Meyiwa: O Capitão
Precoce final de estabelecido Meyiwa (Foto: AFP)

Meyiwa: O Capitão

Partiu de forma trágica o guarda-redes titular e capitão da selecção da África do Sul.

rafaelreis
Rafael Reis

Infelizmente ainda há quem considere verídica a expressão «o futebol não é uma questão de vida ou morte, é muito mais do que isso,» de Billy Shankly. Para lástima dos adeptos do desporto-rei, ainda não há quem entenda que esta frase se cinge apenas ao esforço quotidiano dos heróis desta modalidade dentro de campo.

Nesse prisma, na África do Sul um guarda-redes foi a vítima seguinte de quem não será certamente um apreciador de futebol, com o ónus de uma vez mais a morte, ainda mais por ter sido provocada por intermédio do crime, ser o motivo que ensombra o panorama desportivo dessa nação depois do escândalo protagonizado pelo condenado atleta Oscar Pistorius.

Desta feita há a lamentar a perda do guarda-redes da primeira equipa de futebol do Orlando Pirates, uma das maiores equipas sul-africanas, após ter sido assassinado a tiro na véspera depois de um dia antes ter representado, sem saber que o estaria a fazer pela última vez, a sua equipa num encontro oficial.

Selecção da África do Sul perde o seu guarda-redes titular de forma trágica

O atleta em questão dava pelo nome de Senzo Meyiwa, guarda-redes que em tempos chegou a ter falada uma partida para o futebol europeu que nunca chegou a suceder, permanecendo no seu país e chegando mesmo ao estatuto de internacional A pela sua selecção na qual vinha ganhando o seu espaço e inclusivamente a braçadeira de capitão de equipa apesar de ter cumprido apenas seis encontros pelos Bafana Bafana.

Caption

Foi como titular do seu clube e da sua selecção que alinhou no Sábado na vitória sobre o Ajax Cape Town, apenas duas semanas depois da última aparição internacional na qual a África do Sul empatou com o Congo na fase de qualificação para o CAN 2015, prova na qual estava destinado a participar visto que a equipa sul-africana se encontra tão-somente a um triunfo de confirmar a qualificação para essa competição.

Morte coloca final a uma carreira que vivia momentos de sucesso

O cumprimento desse objectivo não será possível para Senzo Meyiwa, que até esteve perto de o fazer há dois anos visto ter feito parte da convocatória para a disputa dessa Fase Final - no entanto, nessa altura ainda competia pela titularidade e não chegou a jogar, por culpa de um incidente que sucedeu ontem pelas 20 horas locais, menos duas em Portugal.

Pelo que é possível apurar junto da polícia sul-africana, um grupo de homens obrigou o futebolista a entregar o telemóvel antes de disparar mortalmente. Ainda assim  Meniya apenas foi declarado morto quando chegou ao hospital ao contrário das pessoas que se encontravam em sua casa na sua companhia, que não apresentam ferimentos.

Termina assim de forma precoce uma carreira de sucesso na sua equipa, os Orlando Pirates, onde aos 27 anos já competia desde o escalão de Juvenis, chegando com naturalidade ao posto de capitão de equipa com o qual se despediu como certamente quereria, uma vitória. Foi assim, com um 4-1 ao Ajax Cape Town que permitiu ao seu conjunto seguir no trilho das vitórias para as meias-finais da Taça da Liga da África do Sul que Senzo Meniya se despediu dos relvados..


 

VAVEL Logo