Ranieri demitido do cargo de seleccionador da Grécia

Ranieri demitido do cargo de seleccionador da Grécia

Preencheu o cargo de seleccionador da Grécia após a saída de Fernando Santos mas não chegou a aquecer o lugar. Claudio Ranieri demitiu-se hoje, depois da surpreendente derrota contra as Ilhas Faroé, no âmbito da Qualificação para o Euro 2016.

vavel
VAVEL

O vínculo era de dois anos mas a ligação entre Claudio Ranieri e a selecção helénica durou pouco mais que quatro meses. O treinador italiano deixou o Mónaco em Julho passado e assinou pela Grécia, substituindo Fernando Santos no cargo de seleccionador da Grécia. No passado dia 15, Ranieri foi demitido do cargo, na sequência da escandalosa derrota frente às Ilhas Faroé (0-1), no âmbito da Qualificação para o Euro 2016 - golo de Joan Edmundsson.

Em casa, a Grécia foi derrotada pela débil e tremendamente modesta selecção das Ilhas Faroé na passada Sexta-feira, e terá sido esse o evento que desencadeou a demissão do antigo treinador de 63 anos, que já passou por clubes como Mónaco, Chelsea, Juventus, Roma, Inter e Valência. Ainda assim, irá orientar a selecção na partida de Terça-feira, contra a Sérvia (jogo particular).

Na calha para o lugar está o experiente e lendário ícone do futebol internacional, Giovanni Trapattoni, treinador de 75 anos, que é dado como um dos nomes mais credíveis para tomar as rédeas da selecção grega, campeã europeia em 2004, na prova organizada em Portugal.

«Seria uma honra treinar uma seleção como a grega. É uma grande equipa e trata-se de um país onde eu gostaria muito de treinar. No entanto, ainda ninguém falou comigo. Já estive na Grécia muitas vezes e sempre sonhei em treinar lá. O clima é espetacular, o mar é maravilhoso e o futebol é de alto nível. Conheço muitos dos jogadores que atuam no estrangeiro e tenho a certeza de que a Grécia tem capacidade para se apurar para o Europeu», disse a «raposa velha» Trapattoni na ressaca dos rumores que o aventam como novo seleccionador grego.

VAVEL Logo
CHAT