Porto perde o 2º lugar em casa do Estoril

Porto perde o 2º lugar em casa do Estoril

O Porto deslocou-se esta jornada ao campo do Estoril e apenas conseguiu o empate nos minutos finais do confronto, tendo perdido o 2º lugar para o Vitória de Guimarães.

ines-figueiredo
Inês André de Figueiredo

As dificuldades encontradas pelos Dragões nas deslocações ao Estádio do Estoril voltaram a confirmar-se uma vez mais. A equipa de Julen Lopetegui precisou de um golo aos 90+4 minutos para escapar da derrota e conseguir trazer um ponto para casa mas apesar do empate o Porto perdeu o segundo lugar do campeonato, posição com que partiu antes do início da jornada.

O treinador portista voltou a surpreender, desta vez, apesar do regresso de Quaresma e Adrián López ao onze inicial, ainda alterou a equipa tacticamente. Adrián foi colocado junto a Jackson mas a nova forma de jogo não resultou, o meio campo foi prejudicado e o espanhol não esteve muito presente no jogo.

Já a equipa de Couceiro montou uma equipa virada para o contra-ataque e foi esta a posição do Estoril ao longo do jogo. Tozé, Kuca e Sebá deram muito trabalho aos defesas portistas e abrilhantaram um jogo em que muitas vezes as oportunidades foram escassas.

Primeira parte: magia de Brahimi e resposta de Kuca

O Porto entrou no jogo em vantagem com um golo aos 20 minutos pelos pés de Brahimi, numa jogada individual em que se desvia de dois defesas, procura o melhor ângulo e faz golo. A vantagem do Porto prejudicou o jogo dos azuis e brancos e o empate surgiu aos 26 minutos numa jogada rápida pela esquerda, bola controlada e cruzada por Emídio Rafael que acaba nos pés de Kuca que marca para a equipa da casa. O jogo vai para intervalo empatado a uma bola.

Segunda parte: Tozé não tremeu e Óliver salvou o Porto

Os golos na segunda metade da partida surgiram para o lado do Estoril aos 80 minutos de grande penalidade. Sebá rematou forte, Tozé aproveitou a recarga mas o guarda-redes portista acabou por atingir o homem do Estoril. Tozé converteu a grande penalidade mas acabou por não festejar por respeitos aos adeptos dos Dragões. Os ataques parte a parte continuaram a surgir mas sem eficácia de ambos os lados. O golo do empate surgiu aos 90+4 minutos, Oliver recebeu a bola na área e rematou para o fundo da baliza do guarda-redes do Estoril.

O Futebol Clube do Porto empatou o jogo nos minutos finais o que se converteu num empate e consecutivamente num ponto, não suficiente para manter o 2º lugar da classificação, ocupado agora pelo Vitória de Guimarães com mais um ponto do que os azuis e brancos. Já o Estoril está no 12º lugar do campeonato, com 10 pontos em 10 jogos mas continua a ser uma deslocação difícil para o Porto.

VAVEL Logo