Räikkönen garante estar feliz na Ferrari
Räikkönen de vermelho em 2015 (Foto: formula1.com)

Se havia dúvidas sobre a continuação de Kimi Räikkönen na Ferrari estas estão desfeitas. A notícia foi avançada pela própria equipa que confirmou que o “Iceman” já reuniu com engenheiros para o desenvolvimento do monolugar do próximo ano. A Ferrari garantiu ainda que após o GP de Abu Dhabi, Kimi iniciará os habituais trabalhos de preparação para a nova temporada.

Depois do GP do Brasil, Kimi encontrou-se com chefe de equipa Marco Mattiacci e com o director técnico James Allison, na própria fábrica da Ferrari em Maranello, para discutir “o intenso trabalho que a Ferrari tem pela frente”. A preocupação é crescente dentro da equipa, uma vez que o título de campeão foge desde 2007, precisamente no ano em que Kimi Räikkönen se sagrou campeão do mundo.'

A boa relação entre Räikkönen e Mattiacci parece ser benéfica para a continuação do “Iceman” na Ferrari. Logo após a corrida em Interlagos, Mattiacci afirmou que o fim-de-semana foi “fantástico” e “extremamente positivo” para o finlandês. “Kimi é um grande profissional e não precisa de pressão para trabalhar bem”, disse. “Trabalhamos muito bem juntos, e o Räikkönen é um dos melhores pilotos de hoje em dia. Estamos a construir o nosso futuro passo a passo.”

Numa entrevista à revista alemã Auto Motor und Sport, Räikkönen disse: “Se não consegues ganhar é uma época para esquecer, mas pelo menos aprendemos muito para o próximo ano”. Quando confrontado com o futuro, o finlandês, de poucas palavras, mostra-se confiante com o desafio. “Se tiver bons resultados no próximo ano, porque não ficarei na Ferrari em 2016?”

Sebastian Vettel, um piloto “à Ferrari”?

Ainda sem confirmação oficial por parte da Ferrari, Vettel já é dado como certo como piloto da equipa de Maranello. Caso se confirmem os rumores, o alemão terá como companheiro de equipa o “Iceman”, piloto que não é conhecido pela sua afectuosidade. Porém, o tetracampeão do mundo espera um bom relacionamento entre ambos e não espera ter problemas pessoais com Kimi. Vettel salientou ainda que, o facto de Räikkönen não ter “o menor interesse na política dentro de uma equipa”, ajudará a manter o clima dentro da escuderia.

VAVEL Logo