0-1, Lima, min. 36 0-2, Lima, min. 56
Porto x Benfica    no Clássico 2014

Porto x Benfica no Clássico 2014

vavel
VAVEL
Live LoaderVAVEL Live SmallLive Match

22:06. Com este triunfo no infernal estádio portista, o Benfica, que guarda imensas más memórias dos encontros Porto x Benfica, exorcizou os fantasmas. Os dois golos de Lima dão uma confortável vantagem sobre o Porto: 6 pontos de vantagem sobre o rival FC Porto.

22:01. Jornada feliz para o Benfica, exibição sólida do Benfica, que se remeteu à defesa e aproveitou as duas únicas oportunidades de golo que teve para atingir o Porto e bater o rival no temível Estádio do Dragão. Com dois golos de Lima, os encarnados colocaram o Porto em polvorosa, num estado de nervosismo total que toldou a exibição portista e beneficiou a estratégia das Águias. 

Lima bisou e calou o Dragão (Foto: Lusa)

Fim da partida

90+4'. Substituição na formação do Benfica: Sai Salvio e entra Pizzi.

90'. Quatro minutos de descontos para jogar.

87'. Entrada ríspida de Samaris sobre Jackson: cartão amarelo para o grego, punição totalmente justa.

82'. O Benfica controla as incidências da partida, colocando-se atento na zona defensiva e explorando os espaços dados pelo Porto.

80'. Substituição na formação do Benfica: Entra Ola John e sai Talisca.

80'. Jackson solicitado com conta peso e medida...a bola vai direitinha para a cabeça do avançado, baliza aberta, bola na barra! Inacreditável falhanço!!

76'. Jackson introduz a bola na baliza mas o lance foi precedido de uma falta ofensiva: mão na bola do colombiano, bem ajuízado o lance.

77'. Substituição na formação do FC Porto: Entra Aboubakar e sai Alex Sandro.

75'. Luisão caiu no relvado, queixando-se do tornozelo.

72'. Livre para Quintero marcar...vai alvejar a baliza encarnada...mas o tiro em arco passa ao lado.

66'. Enzo colca para Lima, na linha...Benfica com superioridade no ataque...centro da Lima, Salvio vai marcar...mas Alex Sandro corta a bola e tira o pão da boca do argentino! 

59'. Benfica dá uma fatal estocada num Porto totalmente desorientado e sem pejo de confiança e tranquilidade.

58'. Substituição na formação do FC Porto: Entra Quaresma e sai Tello.

58'. Substituição na formação do FC Porto: Entra Quintero e sai Herrera.


56'. Gooooolooooo do Benfica!!! Segundo golo de Lima, tiro de ressaca depois de uma defesa incompleta de Fabiano, bis de Lima na sequência do remate de Talisca!!!

54'. Cartão amarelo para  Casemiro.

51'. Tello está a ser dos piores em campo. Voltou a falhar um livre, rejeitando colocara bola na área...desperdício total.

48'. Livre para Tello, a bola desvia em Almeida: canto para o Porto...sem perigo para a baliza do Benfica.

47'. Gaitán fez um carrinho a destempo e derrubou Danilo: cartão amarelo.

46'. Sai o Porto com a posse de bola.

Segundo tempo

20:51. Jogo dominado territorialmente pelo FC Porto, que controlou as operações a meio-campo mas nunca soube capitalizar as chances de golo criadas. O Benfica, remetido à expectativa, foi incapaz de subir no terreno com apoio táctico, mas acabou por inaugurar o marcador numa falha grava do sector defensivo do Porto, na sequência de um lançamento de linha lateral de Maxi - Lima encostou para o 1-0.

Intervalo

45'. Jogo morno neste momento, nenhuma das equipas demonstra qualidade para subjugar o oponente. 

44'. Óliver ganha a bola e coloca na desmarcação vertical de Jackson...sai Júlio César e agarra a bola com calma, estava atento!

43'. O Porto perdeu discernimento ofensivo, perante um Benfica confortável a jogar em modo de contra-ataque.

38'. Falta duríssima de Enzo sobre Alex Sandro: cartão amarelo para o argentino.

37'. Murro no estômago do Porto, que estava a controlar a partida.

36'. Gooooooloooooo do Benfica!!! Que falha da defesa portista, lançamento lateral de Maxi para a área e toque de Lima para dentro das redes azuis e brancas!

32'. Alex Sandro parte os rins a Salvio, vem para dentro e assiste Jackson...mas o remate do colombiano permite uma bela defesa de Júlio César!

31'. Martins Indi corta na perfeição o lance a Gaitán: que excelente intercepção, limpa e categórica.

30'. Todos os duelos a meio-campo são ganhos pelo núcleo do Porto. O Benfica sempre em inferioridade numérica.

28'. Brahimi arranca faltas em sucessão, agora foi Enzo o prevaricador.

26'. Talisca acaba de fazer uma falta sobre Brahimi que roçou a agressão...deveria ter visto o cartão amarelo...no mínimo.

24'. Danilo desbloqueou o corredor direito mas Jackson perdeu no duelo contra o central Jardel, grande corte do brasileiro!

22'. Bola diagonal, em profundidade, Jackson desmarca-se mas a bola fica nas mãos do guarda-redes do Benfica...

19'. Falta dura de Lima sobre Brahimi: deveria ter havido cartão amarelo.

18'. Passe sem nexo de Maxi: o Benfica não consegue ligar uma única jogada ainda.

15'. Tiro de Gaitán, a 30 metros, mas a bola saiu fraca e sem direcção.

14'. Benfica sem orientação para ter a bola e para criar jogadas - o Porto controla as operações a meio-campo.

12'. Cartão amarelo para Danilo, por falta sobre Gaitán.

11'. Herrera foge mais uma vez, cruza para a área...Jackson entra para o golo mas não consegue tocar na bola...nem ele nem Júlio César! Cheira a golo do Porto.

7'. Escandalosa falha de posicionamento do Benfica, Óliver foge pelo corredor, centra rasteiro...Herrera vai marcar...mas o remata passa ao lado, que grande falhanço!

6'. Falta de Almeida sobre Tello: o benfiquista tem de ter cuidado...pode ser expulso a qualquer momento...

5'. Subida da estrutura do Porto, pressão alta à saída de bola do Benfica.

3'. Passe para o interior, para Casemiro, na zona central...este remata mas a bola passa ao lado da barra de Júlio César!

2'. Tello foge a André Almeida pelo corredor direito do Porto...falta do lateral, cartão amarelo...quase grande penalidade!

1'. Sai a jogar o Benfica.

Apito inicial

19:55. Tremendo ambiente no Dragão, 52 mil pessoas cantando e vibrando.

19:50. Jorge Jesus optou por dar a titularidade ao trabalhador Lima, deixando Jonas no banco de suplentes. Maicon, por opção de Lopetegui, fará lugar ao central Marcano.

19:44. Formação inicial do FC Porto: Fabiano, Danilo, Martins Indi, Alex Sandro, Óliver, Herrera, Marcano, Casemiro, Tello, Brahimi e Jackson

19:40. Formação inicial do Benfica: J. César, Maxi Pereira, Luisão, Jardel, André Almeida, Samaris, Enzo, Gaitán, Salvio, Talisca e Lima

18:45. Jackson Martínez segue como melhor marcador da Liga nacional, com 10 golos assinados, tendo-se destacado de Talisca com o bis marcado na jornada passada, em Coimbra, frente à Académica. 

18:30. Onzes prováveis do FC Porto x Benfica

18:20. Antevisão de Jorge Jesus: «Não é pelo facto de jogarmos no Dragão que vamos mudar a ideia de jogo que trabalhamos todos os dias nos últimos cinco ou seis anos. Acreditamos na qualidade dos nossos jogadores e no nosso trabalho, sabendo que o adversário tem muita qualidade. Já aconteceu de tudo ao Benfica no Estádio do Dragão», disse o experiente técnico do Benfica.

18:15. Antevisão de Julen Lopetegui: «Sei o que está em jogo, é um clássico dos grandes que envolve muita paixão e emoção. Para nos é sempre importante ganhar pontos, como é evidente, ainda mais com a repercussão deste tipo de jogos. O rival vai obrigar-nos a dar o nosso melhor frente aos nossos adeptos», afirmou o treinador do FC Porto

18:05. O palco do Dragão é de péssima memória para Jorge Jesus e para os benfiquistas: aí foram vividos alguns dos momentos mais trágicos da História do clube encarnado, às mãos do FC Porto. A humilhante goleada de 5-0, imposta pelo Porto de Villas-Boas, em 2010/2011, ficou marcada na memória de ambos os clubes (golos de Varela, Falcão e Hulk). Mas o mais trágico será mesmo o 2-1 da temporada 2012/2013 - Kelvin, nos segundos finais, marcou golo e roubou o campeonato ao Benfica. Jesus ajoelhou, literalmente, no Dragão.

Vitor Pereira rejubila e Jesus ajoelha-se

17:50. Jorge Jesus comanda o Benfica desde a temporada 2009/2010 e em cinco deslocações ao Dragão, para a Liga nacional, nunca foi capaz de liderar o Benfica a uma vitória no terreno do temível FC Porto. A única vez que o Benfica da era Jorge Jesus venceu no Estádio do Dragão foi na temporada 2010/2011, quando, na meia-final da Taça de Portugal, os encarnados bateram o porto de André Villas-Boas por 0-2, na primeira mão da eliminatória, com golos de Coentrão e Javi Garcia.

17:30. A História também nos diz que o Benfica não vence há 9 anos no Dragão, para a Liga nacional: sob o comando de Ronald Koeman, o Benfica venceu no Dragão pela última vez em 2005, com os golos de Nuno Gomes. O FC Porto era então treinado por outro holandês, que viria, nessa temporada a sagrar-se campeão português pelo FC Porto

17:20. O registo de confrontos não é nada famoso para o Benfica, que tem sistematicamente sido batido pelo FC Porto: desde 1978 que, para a Liga, o Benfica apenas venceu duas partidas jogadas no Estádio do Dragão. Falamos de dois jogos em que os heróis foram César Brito, em 1991, e Nuno Gomes, em 2005. Ambos os avançados do Benfica bisaram no território portista e selaram as duas vitórias por 0-2. 

17:10. Hoje, no Estádio do Dragão, estarão frente-a-frente o melhor ataque da Liga portuguesa e a melhor defesa da prova. O Benfica já marcou 28 golos em 12 partidas, tendo mais um golo marcado que o rival FC Porto, que é a defesa mais competente, tendo apenas concedido 5 golos, contra 7 do Benfica. De realçar que o Benfica ainda não ficou em branco no campeonato, enquanto o Porto já ficou, no empate a zeros contra o Boavista, em casa.

16:55. O FC Porto ainda não perdeu na Liga 2014/2015 e é, até agora, a única formação do campeonato a não registar qualquer derrota em 12 partidas. O Benfica apenas perdeu por uma ocasião, à passagem da oitava jornada, quando, na deslocação a Braga, perdeu por 2-1. O Benfica até começou a ganhar, com um golo de Talisca, mas Éder e Salvador Agra deram a volta ao marcador.

16:45. Este jogo poderá de facto funcionar como um oráculo que reflectirá o futuro próximo de Benfica e Porto: caso o FC Porto vença, a força portista terá uma tremenda motivação e a equipa será banhada com confiança, podendo um triunfo sobre o campeão dar o empurrão necessário para o despertar de uma época de grandes feitos; caso o Benfica vença, a distância cavada para o Porto será considerável e as Águias terão a confiança e tranquilidade para aproveitar a pressão que acossará a equipa do FC Porto.

16:25. O FC Porto tem apostou no fortíssimo ataque à Liga, na tentativa de voltar a comandar conquistar o campeonato, quebrando, ao mesmo tempo, o ímpeto do Benfica, que tenta erguer-se como força primordial do futebol lusitano, algo que não aconteça há várias décadas. Os portistas reforçaram-se com grandes estrelas como Yacine Brahimi, Tello, Martins Indi ou Casemiro, mantendo também o seu matador de serviço: Jackson Martínez.

16:15. O Benfica aposta tudo na concretização do bi-campeonato nacional, algo que não acontece há três décadas. Pela voz de Jorge Jesus, o Benfica tem dado total primazia discursiva e desportiva à conquista do campeonato, deixando para segundo plano as competições europeias, das quais o Benfica já foi, coincidência ou não, eliminado. O FC Porto, por seu turno, segue com vitalidade na «Champions», tendo-se qualificado (para os oitavos-de-final) em primeiro lugar do seu grupo.

16:00. O Benfica lidera a Liga mas sabe que as probabilidades de tropeçar no Dragão são altas, já que a História nada beneficia a narrativa das deslocações das Águias ao reduto do rival nortenho FC Porto. Em caso de derrota, o Benfica perde a liderança destacada e assiste à ascensão do Porto, que, depois de um arranque periclitante, começa gradualmente a consolidar-se como competidor capaz de destronar o rival lisboeta. 

15:45. Apesar da perspectiva de subir ao primeiro lugar, o FC Porto não se poderá esquecer que pesa sobre si a pressão de não poder, de forma alguma, deixar o Benfica fugir ainda mais na tabela classificativa: uma derrota caseira implicará seis pontos de atraso para o Benfica, que assim ficaria bem mais confortável da liderança da Liga - destacado campeão de Inverno, nessa hipótese. 

15:30. Casa cheia no Dragão, jogo de grande rivalidade, expectativas altas por parte das duas equipas, apostas elevadas numa época de sucesso e muita pressão de ambos os lados: todos os condimentos para o épico duelo entre FC Porto e Benfica: discutir-se-á a liderança do campeonato, já que o Benfica segue no topo com 31 pontos, mais três que os portistas, que em caso de vitória igualam os encarnados e passam a liderar devido ao confronto directo.

15:20. Seja bem-vindo à transmissão, grátis e , da grande partida FC Porto x Benfica, o eterno Clássico do futebol português, pleno de rivalidade, emoção e adrenalina. A partida conta para a 13ª jornada da Primeira Liga e será disputada às 20 horas no Estádio do Dragão - siga com Vavel Portugal o minuto a minuto do jogo, .

VAVEL Logo
CHAT