Organização disfuncional na segurança do Porto x Bilbao
Foto: Ivan del Val/Global Imagens

Organização disfuncional na segurança do Porto x Bilbao

O Athletic Bilbao denunciou o «comportamento inaceitável» das forças policiais portuguesas presentes no jogo da Liga dos Campeões da passada Terça-feira, disputado no Estádio do Dragão.

paulopereira79
Filipe Paulo

O Athletic Bilbao vai exigir responsabilidades pelo «caos organizacional e comportamento inaceitável das forças de segurança portuguesas» para com os adeptos do Athletic no jogo da Liga dos Campeões da passada Terça-feira. Numa nota publicada no seu site o clube afirma que «em algumas partes do estádio houve alguns problemas envolvendo os seus seguidores».

«A polícia portuguesa não atendeu às solicitações feitas pelo Athletic para tentar resolver os problemas que estavam a ocorrer», reclama o clube basco, que «continua a reunir relatórios e exames que confirmam o caos organizacional e comportamento inaceitável das forças de segurança portuguesas (...) O Athletic tem a intenção de enviar os dados à UEFA para esta "poder analisar e julgar o que aconteceu», como atesta o relatório do seu próprio delegado.

O clube afirma que não tem autoridade «para impor seus pontos de vista sobre um evento organizado por um clube e forças de segurança estrangeiras». «O Athletic, obviamente, não pode garantir a origem e a qualidade de todos os locais que foram enviadas pelo FC Porto» salienta ainda a nota. Os factos alegados pelo Athletic surgiram quando o clube Português obrigou centenas de adeptos do Athletic que haviam comprado os seus lugares na bilheteria do estádio ou a preenchera área onde já havia 2.500 seguidores que tinham comprado a sua entrada em Bilbao.

Muitos deles entraram no estádio já tinham passado 20 minutos de jogo, numa altura que muitos dos assentos do estádio estavam vazios. Na verdade, a UEFA disse no intervalo que a afluência era de 38.116 fãs num estádio de 52 mil de capacidade. «O Athletic, a fim de defender os interesses dos seus sócios e adeptos, quer dizer que não vai continuar a envidar esforços para esclarecer e assegurar a responsabilização pelo ocorrido e agradeceu o comportamento dos adeptos do FC Porto em todos os momentos de absurdo organizacional que tivemos de sofrer», conclui o documento.

VAVEL Logo
CHAT