Leão quer calar revolta com triunfo sobre o Marítimo

Leão quer calar revolta com triunfo sobre o Marítimo

Sporting volta a Alvalade para a Liga ainda a pensar na derrota traumática de Gelsenkirchen com o Schalke 04.

andrecunhaoliveira
André Cunha Oliveira

Será certamente um Sporting revoltado aquele que neste domingo entrará no relvado de Alvalade. Depois da derrota ao cair do pano em Gelsenkirchen, à custa de um «penalty fantasma», os leões vão querer vingar a injustiça europeia no regresso ao campeonato português, após cerca de duas semanas de interregno.

A vítima, esperam os adeptos leoninos, poderá ser um Marítimo com percurso muito regular ao longo deste início de temporada e que está a apenas um ponto da formação lisboeta, precisamente um lugar abaixo na classificação.

Leão de vocação forasteira volta a jogar em casa

Há praticamente um mês que o Sporting não joga em casa e não será por isso de estranhar que o recinto verde e branco volte a garantir este domingo mais uma grande assistência. Não fossem as saudades argumento já suficiente para encher Alvalade, o sentimento de revolta pela «injustiça de Gelsenkirchen» veio reforçar ainda mais o apoio da massa adepta leonina à sua equipa.

Mas se o «factor casa» confere aos leões lisboetas natural favoritismo para o encontro deste domingo, a verdade é que à 8.ª jornada apenas por uma ocasião se festejou um triunfo no anfiteatro leonino. Foi contra o Arouca, ainda na 2.ª jornada da Liga, e com os três pontos conquistados mesmo à justa com um golo tardio de Carlos Mané.

«Queremos ter capacidade concretizadora também no nosso estádio»

Marco Silva considera que houve uma evolução clara da sua equipa ao longo das últimas semanas, e que depois de duas goleadas forasteiras os seus jogadores vão querer oferecer os 3 pontos aos adeptos.

«Temos tido uma capacidade concretizadora enorme fora de casa, queremos consegui-lo também no nosso estádio», defendeu, afastando ainda qualquer cenário de desgaste ou cansaço em virtude da jornada europeia e dos muitos jogos disputados ao longo das últimas semanas:

«(...) Não há cansaço absolutamente nenhum, não vai haver gestão nenhuma, o jogo é muito importante. Estamos focados claramente nos 3 pontos». Sem poupanças, o treinador do Sporting confirmou no entanto a ausência na partida de Islam Slimani, apesar dos problemas físicas do argelino estarem controlados.

Sem especificar se vai proceder a mudanças no onze, Marco Silva negou ainda ter tido atenção especial com Maurício, defesa-central altamente criticado nos últimos dias pelos vários erros que já comprometeram a equipa desde o início da temporada: «Fazemos análises coletivas, não há que ter cuidados especiais com quem quer que seja».

Na lista de convocados destaque ainda para a ausência de Jefferson e o regresso de Miguel LopesRui Patrício, Marcelo Boeck,Cédric, Miguel Lopes, Maurício, Naby Sarr, Paulo Oliveira, Jonathan Silva,William Carvalho, João Mário, André Martins, Adrien, Rosell, Nani, Carrillo, Capel, Mané, Montero e Tanaka.

Leonel Pontes quer ser feliz no regresso a Alvalade

O hoje treinador do Marítimo passou 15 anos da sua vida desportiva no Sporting e chegou inclusive a ser tutor de Cristiano Ronaldo aquando da mudança do melhor jogador do mundo das ruas da Madeira para a capital.

«Vamos dificultar muito a vida ao Sporting»

Apesar da nostalgia e das boas recordações desse período, Leonel Pontes vai querer ganhar e ultrapassar o antigo clube na tabela classificativa.

«É um regresso a casa, no fundo foi no Sporting que comecei este processo de treino de campo há 15 anos. Tenho o máximo respeito pelo Sporting, mas naturalmente vou festejar com os jogadores do Marítimo se marcar», afirmou, para terminar com um aviso: 

«Vamos dificultar muito a vida ao Sporting, estamos preparados para enfrentar todas as dificuldades - vamos para competir, não para passear». 

No sexto lugar da classificação, com 12 pontos conquistados e um goleador de pé quente nas últimas jornadas (Moussa Maazou, 5 golos marcados na Liga), o Marítimo chega a Alvalade para lutar pela vitória e fazer esquecer a derrota na última jornada frente ao Paços de Ferreira (3-2).

Em 4-3-3, os insulares deverão apresentar-se com a mesma coesão evidenciada nas últimas partidas e o atrevimento demonstrado, por exemplo, na derrota no Estádio do Dragão (2-0) na 1.ªjornada da Liga

Para além do ponta-de-lança nigeriano, autor de dois golos na última jornada, Leonel Pontes volta a contar com Rúben Ferreira, recuperado dos problemas físicos apresentados nos últimos dias: Salin, Welligton, João Diogo, Kaj, Patrick Bauer, Gegé, Rúben Ferreira, Alex Soares, Danilo Pereira, Bruno Gallo, Briguel, Fernando Ferreira, Fransérgio, Dyego Sousa, Edgar Costa, Vidalis, Mohamed Ibrahim e Maazou. 

A partida entre Sporting e Marítimo, que será arbitrada por Manuel Oliveira (AF Porto), tem início marcado para as 18 horas deste domingo.

Equipas prováveis:

VAVEL Logo
CHAT