Van Persie estraga planos de Mourinho
(foto: LUSA)

Van Persie estraga planos de Mourinho

Manchester United e Chelsea protagonizaram um clássico bem disputado e com muita emoção. Um jogo que acabou empatado e estragou as contas a José Mourinho .

joao-rodrigues
João Rodrigues

O Chelsea de José Mourinho segue como líder da Premier League, com quatro pontos de vantagem sobre o Southampton de José Fonte. Apesar do primeiro lugar na tabela, é importante salientar que a Premier League podia começar a ficar definida a partir de Outubro, mas o destino assim não deixou. O Manchester City, principal rival do Chelsea neste campeonato, perdeu contra o West Ham United.

A equipa de Mourinho podia ter aproveitado a derrota do rival e ter conseguido guardar 8 pontos de vantagem, mas foi Van Persie quem estragou as contas ao Special One. Depois de ter estado a perder, o Manchester United conseguiu alcançar o empate já em tempos de descontos, garantindo assim o oitavo posto na classificação geral. 

45 minutos de equilibrio 

As duas equipas entraram em campo com as principais estrelas de fora. Do lado do Chelsea, Diego Costa saiu das contas,  já no United foram Falcão e Rooney a ficar de fora. Os principais avançados das duas equipas podiam ter feito a diferença, mas a verdade é que ainda assim, a partida se manteve equilibrada. 

A primeira parte não foi vibrante como se esperava. Houve bastante equilbrío na luta a meio-campo e poucas foram as oportunidades de golo. Van Persie foi o primeiro a causar verdadeiro perigo aos 23', mas não consegui bater Courtois que se fez notar ao centro da baliza. Já perto do intervalo, foi a vez de Drogba, numa boa jogada com William, ter a melhor oportunidade de golo dos Blues. Ainda assim, De Gea, tal como Courtois, fez-se notar e mostrou que ainda atravessa um bom momento de forma. 

Do domínio às contas estragadas

No segundo tempo as coisas mudaram. O Chelsea dominou por completo e foi Drogba a inaugurar o marcador na sequência de um canto, mostrando que ainda está ao melhor nível do Futebol Inglês. Com 36 anos, contrariou a ideia que a sua contratação não valia a pena. O Manchester United nada conseguiu fazer e depois da entrada de Mikel, os Blues iam gerindo o resultado da melhor forma. Contudo, o inevitável Robin Van Persie acabaria por estragar os planos de Mourinho ao surgir no sitio certo aos 94'.

(Foto: abola.pt)

No fim do jogo, José Mourinho demonstrou estar nada satisfeito com a arbitragem mas contente com a exibição da sua equipa: «Já estava à espera do cartão vermelho. Se falasse sobre o segundo amarelo (exibido a Ivanovic), teria de falar sobre muitas outras coisas. O penalty sobre Ivanovic, a acumulação de amarelos, os lançamentos de linha lateral. Sei que falo sempre com o coração e costumo ter problemas»

Ainda assim, José Mourinho mostra-se contente com o resultado final « Estou feliz. A minha equipa fez um jogo fantástico. Não é fácil jogar contra um Manchester United que jogou de forma compacta na defesa», salientou.

VAVEL Logo
CHAT