio de Rolando, Mariano e Varela, mas principalmente com o bis do super Falcão que humilhou um leão que apenas rugiu por Liedson e Izmailov

70 anos volvidos, o histórico de confrontos entre Sporting e Porto para a Taça continua, e o dia 18 de Outubro de 2014 será mais um epolgante clássico que ocorre duas semanas depois do empate registado em Alvalade para o Campeonato. Desta feita, por um lado, ficará a icógnita relativamente à manutenção da superioridade azul no seu reduto, e por outro, a dúvida de se o Sporting terá capacidade ou não de contrariar os 27 anos de jejum na cidade invicta. Estatísticas à parte, esta eliminatória ficará com certeza marcada como sendo mais um fantástico clássico do desporto Rei Nacional. 

VAVEL Logo
CHAT