29 de Outubro de 94: a estreia do matador 'Raúl Madrid'

29 de Outubro de 94: a estreia do matador 'Raúl Madrid'

Foi há 20 anos que um jovem Raúl González se estreou com camisola do Real Madrid. Tinha apenas 17 anos. O resto da História já se conhece, golos intermináveis de um carreira que Vavel Portugal faz questão de saudar.

vavel
VAVEL

Os seus golos sucederam-se ao ritmo do imparável tempo, que empilha as memórias no passado mas que não apaga as recordações dos momentos marcantes. E o grandioso goleador espanhol Raúl González criou muitos desses momentos, geniais, decisivos, preciosos - celebramos hoje aos 20 vintes que passaram desde a estreia de Raúl pelo Real Madrid, precisamente a 29 de Outubro de 1994.

A estreia pela mão de Valdano

Raúl tinha apenas 17 anos quando, nesse dia 29 de Outubro, entrou em campo com a camisola branca do Real Madrid, numa partida que tinha como oponente o Real Zaragoza. O promissor avançado conveceu Jorge Valdano, glória merengue que teve a coragem de lançar o jovem dianteiro às feras da liga espanhola - o Real Madrid perdeu na Romareda por 3-2 mas nascia então, por entre ambições de afirmação e ganas de festejar golos, um dos mais marcantes avançados da História de Futebol Mundial.

Raúl cresceu assim para se transformar no maior goleador de toda a vida do Real Madrid: fustigou por 323 vezes as redes adversárias, em todas as competições, guardando ainda o recorde de golos na Liga dos Campeões, 70 tentos, actualmente prestes a serem ultrapassados pelos astros Cristiano Ronaldo e Leo Messi

Depois de 16 épocas de La Liga, Raúl aventurou-se no estrangeiro

Dispensado da cantera do Atlético Madrid, o avançado, natural da capital espanhola, ingressou no Real e completou 16 temporadas (chegou a ser capitão durante 4 épocas) ao serviço do clube merengue, saíndo aquando da entrada de José Mourinho, em 2010/2011. Seguiu-se a primeira aventura fora de Espanha: Schalke 04, onde marcou os últimos golos na Liga dos Campeões, fixando a marca dos 70 festejos em solos milionários. 

Da Alemanha, Raúl viajou para o Qatar, para jogar no Al-Sadd, clube que representou entre 2012 e o presente ano, tendo ajudado, com 9 golos em 22 participações, o clube a sagrar-se campeão. O internacional espanhol (103 internacionalizações e 44 golos) retirou-se dos relvados, colocando termo a 20 anos de golos, finalizações clínicas e um faro incrível para o golo pleno de categoria.

Um palmarés que os golos ajudaram a tornar Real

Raúl conquistou 6 campeonatos espanhóis pelo Real, 4 Supertaças de Espanha, 3 Ligas dos Campeões, 1 Supertaça Europeia e 1 Taça Intercontinental. Venceu a Bola de Ouro no ano de 2001, detendo o recorde de vitórias no prémio «Melhor Jogador Espanhol» da liga; O avançado arrecadou o prémio «Pichichi» por duas ocasiões (1998/1999 e 2000/2001) e foi consagrado, por duas vezes, melhor marcador da Liga dos Campeões (nas edições 1999/2000 e 2000/2001). 

 

VAVEL Logo
CHAT