0-1, min. 55, Jackson. 0-2, min. 74, Brahimi.
Dragão de classe garante apuramento na Liga dos Campeões
Os dragões venceram no San Mamés e garantiram passagem à próxima fase (foto: ASF)

Dragão de classe garante apuramento na Liga dos Campeões

O FC Porto apurou-se esta noite para os oitavos-de-final ao derrotar de forma categórica o Atlético Bilbau por duas bolas a zero. Os golos de Jackson e Brahimi fizeram o resultado final. A crónica do jogo é para ler, aqui no VAVEL.

joao-rodrigues
João Rodrigues

O FC Porto justificou o estatuto de cabeça de série no grupo e está apurado para a próxima fase da Liga dos Campeões. Com o apuramento garantido, os próximos jogos interessam apenas para somar mais uns milhões à conta bancária do dragão. Isto tudo depois de um grande jogo por parte dos dragões, esta noite, em San Mamés com o Atlético Bilbau. Os azuis-e-brancos fizeram a melhor exibição desde que Julen Lopetegui assumiu o comando da equipa e parece assim estarem ultrupassados, os fantasmas dos passado.

O conhecido ambiente frenético gerado pelos bascos no San Mamés transforma o Athletic numa das equipas mais complicadas de enfrentar no seu reduto; contudo os homens de Lopetegui mostraram-se totalmente imunes ao ruído das bancadas, dominando a partida por completo. Brahimi foi (mais uma vez) a grande estrela do jogo. Assistiu para o primeiro golo, marcado por Jackson, ao romper a defesa do Atlético e matou o jogo depois de um erro grave de Iraizoz. Jackson também esteve muito bem mas foi muito perdulário e até falhou um penalti. A dupla Casemiro - Olíver dominou o meio-campo e Maicon esteve imperial na defesa. Danilo está na melhor forma desde que é jogador do Porto.

Domínio total em todo o jogo

Normalmente, em relação ao jogo, escreveria dois títulos para diferenciar as duas partes mas neste jogo não é possível. O FC Porto dominou totalmente a partida e o resultado de 0-2 acaba por ser excasso face à exibição. Em relação ao primeiro tempo, o FC Porto foi muito perdulário. Aos 10', após um cruzamento de Danilo, Jackson não acertou na baliza. Pouco depois, Maicon testou o guarda-redes basco num livre. Na sequência desse lance, Jackson viria a falhar novamente de cabeça após um canto. Depois, Brahimi testaria novamente Iraizoz num livre. Já quase em cima do intervalo, Danilo é derrubado na grande-área e é assinalado penalti. Jackson na conversão acabaria por falhar.

(Foto: AFP)

No início da segunda parte foi o Athletic Bilbao que esteve perto de marcar, com o remate de De Marcos a sair perto do poste de Fabiano; contudo seria o Porto a marcar poucos depois. Brahimi numa grande jogada individual serviu Jackson que só teve de enconstar colocando finalmente o Porto na frente do marcador. Já em vantagem, os dragões começaram a gerir a partida. Brahimi esteve muito perto de marcar mais uma vez através de livre e Martins Indi cabeceou ao lado após um pontapé de canto. Os bascos ainda acertaram no poste da baliza azul-e-branca através de um cabeceamento de Guillermo, todavia o dragão acabaria por matar o jogo após um erro gravissimo de Iraizoz, aproveitado da melhor maneira por Brahimi.

No fim de contas, os adeptos portistas devem-se de dar por muito contentes e positivos em relação ao futuro da equipa. Depois de um perído menos bom, o FC Porto parece ter encontrado o caminho certo para os seus objetivos. Se as ideias de Lopetegui começarem a dar certo, esta equipa pode rapidamente tornar-se num caso sério a nível nacional e europeu.

VAVEL Logo