2º «Round»: Braga sabe mesmo como virar o Benfica do avesso
Foto via: RR Sapo

2º «Round»: Braga sabe mesmo como virar o Benfica do avesso

O SC Braga bateu ontem o Benfica pela segunda vez na temporada, voltando a virar um resultado negativo. Se no primeiro encontro isso valeu a primeira derrota interna dos encarnados, no segundo custou ao campeão da Taça de Portugal a eliminação da competição.

vavel
VAVEL

Está encontrado o carrasco do Benfica nas competições internas: chama-se Sporting de Braga, já se cruzou com os encarnados por duas vezes na presente temporada e, nessas duas ocasiões, sempre soube levar a melhor sobre o campeão nacional. Depois de ter batido a Águia na Pedreira, no decorrer da oitava jornada da Liga, os arsenalistas visitaram a Luz, para a Taça, e deixaram o Benfica pelo caminho.

História repetida: Braga outra vez superior

Dois jogos em 2014/2015, duas derrotas do Benfica - as únicas derrotas internas, logo ambas causadas pelo mesmo adversário, que, abnegado e trabalhador, foi capaz de virar resultados negativos de 1-0, terminando os 90 minutos com triunfos por 2-1, plenos de suor, sangue e lágrimas e muito sofrimento à mistura. Ontem, nos oitavos-de-final da Taça de Portugal, o Braga duplicou a vitória que impusera ao Benfica na Liga, mostrando Sérgio Conceição que sabe perfeitamente como bater Jorge Jesus.

Quebrando um jejum colossal que durava há 60 anos, os «Guerreiros do Minho» conquistaram a Luz e afirmaram-se, definitivamente, com um dos grandes favoritos à vitória final na prova, restando agora o Sporting como a outra cabeça-de-série e figura de cartaz desta Taça de Portugal. Seguindo uma estratégia similar à que foi desenhada no jogo da Liga, o Braga soube aproveitar as clareiras do meio-campo benfiquista: se Agra marcara assim ao Benfica, para a Liga, ontem foi a vez do colombiano Pardo fazer exactamente o mesmo.

Kritciuk brilhou como Matheus

O golo de Jonas, feito de uma elevação mortífera, parecia augurar um bom jogo para o Benfica, tal como o madrugador tento de Talisca, na Pedreira, fizera antecipar também. Mas os bracarenses, guerreiros, souberam dar a volta ao texto, explorando as desatenções encarnadas. Ontem, dois descuidos defensivos provocaram dois golos forasteiros - depois foi a vez de Kritciuk brilhar entre os postes, parando tudo o que poderia ter sido parado. E, se ontem foi o russo a brilhar, no jogo da Liga foi o brasileiro Matheus a tirar, vezes sem conta, o pão da boca dos jogadores do Benfica.

Dezembro e ao Benfica só lhe resta a Liga e a sua Taça

Esta derrota encarnada vale mais uma saída de uma competição - em Dezembro, o Benfica está já afastado de três provas. Fora da Liga dos Campeões e da Liga Europa, as águias são agora expulsas da Taça de Portugal, competição que defendiam por serem os detentores do troféu. Um aviso à navegação: o campeonato poderá ser o grande objectivo, mas o leque de escolhas começa a ser cada vez mais reduzido...

VAVEL Logo
CHAT