Dezassete detidos após o conturbado Itália x Croácia
Confrontos nas bancadas de San Siro

Dezassete detidos após o conturbado Itália x Croácia

As ruas de Milão foram palco de confrontos entre adeptos da Croácia e a polícia italiana, logo após o final do jogo que opôs as duas selecções em jogo de apuramento, para o Euro 2016.

RodolfoReis
Rodolfo Reis

Foram dezassete os adeptos croatas detidos na sequência dos confrontos durante e depois do final do encontro entre Itália e Croácia, que acabou igualada a uma bola. O jogo esteve por duas vezes interrompido devido ao rebentamento de petardos por parte da claque dos Balcãs.

Não se pode dizer que fosse algo que não se esperaria. Já antes do início da partida entre Itália e Croácia os desacatos tinham surgido nas imediações do Estádio de San Siro. Os mais de seis mil croatas que marcaram presença nas bancadas em apoio à sua selecção fizeram-se sentir ainda antes do começo da partida, assobiando o hino nacional transalpino, gesto que os tiffosi da squadra azzurra já haviam feito aquando da entoação do hino croata.

Os primeiros petardos surgiram quando Perisic empatou a partida, o que fez com que a mesma estivesse interrompida durante dois minutos. O pior foi mesmo na segunda parte, onde uma «chuva» dos mesmos engenhos pirotécnicos caiu sobre o relvado, o que obrigou mesmo o juiz Borjn Kuipers a mandar todos os jogadores para os balneários.

Após a carga policial no sector destinado aos apoiantes da Croácia, a partida foi reatada e chegou mesmo ao fim sem mais interrupções. No final o técnico Niko Kovac pediu desculpa pelo comportamento dos adeptos do seu país, enquanto Antonio Conte disse ter receado que o árbitro não retomasse o encontro.

VAVEL Logo